“DRESS CODE”: COMO SE VESTIR PARA DIVERSAS OCASIÕES DO DIA À DIA

INT_dresscode_orig

Venho pensando em escrever este post há tempos…

Voces já viram alguém ir à praia de terno? Ou à enterro de biquíni? Pois tá quase assim por aqui…A turma do “sem noção”, cada dia aumenta mais… O modo como nos vestimos reflete o respeito que temos por cada ocasião em especial.

 

LEANDROHASSUMMARCIUSMELHEMG

Leandro Hassum e Marcius Melhem numa gravação!

 

É polemico o assunto? Sim, pois em tese cada um veste o que quer, mas existe o famoso “dress code”, que literalmente significa que para cada ocasião, deve se colocar um tipo de roupa.

Vamos então dizer que é de bom tom usar certas roupas que serão apropriadas para determinadas situações.

 

photo-171

Já pensou se o voo atrasa? Aonde a pessoa vai assim? Socorro!

 

1- Viajar de avião virou sinonimo de vestir quase um “pijaminha” ou estar bem à vontade a bordo, tipo short e havaianas…Nada mais feio e nada a ver! Vai que o avião quebra, atrasa, suas malas já estão despachadas e voce vai ficar como? A sua roupa combina com a temperatura da cidade em que está? Temos que estar vestidos confortavelmente, mas preparada para o que der e vier: uma calça confortável ( eu gosto de viajar de jeans com muito “stretch”), uma camisa, camiseta ou sueter que não amassem, e um casaco, jaqueta, blaser, ou similar, pra quebrar o galho do frio e da elegancia. Sapatos ou botas com que voce possa andar muito! Tenho visto pessoas trocarem de roupa para voos longos, ok, e depois desembarcarem vestidas como embarcaram.

 

article-1313766-0B4479ED000005DC-110_306x515

Stella McCartney perfeita no funeral de Alexander McQueen

 

2- Velórios, enterros, Missas de Sétimo Dia, são eventos tristes, e desde sempre, a sobriedade deve imperar. O pretinho básico, ou a cor escura é sempre a melhor pedida. O que tenho visto de cor de laranja, vermelho (!), ou roupas nada a ver, tá demais… Concordo que a solidariedade é o fundamental nestas horas, mas se der pra pensar e se vestir de acordo, melhor. Se não der, vá como estiver, pois a melhor roupa neste momento é o abraço de conforto e amizade.

 

au-sexy-a-line-halter-beading-floor-length-chiffon-wedding-guest-dresses-906-2

Quer usar num casamento? OK, mas na Igreja tem que ter um xale por cima! Tira na festa e divirta-se muito!

 

 

3- E as madrinhas “semi nuas” nos altares de casamento, ou as convidadas na Igreja?? Gente, da até vergonha a falta de noção… Querem chamar mais atenção do que a pobre da noiva, que está achando que vai arrasar no deu dia “D”… Meu conselho: no altar e na Igreja não pode! Tem que estar vestida. Põe um casaquinho, um xale, uma echarpe, o que seja, e deixa o strip-tease para a festa, combinado?

 

Dica para os homens nunca errarem:

Mens-Dress-Code

keep-calm-and-follow-the-dress-code

 

AC

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 ideias sobre ““DRESS CODE”: COMO SE VESTIR PARA DIVERSAS OCASIÕES DO DIA À DIA

  1. Delicioso seu post AC!! Rachei com as “madrinhas semi nuas”!! rsrs Concordo em genero, número e grau!! Como faço para te enviar a receita de suflê de chuchu?? bjbjbj

  2. Tenho visto horrores, total falta de discernimento em nome da “elegância” (?) e modernidade!Uma pena ,pois a verdadeira ELEGÂNCIA reside no bom senso e na simplicidade.Bjs carinhosos,Helena.

  3. A idade e o corpo também devem ser levados em consideração!
    Na minha opinião “O erro fatal é acreditar que usar roupas ‘jovens’ fará com que a pessoa readquira a juventude, sobretudo quando existe uma incompatibilidade entre o seu corpo e o que ela pode vestir”. Parabéns, adorei o post!

    • Maria Teresa querida, deixei este quesito para o proximo post, pois tentei “pegar leve” nas minhas observações… Mas voce tem TODA razão! Não só a roupa deve ser adequada para a idade como para o corpo real da pessoa! O que tem de gordinha se vendo como um palito e abusando das roupas justérrimas, não está no gibi… Beijos e muito obrigada por comentar, adorei!

  4. Olá! Perfeito seu post e mega pertinente, vimos por aí coisas inacreditáveis…Fui há uns 4 anos, numa missa de 7º dia, em que a sobrinha, da senhora pela qual estávamos na missa, e, tbm uma “senhora” trajava um vestido tomara que caia, eu, sim, quase caí. Não importa, se era verão no Rio!!!

    Um abraço,
    C

  5. Eu continuo acreditando que você tem que ser apresentadora do Superbonita, Esquadrão da Moda, Decora, de todos da H&H, etc…! Rsrs. Sempre a mais bela…, e CRÍTICA!
    Vou levar uma bronca muito grande se disser que viajo de pijama? Mas me troco dentro do avião, ainda mais quando os voos chegam a umas 15 horas…! E, como fiz em Dubai, fiquei a conexão TODA desfilando de pijamas por lá. Mas era O pijama! Hahaha. Pode brigar!!!

    Beijos enormes!!!!

  6. Querida AC, saudades!
    A-DO-REI o post! Felizmente não estou sozinha. Sabe que fico abismada com o que tenho visto? Sem falar nas “celebridades” que aparecem praticamente nuas nas festas. Outro dia, a Gloria Kalil fez um comentário sobre isso no blog dela e as pessoas, mal educadas, falaram horrores! Claro que não sabem o que é dress code; aliás, pouca gente sabe, infelizmente . Aqui em São Paulo, numa igreja, havia um padre que mantinha uma coleção de pashminas para distribuir àquelas madrinhas que estivessem muito “peladas”; achei muito bom, mas, de novo, não aprovaram.
    Beijos da Sandra 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *