AS OBRAS DE ARTE DE CECÍLIA MACHADO

O maravilhoso mundo virtual reforça nossos bons hábitos!

O mundo virtual ao qual eu fui introduzida, pelo nosso beloved BLOG, me deixa cada dia mais encantada pois, ao contrário do que imaginava, ele soma mais do que toma, agrega apesar da aparente solidão e não usurpa o lugar de nossos queridos hábitos.

As amizades improváveis que o FB viabiliza: OBA!

E neste “mar de rosa internético”, os amigos do Facebook são a personificação da tese “aldeia global”: quantas pessoas incríveis, de geografia inviável, entraram na minha vida por conta desta mágica rede… Como Cecília Machado, minha amada que nunca vi, pessoalmente. Talvez o mundo real esteja se tornando coisa do passado!

A elegância de Cecília Machado, rodeada por suas bolsas.

Este post, feito a quatro mãos ( as delas + as minhas ), é sobre esta maravilhosa empresária/artesã que um dia me perguntou, via FB, se podia mandar-me sua história. Abençoado dia e história divina, que vou dividir com vocês, editando seu lindo relato no formato do BLOG. BN 

Cecília MACHADO: “Nasci, no Rio, já respirando moda pois minha família era dona da marca Bonita ( BN: um must da moda infantil carioca ). Predestinada ou não, segui o rumo de casa, indo estudar moda em Londres e quando voltei fui trabalhar como editora do assunto.

Quando a minha geração casou, esta escultura de bananeira balinesa era um must have: quanto maior, mais a casa da pessoa bombava... BN

Um destes acasos, a descoberta de Bali nos anos 60/70, mudou minha vida. Ao buscarem o paraíso indonésio das ondas perfeitas, os surfistas também encontraram um artesanato local maravilhoso e difundiram este achado mundo afora, tornando-se os primeiros empresários desta conexão balinesa. Quando chegou minha vez, pensei que poderia fazer o mesmo: ser o elo de ligação de um artesanato bacana brasileiro com as sofisticadas lojas das capitais.

A deliciosa cidade de Nova Resende, onde Cecília primeiro se instalou. BN

Assim, em 2003, fui parar na cidade de Nova Resende e com a boa vontade da prefeitura local formei um grupo de artesãos auto-didatas, a começar por mim. Desenvolvemos a confecção de cestos de palha, no começo usando Taboa, e aprendemos a trançar vendo vídeos, pedindo dicas ao pessoal da roça e lendo sobre o assunto. Em oito meses já vendíamos para a paulista Daslu e a carioca BlueMan!”. CM

Editorial da Revista da Daslu, com o lindo cesto da Cecília. (Como eu me lembro desta foto da bata que foi a febre do verão e estampava NS de Guadalupe! BN )

Eis a peça piloto da primeira encomenda da BlueMan, comandada pelo ícone fashion David Azulay: Cecília a guarda até hoje! Nesta cesta ela trança palha e tecido! Bárbara até hoje... BN

Em 2006, vem mais uma e definitiva mudança na vida desta empresária, que não sossegou enquanto não acertou! BN

A linda e definitiva casa de Cecília em Muzambinho para aonde ela mudou-se atrás de qualidade com produtividade! BN

CM: ” Em 2006, deixei São Paulo, aonde eu morava então, para me estabelecer, junto com minha fábrica, em Mozambinho, ao lado de Nova Resende. Nesta cidade encantadora, de 20 mil habitantes, encontrei uma mão-de-obra mais disponível.

A inspiração de Cecília vem na hora do ato de criar: esta é sua última cria! BN

Hoje, mal tenho tempo de visitar os amigos, fora de Minas, pois trabalho intensamente, com um pique de NYC, em pleno interior do Brasil. Estou conectada com o mundo, pela internet, vejo as revistas de moda mais incríveis através dela, mas só para diversão. Minha inspiração vem mesmo é da rotina do trabalho, da mistura de materiais e descoberta de novos trançados. Crio quase que diariamente, seguindo minha inspiração, sem pensar no calendário. Não gosto de enfeites inúteis ou ferragens, nas minhas bolsas só alça e fecho. Destaco as formas, as misturas de cores e a variedade de trançados”. CM

Cecília também confecciona tapetes lindos de palha ou EVA, um emborrachado próprio para este intuito. Curtam o trabalho desta artista de mão repleta! BN 

CLIQUE AQUI PARA O SITE!

A fachada da fábrica de Cecília.

Aqui, artistas traman um lindo e mega tapete!

Uma bolsa sendo trançada num molde de madeira!

Linda e de palha!

Esta é só de couro: amei também!

Lindas e coloridas!

Esta bolsa mistura EVA com couro!

Esta de crochê de EVA colorido!

Poliuretano ou PVC também são usados para fazer suas bolsas, já que funcionam como couro sintético. Visual, não?

Pensou que era só para a produção diurna? Olha que linda esta carteira bivolt: vale para a noite também. E é de EVA...

Outra linda pra seu Look noturno.

Termino com as palavras de Cecília: " Há poucos meses, visitando o site da Bottega Veneta, por puro respeito e admiração, deparei com uma bolsa que me lembrou uma mistura de cores que eu havia feito num tapete de EVA uns meses antes. Pesquisando meu site, descobri que havia uma foto do meu tapetinho naquelas cores, lá no final da minha webstore e foi com imenso orgulho que tive a impressão de que alguém lá na Bottega, pelo menos uma vezinha, olhou meu site". CM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

20 ideias sobre “AS OBRAS DE ARTE DE CECÍLIA MACHADO

  1. Cecília Machado é o máximo! A bolsa que tem no site para meninas é de parar o trânsito! Minha filha de 8 anos tem e toda vez que usa, alguém pergunta de onde é aquela bolsa maravilhosa! Eu também tenho. São muito lindas!
    Beijos pro blog mais antenado do Brasil!

  2. Muito lindas as bolsas e os trançados!! Lembro tanto da “Bonita”.. A primeira se não me engano, ficava na Av.
    Copa, quase esquina da Constante Ramos.
    Bjs Bebel querida!! vabr

  3. Bebel,
    Sou grande amiga da Cecilia há muitos anos e adoro tudo o que ela faz. As bolsas dela são lindissimas, de muito bom gosto. E tambem quero te dar parabens pelo seu blog, com materias muito interessantes!!!!

  4. Olá Cecilia,
    Não tenho conseguido falar com você para encomendar mais bolsas. Perdi meus contatos
    no celular e lá se foi o seu número.
    Por favor faça contato comigo.
    Super obrigada,
    Vera Lygia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *