FullSizeRender-1

Victor Patino e MP

 

Meu amigo Victor Patino, depois de passar por todas as grandes marcas como diretor de marketing, na Dior em Paris, Viviane Westwood em Londres, Prada em Milão e Gucci em Florença resolveu se lançar na decoração. Victor é muito craque para isso, tem o maior bom gosto e está fazendo a coleção mais linda de caixas de malaquitas do mundo!

Virou meu sonho de consumo, e acho que o de muita gente, e com certeza vai fazer um sucesso louco mundo afora!

Devo dizer que é realmente muito difícil de escolher,  pois todas são absolutamente imperdíveis, obras de arte by VP.

 

FullSizeRender-2

Mon grand jardim: Malaquita, prata, turques e rubis.

FullSizeRender-4

Caixa mon grand jardin: Malaquita, vermeil, pérolas e rubis.

FullSizeRender-8

Mon grand jardim: Malaquita, prata, pérolas e rubis.

FullSizeRender-7

Malaquita e prata.

FullSizeRender-3

La sourie voleuse: Malaquita, vermeil, caixa menor.

FullSizeRender-6

Mon petit jardin: caixa de malaquita ( menor) , prata, rubis.

FullSizeRender-5

FullSizeRender

Detalhe do ratinho de vermeil.

As caixas podem ser encomendadas em 3 tamanhos, em malaquita ou ébano, de prata ou vermeil. Victor é um grande criador, desenha cada peça com muita originalidade. Em algumas que não estão fotografadas, ele utiliza prata que pode ser personalizada com nome e data. Nada mais chique para um lindo presente inesquecível!

Por enquanto Victor está despachando só pela Europa mas em breve estará pelo Brasil também.

MP

Contato: v.patino@hotmail.it

 

Um presente lindo e cheio de história pra contar: Amei Patrícia querida!

Um presente lindo e cheio de história pra contar: Amei Patrícia querida!

Minha querida amiga Patrícia Peltier prima pelos presentes mais lindos e requintados. Dia destes, me trouxe “das Arábias” um xale que, além da beleza me fez, como num passe de mágica, sentir-me a própria “Maharanee de Jaipur”…

 

Vejam que lindo o envelope que embalou meu xale de "maharanee"!

Vejam em “close” o envelope que embalou meu xale de “maharanee”, da “Lumination Collection”, inspiração em desenhos sul asiáticos medievais: lindo demais!

 

Embalado num envelope lindo de papelão estampado com uma cena da Ásia de outrora, trazia um único nome e em destaque, mas sem maiores detalhes: Jim Thompson!

 

Direto pra "Amazon" à procura da biografia do fantástico (e pra mim desconhecido) Jim Thompson!

Direto pra “Amazon” à procura da biografia do fantástico (e pra mim desconhecido) Jim Thompson!

 

Imaginei ser o nome da “label”, mas algo me dizia que tinha aventura no rastro deste “senhor”, por isso resolvi pesquisa-lo… Descobri uma história tão fascinante que, quando me dei conta, já estava na “Amazone” comprando a biografia do empresário norte-americano que ajudou a revitalizar a indústria de seda tailândesa, nos anos 50 e 60, salvando-a da extinção.

Nascido no estado de Delaware, EUA, e filho de um próspero industrial têxtil, Thompson formou-se em 1928 em arquitetura e passou os próximos 10 anos trabalhando em projetos, num conhecido escritório novaiorquino. Paralelo à profissão, também fez parte do “board” do renomado “Ballet Russo de Monte Carlo”.

À esta altura, seu destino começa a delinear-se quando larga o trabalho para alistar-se ao exército americano e seguir pro mundo como combatente, na Segunda Guerra Mundial. Depois de várias missões sucedidas, é mandado pra Tailândia em 45, onde chega junto com a rendição do Japão & cia e o final da guerra.

Entre idas e vindas, estabelece-se no país de vez para fundar, em 1948, a “Thai Silk Company Limited”, que deslanchou mundialmente ao fornecer os tecidos para o famoso musical da Fox, “The King and I”!

 

A linda casa de Thomson, em Bangkok, hoje museu!

A linda casa de Thomson, em Bangkok, hoje museu!

 

Nos anos 50 e 60, Thompson ajudou o renascimento da indústria de seda tailândesa, legando à ela a invenção de tons vibrantes e dramaticamente misturados em suas estampas. Esta herança virou marca registrada da indústria têxtil local.

 

Vejam a beleza do "mix" de estampas lindamente compostas no meu xale!

Vejam a beleza do “mix” de estampas lindamente compostas no meu xale!

 

Também tirou milhares de trabalhadores da miséria ao revolucionar de novo, permitindo que a mão-de-obra feminina de sua empresa trabalhasse em casa, não impedindo que o serviço doméstico das mulheres operárias atrapalhasse o seu ganha pão.

 

"Moonlight" bangalô, de onde Thompson saiu para passeio sem volta!

“Moonlight” bangalô, de onde Thompson saiu para passeio sem volta!

 

Figura única no sudeste asiático, Jim torno-se o americano mais famoso da região e como alguns heróis românticos, fechou a história linda de sua vida, misteriosamente. Em 26 de março de 1967, Jim Thompson sai de seu “cottage” nas montanhas para dar um passeio sem volta: ele nunca mais foi visto!

 

Visual lindo do "Cameron Highlands, em Pahang, no oeste da Malásia: visual lindo!

Visual lindo do “Cameron Highlands, em Pahang, no oeste da Malásia: visual lindo!

 

Fiquem com este pequeno resumo de uma deslumbrante jornada e fotos que ilustram sua grande arte! BN

 

CLIQUE AQUI PARA O SITE JIM THOMPSON

 

"Look" de uma loja Jim Thompson: muito lindo!

“Look” de uma loja Jim Thompson: muito lindo!

 

Uma casa produzida com tecidos Jim Thompson: alto astral!

Uma casa produzida com tecidos Jim Thompson: alto astral!

 

 

 

shang-xia-2

Vivendo e aprendendo…Eu não tinha noção que o Hermès tinha criado uma marca na China, a SHANG XIA, para atender a demanda de um mercado emergente de milionários com gosto, tradição e costumes próprios.

Pois a “Hermès chinesa”, como é chamada a filial pelo próprio presidente do grupo, Patrick Thomas, foi criada em 2009, abrindo duas boutiques, uma em Xangai e outra em Pequim, e agora vai inaugurar sua primeira loja fora do Oriente, justamente em Paris!

CERAMICS-10-110817_copy1

Vendendo roupas, móveis, objetos para casa, acessórios e jóias, a SHANG XIA usa os melhores materiais e tem um preço menor do que os normalmente encontrados no Hermès, mas não chegam a ser uma pechincha… Os produtos misturam a tradição chinesa e técnica e estilos mais contemporaneos, tudo muito chic!!

Os projetos das lojas, incluíndo a de Paris, são do super arquiteto KENGO KUMA, sobre quem fiz um post AQUI.

TJ.-shang.xia1_

1103shangxia01_G_20101103081003

F201210091406031445132496

Mesmo sendo a dona da marca, o Hermès preferiu não associar seu nome à nova marca, mantendo a identidade distinta das duas e entregando a criação para a designer chinesa JIANG QIONG, formada em artes decorativas em Paris.

Enquanto isso, o Hermès possui 38 lojas na China que deverá se tornar, segundo os especialistas, o maior mercado mundial de luxo!

AC

F201210091406032725528481 F201210091406038713112802 F201210091411372509012172 from-asia-to-europe-shang-xia-to-open-in-paris_2  shangxia_beijing-1 CERAMICS-12-110953_copy1 dc359f03-30c1-4658-8c9d-cd795c128252 haute-today-shang-xia-shanghai Shang-Xia-560x374 shang-xia-more-about-china-1 shang-xia-more-about-china-2 shang-xia-more-about-china-3 shang-xia-more-about-china-4 shang-xia-more-about-china-6 shang-xia-more-about-china-7

Para o site, clique AQUI!

AC


Usei um serviço americano com "toile de Jouy" com desenho de prédios de Niemeyer. Pedi pra fada Nadia Alves de Souza que bordasse sua assinatura nos guardanapos.

Usei um serviço americano com estampa “toile de Jouy” cujo tema era desenho de prédios de Niemeyer/vistas emblemáticas cariocas: Amei este encontro. Pedi pra fada Nadia Alves de Souza que bordasse sua assinatura nos guardanapos.

 

Estou convencida que meu computador tem um “buraco negro” sugador de fatos e fotos, com vida própria e sentimentos nobres também: “Regreats, it had a few”…

Como foi com este jantar, que dei durante a Arte Rio 2013, para as queridas de uma amiga portuguesa que amo, proprietária da maravilhosa Galeria Baginski. O registro, que sumira há tempos, como num passe de mágica e, do nada, reapareceu em meu arquivo.

Mostro pra vocês, então, as fotos da mesa que fiz em torno do grande artista Oscar Niemeyer, tema que achei que combinava com minha adorada homenageada. BN

 

A MESA:

 

Com o essencial.

Com o essencial.

 

De outro ângulo!

De outro ângulo, para vermos as flores.

 

DETALHES:

 

Usei uma escultura de Oscar Niemeyer como centro de mesa!

Usei uma escultura de Oscar Niemeyer como centro de mesa!

 

"Visão aérea" do centro da mesa.

“Visão aérea” do centro da mesa.

 

Detalhe de um dos lugares.

Detalhe de um dos lugares.

 

Velas acesas esperando as convidadas...

Velas acesas esperando as convidadas…

 

Entrada: suflê de queijo com calda de camarão (ao lado, na mini molheira, por conta dos alérgicos).

Entrada: suflê de queijo com calda de camarão (Esta à direita, na mini molheira, por conta dos alérgicos).

 

O “APARADOR”:

 

Usei, para florir o jantar, um conjunto de mini orquídeas que achei na nossa beloved Cadeg!

Usei, para florir o jantar, um conjunto de mini orquídeas que achei na nossa beloved Cadeg!

 

O cardápio...

O cardápio…

 

Como a homenageada é portuguesa, a sobremesa eram doces brasileiros e jabuticaba, pra as "diets".

Como a homenageada é portuguesa, a sobremesa eram doces brasileiros e jabuticaba, pra as “diets”.

 

... E mais os queijinhos que amamos com nossos doces!

… E mais os queijinhos que amamos com nossos doces: Catupiry, requeijão, queijo meia cura Solidão.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...