Pirei com a pulseira “volúpia” e fui atrás de notícias da TUN!

 

Dia destes, vendo um editorial de moda, fiquei encantada com a pulseira que fazia toda a diferença no “look” e corri pra me atualizar…

 

Lindo o brinco “Núbia”.

 

Dramático o brinco “Caracol”.

 

Muito “cool” o brinco “Pincelada”.

 

Brinco “Twiggy”… Faz um “look”.

 

Era da TUN, que quer dizer batida, pulsação, ritmo do mundo. Mas também é sinônimo de acessórios contemporâneos…

 

Amei este colar e seu nome: “Estrela Cadente”!

 

Colar “Hibisco”: amei o visual!

 

O colar “Afrika” dá pra um baile com certeza…

 

Moderno o colar “W. Flintstone”… E o nome é muito divertido, amo a Wilma!

 

Colar “Iemanjá” pra quem vai usar um decote…

 

Capitaneada pelos artistas plásticos Lia Menna Barreto (especialista em acessórios rendados à mão) e Marco Fuke, a marca tem raízes na “pop art”, “street art” e a estética dos “80ties”, mas procura fazer coleções atemporais que vão da feira ao baile, com todo louvor… Vejam nas fotos! BN

 

Tem mais fofa que a pulseira “Gatinho”?!

 

Indiana contemporânea esta pulseira by Guto lacas para a “DesignTun”.

 

Clássica modernidade a da pulseira “Barbarella”.

 

Luxo só a pulseira “Agnes”.

 

Pulseira “Calêndula” é pra lá de linda.

 

Adoro par de pulseiras como estas “Kenya”.

 

CLIQUE AQUI PARA O SITE DA TUN!
INSTAGRAM: @designtun

 

Super criativo este anel “Edward Mão de Tesoura”…

 

Pra quem ama borboleta…

 

Anéis estilo andança…

 

Fecho com meu anel predileto: “Páginas ao Vento”… Tão romântico!

 

 

 

 

 

Ontem li esta frase perfeita: “Março is the new Janeiro”…
Efetivamente, o ano começou esta semana, que ele seja muito abençoado e só nos traga alegrias!

 

Delicada proteção!

 

Para ajudar os votos acima, dou pra vocês uma dica preciosa de colares lindos, feitos pelas amigas adoradas, Claudia Ferraz e Patrícia Marcondes. Além da beleza, as duas devotadíssimas de Nossa Senhora, desenvolveram todas as peças com medalhas em homenagem à nossa Santa Mãe!: proteção garantida!
Vejam nas fotos que divinas, em todos os sentidos! BN

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONTATO MADREDEUS:
EMAIL:
madredeusmedalhas@gmail.com
TEL:
+55 21 98689 6665

 

 

diamante-golden-jubilee

Diamante Jubileu de ouro 545,67 que pertence ao rei da Tailândia.

 

O diamante e o mais duro de todos os minerais, apesar de sua aparência, é um cristal de puro carbono, como o grafite. Normalmente ele é incolor, mas elementos químicos podem lhe dar uma cor avermelhada ( existem apenas quatro no mundo), azul (raríssimo e muito procurado), branco, cinza, amarelo, verde, marrom e rosado. Não é à toa que todas nós somos loucas por ele!

Desde o século IV A.C. o diamante já era conhecido na India e, no Brasil, foi descoberto em 1725, quando um esperto português chamado Sebastião Leme do Prado notou que as pedras utilizadas nos jogos pelos mineradores de pepitas de ouro no rio dos Marinhos, em Minas Gerias, nada mais eram que diamantes. Muitos escravos esperavam obter sua liberdade achando uma grande pedra, e foi o caso de um, quando, em 1853, encontrou em águas do rio Paranaíba um diamante de 254.5 quilates, batizado de estrela do Sul.

Na Africa, a descoberta do diamante se deu por volta de 1866, e logo se constatou que o pais possui uma das maiores reservas deste mineral, principalmente na região de Kimberley, na Africa do Sul. Hoje em dia, os principais  países produtores de diamantes são Austria, Republica Democrática do Congo, Botswana, Russia, África do Sul, Namíbia e diversos países da América do Sul.

A primeira associação cooperativa dos diamantes foi criada no final do século XVI. No Renascimento, Veneza e Milão desenvolveram a arte de lapidar a pedra, e os seus ateliês supriam a demanda de toda a corte europeia. Bruges e Anvers foram as mais importantes cidades de transação de pedras. Na virada do século a sociedade the Beers passou a deter o monopólio da produção de diamantes do mundo pois comprou a principal mina de diamantes da Africa do Sul.

Os quatro fatores mais importantes para medir a qualidade de um diamante são:

_ Corte ( lapidação), côr, carat ( quilates) e clareza.

ALGUNS DOS MAIORES E MAIS INCRÍVEIS DIAMANTES DO MUNDO.

 

diamantes2

Cullinan 1 , star of Africa

 

JUBILEU DE OURO-

Africa do Sul 545,67 quilates. Amarelo amarronzado, pertence ao rei da Tailândia. ( foto acima ).

CULLINAN I

Africa do Sul 530,60 quilates, incolor, forma de gota, orna e cetro do tesouro britânico. Torre de Londres.

CULLINAN II

Africa do Sul 317,40 quilates, incolor, está na coroa imperial da Inglaterra. Torre de Londres,

GRANDE MONGOL

India 280 quilates, incolor, forma de semi-ovo. desapareceu…

CENTENARIO

Africa do Sul 235,35 quilates, incolor pertence a firma The Beers em Londres. Esse diamante foi encontrado no mesmo lugar que os Cullinan e depois de três anos de um laboriosos trabalho de lapidação, quando foi apresentado a mídia em 1991, o seguro da pedra foi fixado em 500 mil dólares o quilate!

 

diamante-jubilee

Diamante Jubileu

JUBILEU

Africa do Sul 235,35 quilates, incolor pertence a familia de Paul Louis Weller.

ESTRELA DO SUL

Brasil. Apesar de possuir 128,80 quilates está classificado apenas como sendo o décimo oitavo por tamanho, incolor, oval, foi vendido em 2004 pela Cartier numa bienal em Paris.

A pedra diamante é a “rainha das gemas” é a imagem da pureza e da perfeição. Por sua excepcional dureza, ele é o emblema de invencibilidade e da incorruptibilidade!

MP

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...