MADAME GRÈS

Esta foi a maior costureira para drapeados de todos os tempos. Nunca ninguém fez nem fará um drapeado como o da Madame Grès. A inspiração foi grega mas nem na Grécia nunca foi feito nada semelhante. Era realmente a alta costura.

Alta costura é um termo que não existe mais nas grandes marcas, uma época em que a roupa era feita sob medida no corpo da cliente. Me lembro muito na minha infância de assistir aos “essayages” de minha mãe com Yves Saint Laurent ou Hubert de Givenchy, quando eles mesmo alfinetavam as roupas. Cenas únicas que ficaram na minha lembrança.

Madame Grès também fez alguns vestidos para minha mãe e um eu herdei, lindo, vintage,branco, de um ombro só; um dia destes destes vou usar.

Existem vestidos que nunca sairão de moda e os de Madame Grès são destes.

Madame Grès e seu famoso turbante

Madame Grès inspirou todos os maiores costureiros e sobretudo ensinou a todos a difícil arte de drapear. Ela nasceu na Grécia em 1899 e seu sonho era ser escultora, e do seu jeito foi a maior, pois fazia com o jersey o que os grandes escultores faziam com o mármore.

Seus vestidos eram na maioria de jersey de seda pois dizia que o peso do tecido era inigualável. Vestiu as mulheres mais elegantes do mundo como Jackie Kennedy, Grace Kelly, Wallis Simpson, Vivian Leigh, Greta Garbo, Marlene Dietrich… Marcou uma época forever…

 

Ela gostava de esculpir os vestidos no corpo da modelo

 

 

 

 

MP

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11 ideias sobre “MADAME GRÈS

  1. Guarde seu vestido vintage como uma jóia , anos atrás me desfiz de um classico da Madame Grés, e até hoje me arrependo, por isso guardo um longo do Oscar de la Renta , com um bordado maravilhoso , e quando o uso faz o maior sucesso.Os bons clássicos são para sempre ! Abs.

Deixe uma resposta para Teresa Cristina Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *