FullSizeRender-2

Restaurante La Saulire em Courchevel.

 

La Saulire faz parte da minha lista dos melhores restaurantes de Courchevel, ele é situado bem no centro da cidade. O ambiente é divino, o decor típico é muito agradável, o dono Jacques é o maior amor do mundo  e o mais importante, a comida é excepcional!

A grande especialidade é a trufa negra e a carta de vinho um primor total. Foi uma das melhores fondues de queijo com trufas que já comi na vida, e é sem duvida a comida que temos vontade de comer na montanha e tudo feito com muito requinte!

La Saulire: + 33 0479 080752

MP

FullSizeRender-4

Adorei o “trompe L’ oeil”

 

 

FullSizeRender-1

Reparem o tamanho da trufa!

 

FullSizeRender-3

Eu o simpático dono e o Embaixador Paulo Uchoa curtindo o “La Saulire”.

 

Esta é a porta para um dos restaurantes mais charmosos que conheço: "Da Ivo", em Veneza... Tão romântico!

Esta é a porta para um dos restaurantes mais charmosos que conheço: “Da Ivo”, em Veneza… Tão romântico!

 

Toda vez que algum amigo vai pra Veneza e pergunta sugestão de restaurantes, espero pra recomendar: vai no “Da Ivo”, é mágico e muito mais. Porque esta “cantina” elegantérrima e discreta está lá, desde que o mundo é mundo e, por um destes mistérios, continua reservada aos “iniciados no culto a Osíris”, mesmo tendo sido palco de uma das festas do casamento do ator George Clooney com Amal Alamuddin…

 

Tudo por lá é absolutamente encantador!

Tudo por lá é absolutamente encantador… Vejam o lindo cardápio!

 

Apesar de amar a Itália e ser sua cliente habitual, reservei minha ida ao reino veneziano para um dia, acho que por medo de reversão da expectativa. Assim, fui bater naquele deslumbramento há dez anos atrás, carregada de dicas das fontes mais diversas, entre elas, o restaurante “Da Ivo”, apresentado pelo querido jornalista Roberto Davila, que honra o sobrenome que tem: é um exímio conhecedor dos encantos italianos!

 

Vejam que delícia de ambiente...

Vejam que delícia de ambiente…

 

Prático e sucinto, ele só me recomendou o nome, sem maiores alardes. Talvez tenha sido até melhor, pois meu queixo passou a noite caindo, tantas as gratas surpresas. A começar pelo ambiente, pequeno e elegante na medida; staff parecendo de filme de Visconti tal a sobriedade, competência e requinte e um cardápio sensacional. Mas não parou por aí.

 

Pra dar água na boca: um dos carros- chefes da sua cozinha, o risoto de lá é pra comer rezando!

Pra dar água na boca: um dos carros- chefes da sua cozinha, o risoto de lá é pra comer rezando!

 

Suave é a noite por lá… Assim, os clientes quase sussurram na tentativa de tornarem-se transparentes e não atrapalhar a curtição alheia. Suspiro vai, olhares vêm, de repente surge um movimento do chiquérrimo “maître d’hôtel” rumo à uma janela à minha frente. Falsa como uma nota de U$ 2, depois de manusea-la acabou revelando sua real natureza, com todo “nonclalance”: porta acoplada que, quando aberta, dá no canaleto que margeia a entrada dos fundos do restaurante, para os sabidos que chegam de gôndola, triunfalmente!

 

Esta é a tal janela que vira porta, num piscar de olhos...

Esta é a tal janela que vira porta, num piscar de olhos…

 

A entrada digamos "aquática" do da Ivo, dando para um canaleto.

A entrada digamos “aquática” do da Ivo, dando para um canaleto: secreta pra os não iniciados, como eu… Roberto esqueceu de recomendar o pulo do gato: vai de gôndola!

 

Clientes esperando para sua romântica saída!

Clientes esperando para sua romântica saída!

 

Fiquei inteiramente siderada por este ballet arquitetônico e seu clímax: a chegada retumbante do muso Hubert de Givenchy, seu companheiro Philippe Venet, mais Marina Cicogna e um grupo. Achei muita graça ao observar que os teatrais clientes seguiam, com seus ares “blasés”, desconhecendo completamente estes movimentos. Até sermos interrompidos por uma curiosa americana, “upper east style”, seu genuino pragmatismo e o seguinte diálogo:
– “Excuse-m, but may I ask who are they?”…
– “Hubert de Givenchy e Philippe Venet”, resumi;
– “Whooooo????!”, retrucou…
– “Givenchy, the great fashion designer”, tentei de novo;
– “Whooo???”
Aí não tive dúvidas, vou de Audrey, pensei…
– “Breakfast at Tiffany’s”, proclamei!
– ” Oh, yeeessss, thank you!!!”, agradeceu a linda moça, radiante por ser re-integrada ao “assunto”.

 

Hubert de Givenchy, cliente habitual e a musa Audrey: conectados forever!

Hubert de Givenchy, cliente habitual e a musa Audrey: conectados forever!

 

Minha querida Audrey, eterna musa, me salvou. E adorei a noite, que seguiu seu percurso elegante e inesquecível! BN

CLIQUE AQUI PARA O SITE!

 

 

 

FullSizeRender (6)

Estive em Gramado outro dia, e realmente comi uma das melhores Apple strudel do mundo, num lugar chamado Castelinho. A casa foi construída em 1913 e sempre pertenceu a família alemã FRANZEN. Esta incrível receita já está na quinta geração, e é servida diariamente nos dois salões de chá. O lugar é um charme só, e diariamente é aberta para visitação. Quem passar por esta região não pode perder este programão!

MP

 

IMG_4972 A coleção de relógios de parede da família.

FullSizeRender (2)

Adoro este clima old fashion do lugar!

FullSizeRender (1)“DIZ O DITADO QUE COMER UMA MAÇÃ POR DIA É A RECEITA PARA VIVER MELHOR. E NÀO É EXAGERO, A FRUTA QUE É A ESTRELA DAS RECEITAS DO CASTELINDO TEM ALTO VALOR NUTRICIONAL.

ESSA FRUTINHA AJUDA O NOSSO CORPO EM UMA SERIE DE TAREFAS DIFICEÍS, COMO CONTROLAR O COLESTEROL, ELIMINAR TOXINAS E LUTAR CONTRA O ENVELHECIMENTO DA PELE.

DEVE TER SIDO POR ISSO QUE NEM EVA, NEM BRANCA DE NEVE RESISTIRAM. MAS NÀO SE PREOCUPE, AQUI NO CASTELINHO , ESTE FRUTO NÃO TEM NADA DE PROIBIDO'”

O que eu posso dizer é que certamente deve ser pecado da gula comer esta torta, pois é um deleite total, e ainda por cima não dá para parar…

 

IMG_4969

Reparem bem o brilho das panelas e o fogão antigo.

FullSizeRender

Adorei provar no fogão….

FullSizeRender (4)

Esta torta é dos Deuses mesmo!

FullSizeRender (5)

Entre no site e clique AQUI para ver o video do lugar e todas as dicas .

Tel: + 55 54 32783 208

 

img_1625

Philippe Starck , MP, e sua mulher Yasmin.

 

“Ma Cocotte” é o primeiro restaurante de bossa do ‘Marché au Puces”, inteiramente desenhado e pensado por Philippe Starck. Este mercado das pulgas, onde vários antiquários vendem coisas inusitadas que vão de espelhos encantados, à louças, passando por tapetes, prataria, quadros ou móveis. Amei este lugar onde a comida, feita pelo chefe Yannick Papin, é tipo caseira e deliciosa!

Quem passar por Paris não deixe de visitar pois o lugar é surpreendente e muito fashion…

img_1619

Olhem o visual.

img_1606

Dia ensolarado de inverno no restaurante.

img_1617

Cantinho muito charmoso.

img_1611

Adoro os detalhes.

img_1631

Muito linda as estantes.

img_1628 Fotografei o primeiro andar que é mais gostoso e claro, mas em baixo tem uma parte muito simpática onde se pode ver toda a cozinha, e o chefe em ação! 

img_1627 img_1624

img_1632

Eu e minha cunhada Denise Montenegro.

“Ma Cocotte” 

106 rue des Rosiers, Saint Ouen.

Tel. : 01 49 51 70 00

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...