Expô de Maitê QM em NYC!

 

BELEZA + COMPETÊNCIA + ENCANTO = MAITÊ QUEIROS MATTOSO, que satisfaz com louvor à equação proposta acima: é linda, gente finíssima e artista maravilhosa.

 

 

E por falar em sua arte, mais uma vez nosso BLOG que é fã de carteirinha e da Maitê, mostra sua última e elogiadíssima exposição, na descolada Galeria Montserrat, Chelsea, NYC, pode ser mais chic? Curtam muito!

 

Diptico em óleo sobre tela super visual!

 

Maitê curtindo sua arte!

 

A também maravilhosa Adriana Quattrone, curtindo o show da mãe Maitê!

 

 

Queridíssima, sua vernissage bombou de amigos/ fãs. Mostro nas fotos! BN

 

Bruno Massa, o curador da linda expô, recebe o casal cooooll Cristine e Carl Bernstein, ele é o jornalista de Watergate, pra quem não estiver ligando o nome à pessoa…

 

Maitê entre Moema Jafet e Guida Carvalhosa, chics!!!

 

Pilar Rossi e Adriana Quatroni, lindas!

CONTATO:
GALERIA MONTSERRAT
543, W-27st, Chelsea, NYC 

Minha grande amiga, a Embaixatriz Yolanda de Arruda Botelho Massot, sabe decorar mesas como ninguém…Cada uma mais linda que a outra e ainda por cima ela ama este programa de arrumar, por isso, suas produções são cada vez mais lindas, caprichadas e maravilhosas!

Yolanda sabe receber, não só pelo seu talento natural, como pela sua própria experiência mundo afora em suas embaixadas. Já esteve em Portugal, na República Checa, na Holanda, na Grécia e agora é a nossa Embaixatriz no Líbano. Aliás, os libaneses vão ficar encantados com as mesas de Yolanda. Vai ser o maior sucesso por lá!

MP

 

Esta foto mostra como fazer uma toalha de folhas naturais de seu jardim, colando uma por uma num forro qualquer.

 

O trabalho ficou pronto e valeu a pena!

 

Lindas as travessas de barro para a produção de queijos e vinhos!

 

Nossa linda Embaixatriz Yolanda de Arruda Botelho Massot!

 

Queijos e vinhos…

 

Adorei as cabeças de cerâmicas de Taormina, na Sicilia.

 

Linda a mesa com rosas vermelhas e porcelana Imari.

Adorei esta decoração com os chineses azuis e branco.

 

Boa dona de casa já deixa escrito o que vai em cada travessa do buffet para não ter erro!

 

Ah! Lírios, flores brancas… minha paixão!

Essa mesa está maravilhosa com flores amarelas e papagaios de porcelana.

 

Vejam o capricho dos bastidores salmão defumado com uma musse de agrião.

 

Maravilhosa toda de pique-fleurs (vasinhos compridos) de rosas.

 

Os marcadores de lugares são vasos individuais.

 

A apresentação é divina, camarão com uma trouxinha de legumes e aspargos.

 

Esta mesa é toda de monumentos em porcelana Checa.

 

Cada peça é diferente uma da outra.

 

Sempre muitas velas à noite, adoro!

 

Muito lindo!

 

Yolanda reinando em sua sala de jantar!

 

Mais uma mesa sensacional!

 

Mesa linda com cores bem brasileiras para uma embaixada.

 

Detalhe de um lugar: adoro as cestinhas de vime como pratinho de pão.

 

Que tal esta lasanha com a nossa bandeira para servir no dia 7 de Setembro numa embaixada do Brasil? MUITO chic e original!

 

O escritor e professor, Deonísio da Silva, nos conta hoje sobre a lenda da Papisa Joana. Será?

AC

 

 

A LENDA DA PAPISA JOANA (PAPA JOÃO VII)

A papisa Joana teria reinado no século IX, sob o nome de João VII.  A lenda surge na Europa, por volta do ano 850, e sua força foi tanta que, numa linhagem exclusivamente masculina, gerou na língua portuguesa o feminino papisa, do Latim tardio papissa, em homologia com rei/rainha, imperador/imperatriz, príncipe/princesa etc.

Filha de um cônego inglês, Joana nasceu em Mainz, na Alemanha, em 1814. Como ler e escrever fossem atividades proibidas às mulheres, seu irmão Mateus a alfabetizou às escondidas. Quando o menino morreu, outro irmão de Joana, chamado João, confiou o segredo ao tutor e este aceitou ensinar a ambos o Latim e o Grego, sempre às escondidas.

Ao ser transferido, o tutor prometeu a Joana que tudo faria para ajudá-la. E tempos depois chegou uma carta do bispo local pedindo ao cônego que enviasse Joana à sede da diocese. Ao chegar, Joana foi submetida a vários exames. Foi quando descobriu-se que era moça e não rapaz. Como tivesse demonstrado grande saber, o bispo autorizou que ela prosseguisse os estudos.

Mas havia o problema do alojamento, habitado apenas por rapazes. Então um conde ruivo chamado Geraldo, muito influente junto ao bispo, consegue autorização para Joana morar na casa dele. Todos os dias ela estuda junto com os rapazes, que a maltratam muito, e à noite vai dormir na casa do conde, de onde entretanto certa noite foge e procura o Mosteiro de Fulda.

Seu desempenho nos estudos é extraordinário. O monge médico, gostando muito dela, que todos acham ser ele, ensina-lhe medicina. Em pouco tempo, Joana torna-se o melhor médico do convento e sua fama chega a Roma, ao tempo em que reinava o papa Leão IV. Os cardeais, vendo-o muito doente, chamam Joana para cuidar dele. Curado e agradecido, o Sumo Pontífice a nomeia cardeal. Quando Leão IV morre, os cardeais a elegem papa, e ela, sempre disfarçada de João, toma o nome de João VII.

Mas o conde Geraldo, que era casado e amava Joana, ia a Roma muitas vezes para encontrá-la e acabou por engravidá-la. Joana iria dar à luz às escondidas, mas durante uma procissão passou mal e teve o menino no meio da multidão. Cardeais amigos logo proclamaram “milagre!”, levando-a de volta ao palácio, mas outras fontes dizem que mãe e criança foram apedrejadas até à morte.

Há muitas outras controvérsias sobre Papas. Alguns historiadores contam 261 papas, outros 265, dois quais 215 tiveram morte natural, 6 foram assassinados, 4 morreram no exílio e 1 na prisão. Os maçons fazem outra conta, dividindo os papas entre intramuros e extramuros.

 

A jornalista Giovanna Chirri

 

A igreja é uma instituição machista e esta é uma das razões da lenda de uma papisa. E vejamos só que outra ironia! Quando o papa Bento XVI falou aos cardeais, havia jornalistas no recinto, mas apenas a correspondente italiana Giovanna Chirri, por saber Latim, o entendeu. E deu o furo mundial, informando que o papa anunciara que iria renunciar.

DEONÍSIO da SILVA é escritor e professor, Vice-reitor da Universidade Estácio de Sá.

AC

 

 

A NK Store, de Natalie Klein, fez um lançamento a altura do bom gosto e da beleza de sua coleção: na super Galeria de Luciana Caravello, que por si só já é um espetáculo!

O 40 Forever visitou o backstage, no segundo andar da galeria, ciceroneadas pelo Thiago Costa Rego, diretor de marketing da NK Store, para mostrar as peças antes do desfile, que entrou na passarela para as 100 melhores clientes da marca verem pela primeira vez a coleção!

As roupas estão super elaboradas, valorizando as texturas dos couros, devorés, brocados, pelos e brilhos.

 

Thiago Costa Rego nos mostra um conjunto divino de pailletes

O styling do desfile foi assinado pelo Felipe Veloso, CRAQUE, em tudo que faz!

 

Felipe Veloso, estiloso no último!

Olhem o show que foi!

AC

 

Vestido mini com bordados e transparencias

 

Vestido longo com estampa em tons terrosos, maravilhoso!

 

Vestido de couro branco

 

Regata de malha com araras bordadas

 

Jaqueta de couro “of white” com franjas

 

Clutch de veludo com textura

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

AC

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...