Entrevista: Andrea Gouvêa Vieira

Andrea Gouvêa Vieira é pré-candidata à Prefeitura do Rio de Janeiro.
Vereadora pelo PSDB, super atuante e presente no dia a dia dos cariocas, ela responde ao nosso blog!

AC: Como você avalia a administração do Prefeito Eduardo Paes?

AGV: Vou separar a avaliação em duas:
Para a pessoa do prefeito, dou uma nota boa, acima de 7 – trabalhador, sempre presente, animado, corajoso.
Para o governo uma nota ruim, abaixo de 4 – falta planejamento, falta prioridade(ou tudo é prioridade), inauguram-se idéias e as coisas não vão adiante, mas ninguém fica sabendo.

AC: Sendo eleita, quais serão seus focos principais?

AGV: Fazer um governo ouvindo a população, suas demandas bairro a bairro. Temos projetos ambiciosos, importantes, que devem ter continuidade, mas o dia a dia do cidadão não melhora. É como se o farol estivesse sempre alto, e os buracos à frente jamais iluminados com o farol baixo. Precisamos emancipar o cidadão, colocar o servidor público a serviço do cidadão, fazer a prefeitura funcionar para fora, ao invés de servir a si própria.O prefeito não pode ser um sabe tudo, porque ninguém é. Precisa ouvir.
Na questão temática : Educação, Educação,Educação. Temos recursos de 500 milhões que há 11 anos não entram na educação, embora estejam carimbados para a Educação.
Com esses recursos, em 10 anos, a gente tem tempo integral, de creche a 9 série, em toda a rede pública. É possível, na ponta do lápis.

AC: Você  vê possibilidade de uma ação do Estado de forma pacífica, sem confrontos, na comunidade da Rocinha? A comunidade deseja uma UPP na sua opinião?

AGV: Vejo sim. A Rocinha quer viver em paz, mas a população precisa de garantia de que vai trabalhar e quando voltar encontrará sua casa protegida, seus filhos em segurança. Creio que acontecerá lá da mesma forma que aconteceu nas outras comunidades que receberam UPP.

AC:  Você concorda com a tese que uma administração verticalizada, Governo Federal, Governo Estadual, Governo Municipal, alinhados, favorece a população? Se sim, qual o argumento pra defender a sua candidatura?

AGV: Acho que essa verticalidade é uma falsa necessidade. O Rio sofreu décadas, não porque tinha governos desalinhados do ponto de vista partidário. Sofreu porque cincidentemente teve um casal governador/ra e um prefeito por 16 anos cujas personalidades e forma de governar exigiam o conflito, entre eles e deles com o Governo Federal. Veja São Paulo, nunca foi alinhada e nem por isso foi prejudicada. A mesma coisa Minas Gerais.
Esse discurso de alinhamento é tão perigoso que põe em risco a democracia. Agora é Governos Unidos Jamais Serão Vencidos. Já estamos observando uma versão disso mais grave: Poderes Unidos Jamais Serão Vencidos: Legislativo como mero apêndice do Executivo e a Justiça blindando o Executivo. Se isso se cristalizar, será a desgraça da sociedade democrática, que exige pesos e contrapesos.
No caso do Rio, há um discurso de que se o atual prefeito não for reeleito haverá risco para a Copa e as Olimp[iadas. Totalmente falso.É possível realizar de maneira muito mais transparente tudo o que está previsto.

AC: Que nota você dá para o Governo da Presidente Dilma? Por que?

AGV: Um Governo que em oito meses já perdeu quatro ministros por suspeitas de corrupção, está para perder outros, mostra uma presidente que escolhe mal seus auxiliares. A faxina , que obviamente devemos todos apoiar, não reduz a responsabilidade da presidente pelas péssimas escolhas.É motivo de preocupação.
Até agora foi isso que apareceu. A competência e eficiência de gestora propagadas na campanha ainda não estão demonstradas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Uma ideia sobre “Entrevista: Andrea Gouvêa Vieira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *