Hoje vamos viajar com nossa leitora e amiga querida, DENISE LUNA. Relaxem e curtam esta viagem espetacular!

AC

 

“Visitei Israel em janeiro numa Caminhada Bíblica que nos levou de norte a sul desse país jovem (70 anos em 2018) e emocionante.

Conhecemos tantos lugares inesquecíveis como Cezareia Marítima, Eilat, Tel Aviv, Haifa bem como quase todos os lugares percorridos por Jesus, fora alguns museus incríveis em Jerusalém.

Porém, nesse tour de 12 dias, dois locais chamaram muito a minha atenção: A Vila de Nazaré e o Jardim do Túmulo.

A Vila de Nazaré

Nazareth Village é um espaço dentro da cidade de Nazaré com uma montagem da época de Jesus, com personagens caracterizados, onde o cotidiano da vida das pessoas é encenado com atores voluntários, mas o ambiente é realista, ou seja, temos oportunidade de ver um sepulcro, o lugar onde prensavam uvas para fazer vinho, a moenda de azeitonas para fabricação de azeite de oliva, uma sinagoga e uma casa típica da época, inclusive com uma manjedoura idêntica à que serviu de berço para Jesus. É como penetrar na máquina do tempo e regredir ao século I!

A Vila é imperdível para um cristão inclusive com um restaurante temático com comida típica da época de Jesus. O pão é assado na hora no forno. É servida uma gostosa sopa de lentilha, frango farto e uma sobremesa de maçã com pasta de tâmara.

 

O passeio é verdadeiramente emocionante

 

O Jardim do Túmulo

 

O Jardim do Túmulo é também outro local emocionante para os cristãos. O Jardim encontra-se num pequeno terreno próximo da Porta de Damasco, junto a uma estação rodoviária que faz a ligação com o Monte das Oliveiras.

Em 1867, descobriu-se, próximo desta colina, um túmulo de duas câmaras, talhado na rocha, do primeiro século. O General britânico, Charles Gordon, em 1882, defendeu a teoria de que este lugar teria sido o local da crucifixão de Jesus. Não há certezas, mas não deixa de ser curiosa a semelhança da rocha, existente, com um crânio humano (caveira).

O jardim é mantido por uma associação inglesa beneficente, a “Associação do Jardim do Túmulo”, criada em 1893, para preservação do Túmulo e do Jardim que se encontram fora da Cidade Velha de Jerusalém e considerados, por muitos cristãos, como o Sepulcro e o Jardim de José de Arimateia.”

 

DENISE LUNA para o 40 Forever

AC

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...