EXPÔ DO GRANDE FOTÓGRAFO MARCEL GIRÓ EM SAMPA: IMPERDÍVEL!

 

 

Eis o lindo convite para a abertura da linda exposição!

Eis o lindo convite para a abertura da linda exposição!

 

Hoje, terça-feira, 5 de novembro, os paulistanos e passantes têm um programaço: a abertura da maravilhosa exposição de fotografias do divino Marcel Giró, na Galeria Bergamin, sob a batuta da talentosíssima e minha querida Antonia Bergamin!

 

Uma das lindas imagens de Giró que estará exposta!

Uma das lindas imagens de Giró que estará exposta!

 

Com curadoria competente de Iatã Cannabrava e Isabel Amado, a mostra reúne 40 imagens feitas pelo fotógrafo catalão do crescimento da cidade de São Paulo, na década de 50, do século passado.

 

São Paulo dos anos 50, by Giró!

São Paulo dos anos 50, by Giró!

 

Filho de um industrial do setor têxtil, Marcel Giró foi um aficionado por fotografia desde menino, praticou montanhismo e viajou mundo afora. Após viver duas longas guerras, veio para a América do Sul e, passando por São Paulo, encontrou o que havia de mais revolucionário em se tratando de sua paixão, num momento em que queria fincar raízes e retomar a vida cotidiana. Assim, renasce sua vocação fotográfica e ele acaba tornando-se um dos principais representantes do Modernismo, ao vincular-se à emblemática Escola Paulista de Fotografia, cria do prestigiado Foto Cine Clube Bandeirante.

 

Paixão eterna por fotografia!

Paixão eterna por fotografia!

 

A dupla afiada de curadores procurou evidenciar, na escolha das obras, o crescimento da cidade retratado por Giró, enfatizando a preocupação de sua geração em documentar as transformações urbanas, industrialização e a modernidade .

 

Urbanismo e modernidade!

Urbanismo e modernidade no auto-retrato em sombra…

 

Fragmentos como andaimes, antenas, muros, sem a presença da figura humana, compõem imagens lindas valorizando a arquitetura local. Esta preciosa coletânea de fotografias são vintage e originais da década de 50, como bem enfatiza a Antonia Bergamin. Para os interessados, todo acervo está à venda…

 

Andaimes...

Andaimes…

 

Antenas...

Antenas…

 

Fragmento de muro...

Fragmento de muro…

 

“Com um olhar apurado de esteta, suas melhores fotografias têm origem de fato no banal e cotidiano”, nos ensina Iatã Cannabrava;

 

"Abandano"…

“Abandano”…

 

Detalhe cotidiano!

Detalhe cotidiano!

 

“Nas sombras mais duras, na geometria mais fria, nos contrastes menos cadenciados: sempre há uma delicadeza que perpassa suas fotografias”, complementa Isabel Amado.

 

Sombras mais duras...

Sombras mais duras…

 

Geometria fria...

Geometria fria…

 

Geometria fria...

Contraste menos cadenciado…

 

… Sempre há delicadeza!

… Sempre há delicadeza!

 

Eu, BN, digo: “é pra lá que vou”! Vejam o porquê nas outras fotos…

 

 

Captura de Tela 2013-11-02 às 15.11.41

 

Captura de Tela 2013-10-31 às 19.54.23

Captura de Tela 2013-10-31 às 19.53.20

Captura de Tela 2013-10-31 às 19.52.07

 

Captura de Tela 2013-10-31 às 19.51.44

 

GALERIA BERGAMIN:
OSCAR FREIRE, 379 Lj1
JARDINS, SP
TEL: +55 11 3853 5800

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

12 ideias sobre “EXPÔ DO GRANDE FOTÓGRAFO MARCEL GIRÓ EM SAMPA: IMPERDÍVEL!

  1. Tive a felicidade de conhece-lo pessoalmente, cresci vendo-o fotografar e revelar seus trabalhos, com
    ele eu aprendi o significado da estética, das paralelas, das geometrias, do branco e do preto, dos contrastes e tudo o mais, ele amava suas obras e discorria sobre elas por horas, dizia que a foto em branco e preto eram as mais lindas e profundas, depois que veio o colorido. Um talento impar.
    Soube de sua morte pela internet e muito me entreteci, se foi um grande artista, mas ficou sua obra. Eu sou feliz, tenho muita coisa fotografada por ele e dada ao meu pai que hoje me pertencem, não me desfaço delas por nada e olha que eram erros, cópias, experiências jogadas fora.

  2. Tive a felicidade de conhecê-lo pessoalmente, cresci vendo-o fotografar e revelar seus trabalhos, com ele eu aprendi o significado da estética, das paralelas, das geometrias, do branco e do preto, dos contrastes e tudo o mais, ele amava suas obras e discorria sobre elas por horas, dizia que a foto em branco e preto era as mais lindas e profundas, depois que veio o colorido. Um talento impar. Soube de sua morte pela internet e muito me entreteci se foi um grande artista, mas ficou sua obra. Eu sou feliz, tenho muita coisa fotografada por ele e dada ao meu pai que hoje me pertencem, não me desfaço delas por nada e olha que eram erros, cópias, experiências jogadas fora.

  3. Prezada Bebel.
    Entrei na Internet para procurar por GIRÓ e encontrei o teu Site. O objetivo foi conhecer mais o fotógrafo que morou por um período pequeno, em Santo Anastácio-SP, no início dos anos 50 e era amigo de meu pai. Com isso, temos algumas fotos tirada pelo Giró, incluive uma foto dele com o meu pai. Lembro-me do meu pai dizendo que uma das fotos ele participou de um concurso de fotos em São Paulo, naquela época. Se você tiver uma biografia dele e pudesse me enviar eu fico agradecido. Grande abraço e parabéns pela exposição.

  4. Sorry, I don’t speak portuguese.
    My name is Toni Ricart Giró. I am Giró’s nephew and I am working to save my uncle’s work and memory. The exhibition at Galeria Bergamin last november was the first step, with the great help of Iatã Cannabrava, Isabel Amado, Antonia Bergamin and Thiago Gomide. Now I keep on organizing more exhibitions in Spain.
    You can check all information about Marcel Giró here:
    marcelgiro.blogspot.com
    I am setting up a new web site, with more and better information. I would be very pleased to contact people who knew him. Please contact me at studio@multistudio.com. Muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *