O italiano Fabio Salini, mistura os mais diversos materiais com pedras preciosas, criando peças únicas, de uma beleza e originalidade unicas!

 

Fabio Salini por Fernando e Humberto Campana: palha, diamantes e ouro branco!

 

 

Fibra de carbono, palha, titanio, madeira, cobre, se misturam a brilhantes, rubis, pérolas, causando um tremendo impacto pra quem aprecia o tema.

AC

 

Mais peças pelos irmãos Campana: bambu e capim dourado

 

 

http://www.fabiosalini.it/

Instagram

Curtam as coisas lindas que ele faz!

 

AC


 

A fotografia se tornou realmente uma grande manifestação de arte do século XXI , apesar da facilidade de fotografar, não podemos negar o poder da fotografia na nossa sociedade, e a valorização desta forma arte.

A Cinza Photo Gallery é uma galeria de arte especializada em fotografia, ela aposta numa harmônica combinação entre fotógrafos consagrados e jovens talentos.

A galeria foi criada pelo fotógrafo e meu querido primo Joaquim Nabuco, que também faz a curadoria, de olho no crescimento da fotografia no mercado de arte.

A nova galeria é no Shopping Fashion Mall, Aqui vão alguns trabalhos que estão expostos na Cinza.

Antônio Guerreiro – O grande mestre dos anos 70 e 80, participa com retratos icônicos de Bruna Lombardi e Raul Seixas. Na foto da Bruna, da era pré-photoshop, Guerreiro expõe ao fundo todo seu arsenal de refletores, com os quais deixava mais belas mulheres.

 

 

Paulo Garcez – Famoso pelos flagrantes dos grandes nomes da cultura brasileira em momentos íntimos. Na Cinza está expondo uma incrivel foto de Tom Jobim cortando o cabelo de Vinicius de Moraes.

 

Beto Gatti – Jovem talento que com apenas 30 anos já desperta atenção de colecionadores de arte e arquitetos. Participa com 3 fotos, sendo uma super impactante de uma boca mordendo uma bala de revólver.

 

 

Ana Carolina Fernandes – Fotojornalista com forte pegada artística, participa com a original foto de um surfista no mar, visto através da janela de um Fusca.

 

 

Celine Perrier – Fotógrafa e modelo parisiense que produz cenas no melhor estilo “erotic chic”, que só poderiam sair das lentes de uma francesa.

 

 

Joaquim Nabuco – Fotógrafo e curador da Cinza. Especialista em explorar angulos inusitados do Rio de Janeiro. Entre suas fotos expostas está “Rio-Brasilia”, que tem como moldura a porta de uma Brasilia 77.

 

 

As molduras são verdadeiras obras de arte feitas por Jaime Vilaseca. Algumas foram criadas especialmente para Cinza.

Vale a pena uma visita para curtir estas lindas fotos.

MP

A querida e craque arquiteta e decoradora, FERNANDA PESSOA DE QUEIROZ, faz até este sábado o super evento, recheado de coisas lindas, comidinhas e dicas imperdíveis!
Não percam!

Fernanda Pessoa de Queiroz

Em suas palavras o que é o “La em Casa…”

“Esse projeto nasceu da vontade de dividir o meu olhar e idéias de como usar com muito charme peças simples e despretensiosas que amo!!

Esta edição está cheia de novidades lindas na nossa coleção de objetos, moveis, cama, mesa, banho etc e teremos também o Jojo Bistro com mil comidinhas deliciosas e a Ellas Flowers ensinando a fazer um arranjo de flores para você levar para casa!

Te espero na loja Interni
Fernanda Pessoa de Queiroz”

Objetos práticos e charmosos para a casa


Dias 24,25 e 26 de agosto de 11 :00 às 20:00
Rua Jardim Botânico, 221

Valet no local
Aceitamos Cartão de Crédito

Parte da venda é revertida para as Instituições CACCST(Casa de Apoio a Crianças com Câncer Sta Teresa) e ao Lar Sta Catarina.
AC

 

 

Nascido no Rio de Janeiro em 1993, Luiz Dorey, filho de dois amigos queridíssimos meus de toda vida, deslanchou nas artes plásticas, com seu talento sendo reconhecido internacionalmente.

Ele mudou-se para Nova York em 2012, onde atualmente mora e trabalha. Graduou-se bacharel em Belas Artes na School ou Visual Arts em 2016, pela qual foi escolhido para representar a instituição com trabalhos na feira Pulse de Miami. Recebeu, também da SVA, as premiações 727 Award (2016), Sillas H Rhodes Award (2016) e Gilbert Stone Scholarship (2015).

 

 

 

O carioca trabalha como assistente do artista Carlos Vergara em suas visitas ao Rio e também com Raul Mourão em seu Studio no bairro do Harlem em Nova York. Seu currículo conta mostras coletivas em Nova York, Londres e no Rio de Janeiro, além de participações nas feiras SP Arte e Art Rio. Atualmente o jovem artista faz sua primeira exposição individual  na Mercedes Viegas, galeria pela qual é representado no Rio.

 

 

Leiam o que ele nos conta:

 

 

“Dia 16 de agosto na galeria Mercedes Viegas no Rio abriu a minha primeira exposição visual na qual apresento em torno de 15 pinturas inéditas. Os trabalhos fazem parte de uma série que eu venho desenvolvendo ao longo dos últimos dois anos. Para a construção de uma imagem, que tem como ponto de partida fotos que tiro de construções e arquiteturas da cidade de NY,  eu me utilizo de pôsteres arrancados dos tapumes de obra como o meu principal material.

 

Uma das coisas que mais me interessa nesse sistema são os limites criados pela disponibilidade do material, que naturalmente me propõe problemas pictóricos a serem resolvidos. Então o trabalho está sempre dialogando com esse limite entre o acaso e a intenção, mas o mais interessante é que o acaso em questão não é qualquer tipo de eventualidade. Ele se da pelo fato do material em uso ter sido produzido com outras intenções diferentes da minha como artista. Então todo o pôster que eu encontro carrega uma série de informações baseadas na intenção genuína de outra pessoa, seja ela a de anunciar um show, de promover uma marca, de fazer um protesto, uma mensagem política etc. Esse cruzamento de intenções me interessa porque ele leva pra dentro da pintura em conteúdo verdadeiro que diz respeito a um determinado lugar e tempo específicos.

E foi justamente pensando nessa questão que eu tive a ideia de, após terminar cada pintura, fotografá-la e reproduzir sua imagem em um papel de pôster e colá-lo novamente no tapume de obra. Após um registro diário fotográfico e de vídeo, arranco meu próprio pôster e eu uso o que aconteceu sobre a imagem da minha pintura como início de um novo trabalho.”

 

Mercedes Viegas Arte Contemporanea
R. João Borges, 86 – Gávea, Rio de Janeiro
Até dia 23 de setembro
AC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...