A EXPOSIÇÃO DE MIKA CHERMONT

 

MIKA CHERMONT

Esta semana fui à exposição de Mika Chermont de Britto e fiquei absolutamente encantada com o que ví.

Ela inventou uma forma, que amei, de retratar a nossa adorada praia de Ipanema. As fotos são todas iluminadas, ou seja, ficam numa montagem com luz por de tràs. Uma idéia super original e a praia do Rio ficou até mais bonita!

Convidei Mika para explicar sua arte.

Mika Chermont:
“Não sei se foi a publicidade ou o cinema, onde trabalhei por muitos anos, ou a própria vida, mas os detalhes sempre me chamaram mais a atenção. Detalhes esses, presentes no nosso dia a dia, que de tão acostumados, nem “enxergamos”: a beleza na simplicidade.

Experimentar, aprender é o que faço todo dia. Ainda reluto em utilizar retoques. Quero continuar “tentando” fazer cada foto ser uma continuação ou o complemento da outra, através de dois ou mais cliques  do mesmo objeto, ou parte dele, do jeito que ele realmente é.  Isso é o que  me desafia em descontruí-lo e, a partir daí, fazer com que se “encontre” e provoque  algum tipo de sensação, nos olhos de quem  vê.

Paisagens do Rio são outra paixão. A série Arpex, tenho um carinho muito grande. Por retratar a cidade onde nasci e que todo mundo que conhece se apaixona, é super instigante. Criar ângulos inusitados ou simplesmente o recorte do meu olhar, faz dessa “experimentaçao” um trabalho que me dá uma satifação enorme. E, quando vejo a reação de encantamento das pessoas, é o  meu maior retorno. Colocar essas imagens num suporte diferente, como o backlight, surpreende ainda mais. Com certeza o cinema me infuenciou.

Há quatro anos venho desenvolvendo esse trabalho com a luz. Faço testes com lâmpadas, de diâmetros e tamanhos diferentes, até chegar ao resultado que me agrade. É um processo e tanto.

Outro suporte que gosto muito é a lona.

Quando larguei a publicidade, fui mostrar meu trabalho de fotografia, que já vinha fazendo em paralelo, na galeria Mercedes Viegas. Fiquei lá por cinco anos.

Participei também de FotoRio, várias coletivas e palestra na Casa do Saber. Esse contato com o público é muito enriquecedor. Desde abril desse ano de 2012 que sai da galeria.  Com essa saída, abri o espaço que inaugurei na semana passada, agosto de 2012.

Quero voltar a expor em galeria sim, até porque só mostrei o meu trabalho em duas delas: na Mercedes Viegas, como falei, e na  Márcia Barrozo do Amaral.  No momento estou organizando novas séries e testes, o novo espaço, cursando EAV ( Escolas de Artes Visuais, do Parque Lage) com Anna Bella Geiger, Fernando Cocchiarale, Bruno Miguel. Quero aprender cada vez mais.” MCB

Mika Chermont mora e trabalha no Rio de Janeiro. Formada em jornalismo, sempre trabalhou com imagens. Começou na publicidade e no cinema: morou em New York,  onde iniciou o curso de  cinema na Parson’s, mas não terminou. Foi da primeira turma de fotografia da Paula Trupe, na EAV, em 1987. Participou de várias coletivas , sempre em torno dos temas geometria e grafismo. MP

CONTATO:
TEL: 021 9856 1888.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 ideias sobre “A EXPOSIÇÃO DE MIKA CHERMONT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *