HAIR HAIR HAIR! POR MARIA TM

 

Nossa blogueira convidada, Maria TM conta sobre o que faz a cabeça dela...

Nossa blogueira convidada, Maria TM conta sobre o que faz a cabeça dela… BN

 

Pra encerrar o domingo, com leveza e muita graça, encomendei um post para nossa conhecida Maria TM, que hoje nos fala sobre como produzir as nossas cabeças… Sigamos com ela! BN

 

Nada mais

Nada mais

 

HAIR, HAIR, HAIR! POR MARIA TM
Não conheço uma mulher que não goste de acessórios. Você pode ser uma bijoux-freak, ter fetiche por sapato, de repente coleciona bolsa, ou usa óculos até em boate… não importa, com certeza de algum acessório você é fã! Ou então, assim como eu, é adepta do “todo que lo tengo, yo lo pongo”, e pensa que quanto mais melhor! (eu não me importo de sair de casa parecendo árvore de Natal).

 

A linda Sophia Lauren, na capa da Vogue, com tudo que tem direito: ela pode!

A linda Sophia Lauren, na capa da Vogue, com tudo que tem direito: ela pode! BN

 

A expressão tantas vezes usada por fashionistas de que “o acessório faz uma roupa” só ficou famosa porque é verdadeira. O acessório é uma forma de acentuar uma parte específica do corpo, seja mão, pé, olhos, cintura… E, com todo respeito aos mestres da Bauhaus, dessa vez eu vou ser obrigada a ficar do lado dos matemáticos: menos não é mais; mais é mais e sou 1000% a favor do uso (e abuso) de acessórios, vários e de uma vez só!

 

Podemos dizer que o turbante fez o look da chiqérrima Kate Moss!

Podemos dizer que o turbante fez o look da chiqérrima Kate Moss! BN

 

Seria impossível falar de todos eles em apenas um post, então achei melhor me concentrar em uma só parte do corpo: a cabeça…
Quem não lembra que a “fita no cabelo” conseguiu transformar uma barata no “melhor partido” das histórias infantis? Tudo bem que ela também tinha dinheiro na caixinha, mas essa parte a gente releva e deixa pra lá (gold diggers??)…

 

Será que a fita da Dona Baratinha era igual a esta da Adriana Degreas?! BN

Será que a fita da Dona Baratinha era igual a esta da Adriana Degreas?! BN

 

Fitas, presilhas, piranhas, turbantes, lenços, chapéus, tiaras… acessórios de cabelo sempre existiram, mas eles nunca foram tão variados e elaborados: tem pra todos os gostos e estilos. O famoso (e modesto) rapper Jay Z, já até admitiu em uma das suas músicas: “I made the Yankee hat more famous than a Yankee can”, de tanto que usa o boné do time de baseball.

 

jay-z-yankees

O rapper Jay Z e seu famoso boné dos Yankee NY! BN

 

Alguns são tão únicos e especiais que caracterizam a pessoa: é o caso, por exemplo, dos incríveis fascinators usados na maioria dos eventos oficiais pela Duquesa de Cambridge, Kate Middleton. Trocadilhos a parte, não fazem muito a minha cabeça, mas sou obrigada a  admitir que é preciso muita personalidade pra usar uma instalação daquelas no cabelo.

 

Kate e um de seus fascinator by Philip Treacy!

Kate e um de seus incontáveis fascinator, by Philip Treacy! BN

 

Se você é do tipo que gosta de sair toda trabalhada na cabeça, aqui vão algumas dicas de acessórios pro cabelo.

Se alguém assistiu (ou já ouviu falar), do seriado Gossip Girl, certamente se lembra da “meio mazinha upper east sider” Blair Waldorf. A super patricinha não dispensava arcos, nem tiaras, e dificilmente saia de casa sem algum acessório enfeitando sua cabeça. Além de femininos, davam um toque especial no figurino da personagem, virando sua marca registrada. A maioria deles (e também os mais bonitos na minha opinião), eram criados pela designer Jennifer Behr; e sendo fã ou não do estilo do personagem vivido pela atriz Leighton Meester, vale a pena dar uma conferida no site da designer.

 

Blair Waldorf, personagem de Gossip Girl, com a cabeça feita por Jennifer Behr

Blair Waldorf, personagem de Gossip Girl, com a cabeça feita por Jennifer Behr! BN

 

Outra designer que também arrasa nos arcos e presilhas super “Blair material” é a New Yorker Colette Malouf (site).

 

colette malouf 3-1

By Colette Malouf: chic! BN

 

Uma das casas mais famosas de chapéus e acessórios pra cabelo do mundo é a francesa Maison Michel. A chapelaria é super tradicional e existe desde 1936, fazendo chapéus sob encomenda e para desfiles de marcas como Lanvin, Givenchy, Chanel, Lacroix, entre outras. Em 2006 lançou sua própria coleção de prêt-a-porter, e, como não podia deixar de ser, suas criações viraram objetos de desejos instantaneamente.

 

Da maison Michel: clássico e original… BN

Da maison Michel: clássico e original… BN

 

Meu acessório pra cabeça preferido é o turbante. Adoro o contraste de um look moderno e totalmente ocidentalizado com esta peça super oriental, que sobreviveu tantas décadas sem sair de moda e, até hoje, é queridinha das musas fashion. A estilista Adriana Degreas faz os mais bacanas, na minha opinião, tanto lisos (é bom sempre ter alguns neutros), quanto nas suas estampas incríveis que variam a cada coleção.

 

Turbante Degreas: são lindos!

Turbante Degreas: são lindos!

 

Mesmo não curtindo muito, não posso deixar de falar do “mestre” dos fascinators, Philip Treacy. É ele quem cria os tão famosos fascinators da princesa e de toda aquela “gente descolada”, convidada para o casamento real (quem achou que aquilo mais parecia uma galeria móvel de arte contemporânea que uma cerimônia religiosa?). Mas enfim, pras mais ousadas e que gostam de arriscar, Philip Treacy é definitivamente “the man to go to” (site).

 

A princesa Beatrice, da Inglaterra, de Philip Treacy: pra quem gosta de arriscar! BN

A princesa Beatrice, da Inglaterra, de Philip Treacy: pra quem gosta de arriscar! BN

 

Uma alternativa mais divertida e criativa que os fascinators, são as verdadeiras obras de arte criadas pelo britânico Piers Atkinson. Entre suas clientes estão Anna dello Russo (lembra das cerejas?), Lady Gaga e Rihanna; e suas criações não podiam ser mais bem humoradas e vanguardas (site).

 

A editora da Vogue, Anna dello Russo, que não tem medo de ser feliz, passeando de Piers Atkinson! BN

 

Clássico dos clássicos, a marca italiana Borsalino faz os chapéus de panamá e fedoras mais incríveis de todos. Ideais pra quem não gosta de inventar muita moda e quer investir numa boa peça: práticos, versáteis, combinam com tudo e nunca saem de moda (site).

 

Borsalino Fedora tout court!

Borsalino Fedora tout court!

 

Last but not least, vale a pena lembrar, que em quase toda estação, algum estilista surge com uma peça pra cabeça no desfile, que acaba virando febre entre os amantes da moda. Elas costumam ser quase “descartáveis”, já que raramente sobrevivem a outras coleções. Mesmo assim, não deixam de se tornar objetos de desejo dos fashionistas. Em 2007, vimos os turbantes da Prada em quase todas fotos de street style, verão passado os bonés estampados da Kenzo foram sensação nas praias mais badaladas da Europa, e agora sem dúvida nenhuma, será a vez das lindas “coroas” inspiradas na Sicilía de Dolce e Gabbana.

 

Turbantes da Prada, 2007: bombaram!

Turbantes da Prada, 2007: bombaram! BN

 

Boné Kenzo

Bonés estampados da Kenzo invadiram as praias no verão europeu passado! BN

 

Coroa Dolce: a bola da vez!

Coroa Dolce: a mania da vez! BN

 

Portanto, sem desculpas, seja qual for seu estilo, não falta opção de “hair piece” pra você escolher e sempre andar de cabeça erguida!” Maria TM

 

De Marlene Dietrich que abafava em 1955 de turbante...

Marlene Dietrich abafou de turbante, em 1955 … BN

 

Carrie Bradshaw de Sex and the City: toads elegantérrimas de turbante!

E Carrie Bradshaw, de Sex and the City, também, já no século XXI: turbante na cabeça! BN

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 ideias sobre “HAIR HAIR HAIR! POR MARIA TM

  1. Simplesmente adoro quando essa blogueira linda passa pôr aqui e faz uma matéria espetacular como essa…..
    Amei absolutamente tudo !!!!!

    Parabéns pela filhota linda e talentosa, Bebel.

    Beijo carinhoso !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *