Esta é a porta para um dos restaurantes mais charmosos que conheço: "Da Ivo", em Veneza... Tão romântico!

Esta é a porta para um dos restaurantes mais charmosos que conheço: “Da Ivo”, em Veneza… Tão romântico!

 

Toda vez que algum amigo vai pra Veneza e pergunta sugestão de restaurantes, espero pra recomendar: vai no “Da Ivo”, é mágico e muito mais. Porque esta “cantina” elegantérrima e discreta está lá, desde que o mundo é mundo e, por um destes mistérios, continua reservada aos “iniciados no culto a Osíris”, mesmo tendo sido palco de uma das festas do casamento do ator George Clooney com Amal Alamuddin…

 

Tudo por lá é absolutamente encantador!

Tudo por lá é absolutamente encantador… Vejam o lindo cardápio!

 

Apesar de amar a Itália e ser sua cliente habitual, reservei minha ida ao reino veneziano para um dia, acho que por medo de reversão da expectativa. Assim, fui bater naquele deslumbramento há dez anos atrás, carregada de dicas das fontes mais diversas, entre elas, o restaurante “Da Ivo”, apresentado pelo querido jornalista Roberto Davila, que honra o sobrenome que tem: é um exímio conhecedor dos encantos italianos!

 

Vejam que delícia de ambiente...

Vejam que delícia de ambiente…

 

Prático e sucinto, ele só me recomendou o nome, sem maiores alardes. Talvez tenha sido até melhor, pois meu queixo passou a noite caindo, tantas as gratas surpresas. A começar pelo ambiente, pequeno e elegante na medida; staff parecendo de filme de Visconti tal a sobriedade, competência e requinte e um cardápio sensacional. Mas não parou por aí.

 

Pra dar água na boca: um dos carros- chefes da sua cozinha, o risoto de lá é pra comer rezando!

Pra dar água na boca: um dos carros- chefes da sua cozinha, o risoto de lá é pra comer rezando!

 

Suave é a noite por lá… Assim, os clientes quase sussurram na tentativa de tornarem-se transparentes e não atrapalhar a curtição alheia. Suspiro vai, olhares vêm, de repente surge um movimento do chiquérrimo “maître d’hôtel” rumo à uma janela à minha frente. Falsa como uma nota de U$ 2, depois de manusea-la acabou revelando sua real natureza, com todo “nonclalance”: porta acoplada que, quando aberta, dá no canaleto que margeia a entrada dos fundos do restaurante, para os sabidos que chegam de gôndola, triunfalmente!

 

Esta é a tal janela que vira porta, num piscar de olhos...

Esta é a tal janela que vira porta, num piscar de olhos…

 

A entrada digamos "aquática" do da Ivo, dando para um canaleto.

A entrada digamos “aquática” do da Ivo, dando para um canaleto: secreta pra os não iniciados, como eu… Roberto esqueceu de recomendar o pulo do gato: vai de gôndola!

 

Clientes esperando para sua romântica saída!

Clientes esperando para sua romântica saída!

 

Fiquei inteiramente siderada por este ballet arquitetônico e seu clímax: a chegada retumbante do muso Hubert de Givenchy, seu companheiro Philippe Venet, mais Marina Cicogna e um grupo. Achei muita graça ao observar que os teatrais clientes seguiam, com seus ares “blasés”, desconhecendo completamente estes movimentos. Até sermos interrompidos por uma curiosa americana, “upper east style”, seu genuino pragmatismo e o seguinte diálogo:
– “Excuse-m, but may I ask who are they?”…
– “Hubert de Givenchy e Philippe Venet”, resumi;
– “Whooooo????!”, retrucou…
– “Givenchy, the great fashion designer”, tentei de novo;
– “Whooo???”
Aí não tive dúvidas, vou de Audrey, pensei…
– “Breakfast at Tiffany’s”, proclamei!
– ” Oh, yeeessss, thank you!!!”, agradeceu a linda moça, radiante por ser re-integrada ao “assunto”.

 

Hubert de Givenchy, cliente habitual e a musa Audrey: conectados forever!

Hubert de Givenchy, cliente habitual e a musa Audrey: conectados forever!

 

Minha querida Audrey, eterna musa, me salvou. E adorei a noite, que seguiu seu percurso elegante e inesquecível! BN

CLIQUE AQUI PARA O SITE!

 

 

DSC01294

Minha querida amiga LAJA ZYLBERMAN, que é uma jóia rara de pessoa, além de entender tudo sobre pedras preciosas, pois é sócia da SARA, onde tudo é nosso sonho de consumo, capricha nas mesas e nas comidas divinas dos seus almoços de domingo, disputados à tapa pelos amigos e pela familia, todo mundo quer ir, mas só podem 12 de cada vez, já que ela mesma vai para a cozinha e põe a mão na massa!

Eu peguei senha, esperei minha vez de ser convidada e saí de lá deliciada com tudo que vi e provei, maravilhoso! Já voltei pra fila…

AC

 

DSC01292

DSC01308

Ovinhos de codorna com azeite de trufas e caviar, ulalá!!!

DSC01289

Copo lindo, super diferente e especial!

DSC01293

DSC01298

DSC01301

Sal variado e temperos dos deuses!

DSC01303

DSC01296

No dia seguinte, o décor para outro evento, que lindo, um chá de bebê!!

foto-2 foto-1 foto

AC

diamante-golden-jubilee

Diamante Jubileu de ouro 545,67 que pertence ao rei da Tailândia.

 

O diamante e o mais duro de todos os minerais, apesar de sua aparência, é um cristal de puro carbono, como o grafite. Normalmente ele é incolor, mas elementos químicos podem lhe dar uma cor avermelhada ( existem apenas quatro no mundo), azul (raríssimo e muito procurado), branco, cinza, amarelo, verde, marrom e rosado. Não é à toa que todas nós somos loucas por ele!

Desde o século IV A.C. o diamante já era conhecido na India e, no Brasil, foi descoberto em 1725, quando um esperto português chamado Sebastião Leme do Prado notou que as pedras utilizadas nos jogos pelos mineradores de pepitas de ouro no rio dos Marinhos, em Minas Gerias, nada mais eram que diamantes. Muitos escravos esperavam obter sua liberdade achando uma grande pedra, e foi o caso de um, quando, em 1853, encontrou em águas do rio Paranaíba um diamante de 254.5 quilates, batizado de estrela do Sul.

Na Africa, a descoberta do diamante se deu por volta de 1866, e logo se constatou que o pais possui uma das maiores reservas deste mineral, principalmente na região de Kimberley, na Africa do Sul. Hoje em dia, os principais  países produtores de diamantes são Austria, Republica Democrática do Congo, Botswana, Russia, África do Sul, Namíbia e diversos países da América do Sul.

A primeira associação cooperativa dos diamantes foi criada no final do século XVI. No Renascimento, Veneza e Milão desenvolveram a arte de lapidar a pedra, e os seus ateliês supriam a demanda de toda a corte europeia. Bruges e Anvers foram as mais importantes cidades de transação de pedras. Na virada do século a sociedade the Beers passou a deter o monopólio da produção de diamantes do mundo pois comprou a principal mina de diamantes da Africa do Sul.

Os quatro fatores mais importantes para medir a qualidade de um diamante são:

_ Corte ( lapidação), côr, carat ( quilates) e clareza.

ALGUNS DOS MAIORES E MAIS INCRÍVEIS DIAMANTES DO MUNDO.

 

diamantes2

Cullinan 1 , star of Africa

 

JUBILEU DE OURO-

Africa do Sul 545,67 quilates. Amarelo amarronzado, pertence ao rei da Tailândia. ( foto acima ).

CULLINAN I

Africa do Sul 530,60 quilates, incolor, forma de gota, orna e cetro do tesouro britânico. Torre de Londres.

CULLINAN II

Africa do Sul 317,40 quilates, incolor, está na coroa imperial da Inglaterra. Torre de Londres,

GRANDE MONGOL

India 280 quilates, incolor, forma de semi-ovo. desapareceu…

CENTENARIO

Africa do Sul 235,35 quilates, incolor pertence a firma The Beers em Londres. Esse diamante foi encontrado no mesmo lugar que os Cullinan e depois de três anos de um laboriosos trabalho de lapidação, quando foi apresentado a mídia em 1991, o seguro da pedra foi fixado em 500 mil dólares o quilate!

 

diamante-jubilee

Diamante Jubileu

JUBILEU

Africa do Sul 235,35 quilates, incolor pertence a familia de Paul Louis Weller.

ESTRELA DO SUL

Brasil. Apesar de possuir 128,80 quilates está classificado apenas como sendo o décimo oitavo por tamanho, incolor, oval, foi vendido em 2004 pela Cartier numa bienal em Paris.

A pedra diamante é a “rainha das gemas” é a imagem da pureza e da perfeição. Por sua excepcional dureza, ele é o emblema de invencibilidade e da incorruptibilidade!

MP

 

 

618976_joaquim-nabuco-no-mundo-abolicionista-jornalista-e-diplomata-741274_l1_636111675815526000

Livro primoroso, “JOAQUIM NABUCO NO MUNDO” é leitura divina e presença certa em nossas bibliotecas!

 

Hoje é véspera de feriado… E pra quem ama passear por livrarias nos dias de lazer, adianto uma dica maravilhosa pra amanhã, que é também o tema deste post, espero que gostem tanto quanto eu!

Falo do maravilhoso livro “JOAQUIM NABUCO NO MUNDO- ABOLICIONISTA, JORNALISTA E DIPLOMATA”, da “BEM-TE-VI”, editora que amamos! A obra reune artigos e ensaios do renomado “brasilianista” inglês, Leslie Bethell, que entre outras honrarias é Professor Emérito de História da América Latina, na Universidade de Londres: luxo só!

Pra quem “chegou agora”, Joaquim Nabuco foi um brasileiro único e figura das mais renomadas na vida literária, política e intelectual do nosso país no final do Império e nas duas décadas iniciais da República. Abolicionista ferrenho, Nabuco teve uma vida interessantíssima, sempre focado na defesa dos oprimidos, fossem eles homens escravisados, no Brasil, ou mesmo o continente Americano, então sob ameaça do poder europeu.

 

Vivi Nabuco, a maravilhosa editora-chefe" da Bem-Te-Vi recebe o autor Leslie Bethel de "JOAQUIM NABUCO no dia de seu lançamento, na Livraria Argumento!

Vivi Nabuco, a maravilhosa editora-chefe” da Bem-Te-Vi recebe o autor Leslie Bethell de “JOAQUIM NABUCO NO MUNDO”, no dia de seu lançamento, na Livraria Argumento!

 

A primorosa publicação agrupa artigos revisados do autor que foram divididos em 4 grandes capítulos:
1- Período de residência de Nabuco na Europa e EUA, que vai até sua atuação como embaixador brasileiro nos EUA;
2- Reúne ensaio que descreve o papel de Nabuco como principal abolicionista brasileiro até a libertação dos escravos no país;
3- Aqui o autor conta sobre a atividade de Nabuco como jornalista e seus artigos brilhantes como correspondente estrangeiro em Londres;
4- Este último capítulo fala sobre o importante papel de Joaquim Nabuco como diplomata e homem de Estado.

Livro primoroso, fácil de ler e que conta uma maravilhosa parte de nossa história através da trajetória de um de nossos mais ilustres cidadãos! Imprescindível em nossas estantes! BN

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR “JOAQUIM NABUCO NO MUNDO”!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...