A PÉ EM PARIS III FINAL

Várias fotos da Vivi, todas elas por agora, menos a da capa da Vogue que deve ter "alguuuns" anos...Olhem como ela é igual até hoje!

Esta é a parte final deste passeio divino pelas ruas de Paris que fizemos através do olhar, das fotos e das palavras de nossa querida VIVI ROCHA, que hoje faz aniversário!

Somos amigas há muitos anos, sou sua madrinha de casamento, e ela foi sempre um sonho de pessoa! Encantadora, divertida, bom papo, alegre, inteligente e linda, ela nos brinda com seus posts maravilhosos e a mim, Bebel e Maria Pia com sua amizade preciosa! Obrigada Vivi querida! God bless you!

AC

 

“A Pé em Paris, (parte 3, última)

St Germain Des Prés

Para mim, este bairro é completo, guardando suas devidas proporções é um misto de baixo Leblon com Ipanema. É lá que gosto de me hospedar quando visito Paris. De um lado do Boulevard Saint Germain está o comércio de roupas e do outro lado estão os restaurantes, cafés, cinemas, lojas de decoração, antiquários, etc…

Andando por lá vejo sempre cenas inusitadas, como por exemplo o pianista que levou seu piano para a calçada e tocou belas músicas compostas por ele mesmo.

ANUNCIOS DOS ÓTIMOS CONCERTOS DENTRO DAS IGREJAS

Nessas minhas andanças acabo sempre conhecendo coisas novas. Me perco por lá e só tento me achar quando está na hora de ir embora.  Assim, andando entre a Rue de Seine, Rue de Bucci, Rue Mazarine e por ali em volta, conheci a linda loja de chá Kusmi Tea; a pequenina Epicerie Da Rosa, fornecedora de muitos restaurantes e onde tudo que se come pode-se levar para casa, uma delicia e com um charmoso e feminino logotipo em forma de rosa que por si só já vale a visita; a sorveteria Amorino, com seu famoso sorvete de caramelo crocante ou o de vanilla com creme de cereja; a antiga casa de chás Mère et Fils fundada em 1854; a floricultura com flores que gostam do frio e que a gente não vê por aqui; as lojas de chocolates e as de queijos; os restaurantes com as ostras fresquinhas à mostra na calçada e muito mais…

 

 

 

O TARTAR DO DA ROSA PARA VIAGEM!

 

Gosto de andar também pelos antiquários da Rue Jacob, e pelas lojas de tecidos de decoração da Rue de Furstenberg e da Rue de L’Abbaye.  Eu adoro tudo, vou entrando e matando a minha curiosidade.

Olhem que linda essa loja de tecidos da foto! Nesse dia estava havendo uma feira de decoração e os show rooms estavam abertos ao publico.


As livrarias para mim são um capitulo a parte e em St-Germain tem muitas, adoro livros e comprá-los é viável porque além de baratos pode-se despachar pelo correio livre de impostos. A caixa de 7 kilos custa 47 euros, é só juntar tudo, levar no correio e despachar, e em 10 dias está no Brasil sem problemas.

Para as compras o bom é sair do Blvd St Germain pela Rue de Rennes em direção ao Bon Marché e ir entrando nas ruas do lado direito, Rue des Sèvres, Rue de  Grenelle, Rue du Dragon, Rue du Four…Nesse labirinto de pequenas ruas encontra-se o comercio de marcas de luxo. Com exceção da Hermès, as lojas são menores mas com muito charme.

Interior da loja Hermès. Um luxo!

Se houver pausa no shopping para almoçar, entre as várias opções tem o bonito Le Ralph’s, dentro da linda loja Ralph Lauren,  o ótimo e escondidinho Le Recamier cuja a especialidade são os suflês, tem o bar de La Croix Rouge, o italiano Emporio Armani Caffé ou o Primo Piano no primeiro andar do prédio da epicerie do Bon Marché. Aliás, uma voltinha dentro da epicerie é indispensável.

 

No capítulo dos museus, St Germain orgulhosamente abriga o maravilhoso Musée d’Orsay, que acabou grande parte de uma reforma sem nunca ter fechado suas portas, e reabriu várias salas em outubro de 2010. A sala dos impressionistas, com  novas cores nas paredes, verde, cinza chumbo, marinho, e vermelho e a nova iluminação, estão de cair o queixo, os quadros saltam aos olhos. Até o mais desinteressado dos visitantes fica atento à beleza desse museu.

Para um descanso e um lanchinho, lá dentro tem o novo e lindo restaurante projetado pelos irmãos Campana, arquitetos e designers brasileiros de sucesso internacional.

Tem também o pequeno Musée Maioll sempre com exposições interessantes.

A noite tem varias opções para jantar, o sofisticado la Société (cadeia Costes), o divertido Café Germain (cadeia Costes), o Les Editeurs, l’Atelier (Joel Robuchon), as saladas de queijo de cabra quente ou caprese na varanda do simples e boêmio Mabillon, o bar do Schmuck e muito mais….é só sair andando e escolher.

Depois da night ou da ultima sessão do cinema, tem o sanduiche na chapa servido no balcão do Snack Time (tipo Cervantes do Leme), ao lado do cinema UGC Danton, e que fica aberto até as 2 da manhã.


Depois disso tudo, só resta ir dormir torcendo para chegar o dia seguinte e começar tudo de novo! ADORO.

VIVI ROCHA

Clique aqui para o “A Pé em Paris I”

Clique aqui para o “A Pé em Paris II”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

12 ideias sobre “A PÉ EM PARIS III FINAL

  1. Vivi,querida,que bom saber que temos gostos em comum.Cheguei semana passada de Paris e estava ,como sempre,uma maravilha.Muitos beijos pelo aniversário , como sempre estás linda!

  2. Vivi querida, que delícia ler tudo o q vc escreve, eu adoooooro !!!
    Lindas fotos e linda homenagem do Blog só prá vc !!!
    Happy B-Day !!! Eu desejo tudo de MELHOR sempre na sua vida e dessa família nota 1000, bjossssssss

  3. Que máximo essa homenagem! obrigada por tudo!!! e obrigada por lerem meus posts também, fico muito honrada.
    beijos, God bless you all!
    vivi

  4. Passeei com voce, matando a saudade de Paris e Saint Germain Des Pres… Gracas ao seu primeiro post, resolvi marcar uma ida a Paris na Pascoa. Parabens pelo post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *