Ao decorrer da evolução da beleza humana o estereotipo foi mudando, resultando vários tipos de belezas diferentes.

A beleza clássica, a da Renascença por exemplo, é bem exemplificada pela Mona Lisa que é um bom exemplo de perfeição do rosto da mulher.

Coco Chanel tinha mais uma beleza clássica e elegante com traços finos e bem clássica.

Uma artista que adoro e considero de grande beleza e elegancia é a Audrey Hepburn.

Marilyn Monroe era referência total de uma beleza sensual que os homens adoravam .

Sophia Loren, protótipo da beleza italiana sensual e super chamativa, diria mesmo beleza exótica!

Agora o conceito de beleza equilibrada é o rosto de Angelina Jolie perfeito e simétrico.

Hoje em dia com todas as técnicas modernas e recursos dermatológicos, a mulher pode se permitir ter uma beleza quase que perfeita, com proporções totalmente simétricas. As técnicas são várias como preenchimentos com ácido hialurônico, plásticas das mais variadas, lasers, botox, realmente as práticas são inúmeras!

Mas para mim a beleza de uma mulher nunca é isolada, ela é sempre um todo. Uma mulher elegante, com gestos educados, bem vestida, culta, inteligente é sempre mais linda que a mulher apenas bonita de traços. A beleza é um conjunto, podem ter certeza disto, aliás, amei o que disse Carla Bruni em entrevista para a revista Veja…

“Depois dos 35 anos, a beleza é resultado da simpatia, da elegância, do pensamento, não mais do corpo e dos traços físicos. A beleza se torna um estado de espírito, um brilho nos olhos, o temperamento. A sensualidade vai decorrer mais da sensibilidade do que da aparência. Uma mulher chata pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher burra pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher egoísta pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher deprimida pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher desagradável pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher oportunista pode ser bonita antes dos 35 anos. Uma mulher covarde pode ser bonita antes dos 35. Depois, não mais, depois acabou a facilidade. Depois o que ilumina a pele é se ela é amada ou não, se ela ama ou não, se ela é educada ou não, se ela sabe falar ou não. Depois dos 35 anos, a beleza vem do caráter. Do jeito como os problemas são enfrentados, da alegria de acordar e da leveza ao dormir. Depois dos 35 anos, a amizade é o creme que tira as rugas, o afeto é o protetor solar que protege o rosto. A beleza passa a ser linguagem, bom humor. A beleza passa a ser inteligência, gentileza. Depois dos 35 ,45 ,55 , 65 … anos, só a felicidade rejuvenesce.”

Concordo plenamente !

MP

Fiquei totalmente encantada com o talento de Bia Ferraris em alguns eventos que ví dela.

“Sempre adorei preparar festas, mas a decoração de eventos virou trabalho depois que fiz o casamento de um primo e me apaixonei pelo processo.

Amo o que faço, começando pela busca por novidades. É sempre importante inovar, seja com fornecedores parceiros ou novos. O que me guia nessas buscas, claro, é o sonho de cada cliente. Meu trabalho é entender o que eles querem e transformar em realidade. Para isso, é fundamental pensar em cada detalhe. Outra coisa que eu amo: os detalhes! Eles, definitivamente, fazem toda a diferença.

Enfim, chega o grande dia e o importante é que os clientes fiquem muito felizes com a festa! Que tenham, mesmo, um sonho realizado!

Há poucos meses, fiz a decoração do meu próprio casamento e foi delicioso transformar também o nosso sonho em realidade.”

Vejam esta festa de seu proprio casamento feita por ela, um novo talento romântico e elegante nasce na cidade!

MP

 

Contatos: Bia Ferraris Decoração Tel : + 988 951472.

Site: www.biaferraris.com.br

Instagram: biaferrarisdecoracao

 

 

Adorei as estátuas de cerâmica da inglesa Claire Partington, elas são inspiradas nos contos para crianças, no design do século XVII , e nas roupas do passado, misturando história e contemporaneidade. São muito divertidas e estão fazendo grande sucesso no mundo internacional das artes.

MP

 

 

Entre no site para maiores detalhes: http://www.clairepartington.co.uk/

Principe Al Thani. 

 

A primeira vez que o Principe Al Thani se apaixonou pelas joias indianas, foi quando viu a exposição: “Maharajah no museu Victoria and Albert, resolveu então fazer sua própria coleção, com as peças mais raras, antigas e contemporâneas. Esta exposição em Paris, no Grand Palais, está incrível, amei e achei a apresentação realmente espetacular.

A coleção pode ser considerada uma das mais raras e únicas do mundo, por grandes especialistas como Amin Jaffer que também foi curador da exposição. Vejam algumas peças que selecionei aqui .

 

O Principe tem apenas 30 anos e possui uma das maiores coleções do mundo de joias indianas. Pena que a exposição só fica até dia 5 de junho em Paris.

O filme abaixo, apesar de ser em Francês, ilustra muito bem este mundo encantado, que foi feito para esta ocasião tão especial !

MP

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...