Uma das lindas Phalaenopsis da coleção de Cristina!

 

O Blog convidou a amiga queridíssima Cristina Setembrino, que junto com o marido e grande advogado Fernando, têm um dos mais premiados orquidários do estado do RJ, para do alto de sua experiência no cuidado com a sofisticada flor nos contar, em capítulos, pequenos detalhes que vão fazer a diferença na criação e preservação das mesmas. Frequento sua casa, semanalmente, por conta de uma maravilhosa aula de história: não foram poucas as vezes que me maravilhei com um exemplar de sua coleção! Começemos, então, com os cuidados com as “Phalaenopsis”! BN

“A orquídea que você comprou para enfeitar sua casa ou que você ganhou de presente, enquanto estiver com flor você sabe que basta ir regando, sem encharcá-la, deixando a água escorrer , sempre que o substrato estiver seco, e ela ficará perfeita.

Mas, e quando as flores estiverem murchas?  O que fazer? Ela não precisa virar lixo! Elas irão crescer, florir e ficar lindas de novo na sua casa, cuidadas por você e, o mais importante, sem te dar trabalho

Basta você ter uma varanda, uma área, um cantinho qualquer, ou seja, um local claro, arejado, que não seja muito quente e que o sol não bata diretamente na planta, para não queimar suas folhas.

Algumas dicas:

As Phalaenopsis gostam de certa umidade, mas detestam excesso de água, daí a drenagem do vaso deve ser muito boa para que após a rega o excesso de água escoe totalmente. Pode-se regar com mangueira, regador, direto na torneira de uma pia, sempre evitando que fique água empoçada na coroa da planta. Deve-se molhar o substrato por inteiro. Em outras palavras: quando molhar, molhe mesmo. Jamais use pratos por baixo do vaso.

Os vasos transparentes facilitam a verificação do grau de secagem. Nos demais vasos, a colocação do seu dedo indicador, no substrato, também é forma de checagem: Na dúvida, deixe para regar no dia seguinte!

Importante: Não encoste o dedo nas pontas das raízes, pois isso abortará seu crescimento.

As Phalaenopsis têm raízes que ficam dentro do vaso e raízes aéreas, que não devem ser cortadas, nem forçadas em direção ao interior do vaso. Deixe-as à vontade. Quando quebram elas rebrotam em bifurcações, como rabo cortado de lagartixa.

A circulação do ar é vital, quer para a secagem do substrato, quer para a respiração das folhas.

4 horas de boa claridade são suficientes, ao contrário das Cattleyas que necessitam de mais tempo. A cor das folhas é um indicativo da adequada iluminação. Se verde oliva médio, tudo OK. Se amarelas, estão recebendo muita claridade. Se verde escuro, pouca claridade.

Não se esqueçam que elas têm que comer: Em casa é melhor usar adubos químicos, pois não deixam cheiro. Todos são muitos parecidos. Escolha qualquer um dos indicados para orquídeas e adube uma vez por mês, usando a dosagem indicada pelo fabricante na própria embalagem. De 2 em 2 meses use um inseticida, de preferência natural, à base de “citronella” por exemplo, para combater ácaros, pulgões, cochonilhas, etc.

Elas certamente vão florir 2 vezes por ano e suas flores costumam durar em média 90 dias.

Aqui em casa tem uma, linda, que está com 16 flores grandes há mais de 120 dias!!!”
Cristina Setembrino

Vejam como surte efeito os preciosos conselhos da nossa “consultora”! BN

 

Olhem que linda esta toalha de mesa, toda bordada, da Mariage no Recife! O preço é inacreditavelmente espetacular, porque o bordado é todo feito na máquina, mas a qualidade é sensacional! O bordado pode ser na cor que você escolher. Os guardanapos de linho, com bainha aberta e enormes, também são da Mariage.

Velas pequenas de oncinha da Le Lis Blanc e a do centro da mesa da Balai, no Shopping Rio Sul, Niterói e Barra.

Astromélias brancas da Cadeg.

www.mariagerecife.com.br

AC

Convidei Carlos de Souza, amigo de longa data , para nos contar sobre sua jóias que viraram ícone pelo mundo afora. Carlos trabalhou anos com Valentino e até hoje veste as “Stars” com a marca nas grandes festas e galas. Carlos é um cidadão do mundo vive entre Paris e Roma, Los Angeles e New York mas sempre conta que o Brasil é seu lugar de férias e descanso. Há alguns anos comprou uma fazenda que virou seu paraiso. Ama cultivar suas flores e produz as mais variadas frutas para fazer suas caipirinhas “home made”. Adoro sua jóias que são chiques et “passe partout”( fotos das jóias no próximo post)

Carlos Souza

Mora em New York?
Ainda trabalha com a  marca Valentino?
Moro em New York há  8 anos e morei na Italia 25 anos , sempre trabalhando para Valentino , hoje em dia tenho  encargo de Embaixador da Marca Mundialmente.
Como começou a desenhar jóias?
Comecei criando jóias para presentear amigos e família e daí devido ao sucesso transformei minha paixão num” business”
De onde vem sua inspiração?Suas jóias parecem um pouco astecas misturado com Asia…
.Me Inspiro nas minhas viagens ao  redor do mundo e principalmente no oriente , em algumas coleções minhas criações trazem sempre uma mensagem espiritual .
Feito para Bohemian babes e Latin Lovers with open shirts  , uma  coleção com peças bem unisex com sabor etnico
 As pedras vc compra no Brasil?
Sim Também.Tenho uma coleção chamada Tropical Seduction com pedras semi preciosas brasileiras.
Onde é feita a Mão de obra?
 Compro também preciosas em Jaipur e confecciono em Roma onde estão meus escritórios.
Vende ou pretende vender aqui no Brasil?Onde vende?
Vendi  para Daslu , Barney’s NY , Corso Como 10 , Colettee  em Paris  e agora estou tambem em Maxfield em LA e Tomas Maier em Miami, Southampton  e Palm Beach .
 Não pensa em abrir loja?
Não pelo momento
Quem são seus clientes?
tenho de todos os campos , cinema , Moda  , Vips etc.
Gwyneth Paltrow , Olsen sisters , Claudia Schiffer , Elle Mcpherson , Marie Chantal of Greece ,  Prince Hakon of Norway,  Elizabeth Hurley , Valentino , princess Rosario of Bulgaria  entre muitos outros.

Querida Maria Pia ,
MUITO OBRIGADO 

beijos

CS

Carlos Souza

310 East 46th Street Apt. 14M
New York, NY 10017
cell US        +1 917 428 7448

cell OFF      +1 212 997 8643
cell EU        +39 331 398 7011
cell BR        +55 21 9839 5079
MP

A "rasteira" mais charmosa do pedaço: Você não imagina como veste bem!

No final do verão passado comecei a notar, ora aqui ora ali, a sandália mais charmosa da estação. Quando entendi que ela era made in Brazil e fui atrás, já era: totalmente sold out! Me resignei, mas nunca esqueci…

Eis que entro na Bo.Bô e petrifico: não é que tinham relançado meu sonho de consumo, já que um mundo de gente também sonhou com ele! Pois fica como uma sugestão para um glorioso presente de natal! BN

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...