Mala “mala”!

 Outro dia,  ao conhecer uma querida amiga de minha filha,  fiquei surpresa quando ela contou que sua mãe,  que também é minha amiga, lembrava da arrumação de minha mala,  numa viagem que fizemos há 20 anos!

Por isso,  resolvi escrever sobre este tema traumático pra mim,  pois com o respeito que tenho por tudo que voa,  na hora da mala já estou à beira de um ataque de nervos e com o raciocínio fraquejando.  Vai que o seu também está!

A primeira providência é a de separar a roupa,  de preferência pendurando numa arara.  Facilita o famoso troca- troca e a visualização do todo.

Sapatos e bolsas devem ser dispostos em baixo da arara, aguardando a sua vez.

Para as roupas “de baixo”, cintos, meias, biquinis, luvas e etc,  tenho um dispositivo praticíssimo que ganhei,  mas existe similar na Trousseau. É uma espécie de cabide-necessaire com 4 compartimentos.  Cabem aí todas as miudezas que espalhamos pela mala e que são um perrengue pra achar na hora de sairmos correndo, porque o teatro começa em meia hora, e a Broadway não espera!  Detalhe: Ele fica pendurado no armário do hotel: maravilhoso manuseio!

Camisas, camisetas, camisolas, suéters, xales dispostos em algum lugar próximo, aguardando sua  hora de embarcar, quero dizer, embalar.

Ingredientes separados, comecemos nosso bolo!

Dispor os jeans, calças e saias embaixo de tudo, fazendo camadas intercaladas com papel de seda.
Detalhe fundamental:  sempre que acabar de arrumar uma camada de roupa,  cobrí-la com o santo papel, antes de passar pra outra. Suas roupas chegarão com outro aspecto!
A seguir,  suéters e malhas abertos pra não fazer volume,  com papel de seda por dentro pra proteger.
A próxima camada é a das camisetas dispostas uma do lado da outra, também dobradas com a ajuda do bendito papel, seguidas das camisolas e, por último, camisas de seda ou algodão, igualmente dispostas.
And last but not least, acomode manteau, blaisers, jaquetas por cima de tudo, fazendo uma espécie de blindagem anti-amasso.
Finalise com uma grossa camada, adivinhe de que? Papel de seda!

O pulo do gato: Sabe aqueles buracos que ficam, fatalmente,  nos cantos da mala?  Preencha-os… de papel de seda!!!

Para necessaires [incluindo a de pendurar], sapatos, bolsas e etc, melhor levar uma segunda mala ou sapateira,  já que hoje em dia é um problema ultrapassar os quilos permitidos pela legislação internacional, não importa em que classe você esteja!

Agora, aqui entre nós,  mesmo com toda esta  “papeleira”, se houver disposição e espaço, um “steamer” é muito bem vindo!

Para maridos a regra é a mesma, com mais capricho porque são menos versáteis!
BN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

26 ideias sobre “Mala “mala”!

  1. Adorei as dicas para arrumar as malas. Eu utilizo uma preciosidade, minha mãe, que consegue o milagre de deixar minhas roupas como se tivessem saído do cabide. Mas esta do papel de seda, com certeza ela não sabe e vou passar.Continuen assim, pois está muito leve e interessante.

    • Oi amada, hahhahhahhhahahahhahah! Toda razão! Temos que mandar um robô junto com o post! Mas aqui em casa, eu mesma faço porque tenho pavor de passar roupa em U$! Bjs

  2. Bebel, até então pensava fazer mala bem. Qual o que.
    O papel de seda nos cantos que sobram é muito inteligente. Os preenchia com meus lencinhos que chegavam sempre amassados. E também nunca pensei em colocar papel de seda em todas as camadas. Bem que você podia dar uma aula ao vivo para suas leitoras.
    Boa viagem.

  3. Bebel, adorei as dicas. Bom como estou sempre, ou quase, na contramão do tempo ( penso em passar verão no Rio e aparece algo para fazer ( quase sempre trabalho e inadiável em Amsterdã ……) e vice versa, minha mala sempre é um problema. Bem agora alem de passar os benditos papeis de seda descobri as “vacunm bags” que transformam aquelas sweaters mais pesadas e os casacos que ocupam um mundo de lugar em folhas de papel. Fácil de usar e embalar é a maravilha das maravilhas e tem um modelo ( em três tamanhos) que não precisa de aspirador ou nada para sugar o ar. De uma olhadinha e experimente. Achei o máximo e tem ajudado. Quem sabe pode ser uma boa dica para viajantes atoladas como eu?

  4. Nooossa!!! Sou craque em mala, mas papel de seda é novidade!! Mas não sei se terei esse tempo, faço mala em meia hora, sempre!! Na verdade, coloco tdo q é pesado embaixo, e raramente levo roupas que amassam. Essa é uma boa dica, dar sempre preferencia ao q dispensa o ferro. bjs Bel!!

    • Oi amore, saudades suas! Andas linda, linda!
      Eu também faço minha mala em minutos, o papel só é pra não amassar, com ele demoramos mais 2 minutos, mas chega tudo passadinho. Love BN

    • hahahahhhahhahhhahah!!!! Que bom te ver por aqui, Fernando! Meu marido diz a mesma coisa…. Acho que é sintoma do cromossomo Y! Porque eu amo mala toda arrumadinha e arrumo a dele também… Maior mordomia! Sobre os casacos, nunca iam… Mas no ano passado, por conta disto, chorei de frio, literalmente: há testemunhas! Bjs BN

  5. Amei , e sua amada Mariana qdo foi para Punta no reveillon seguiu todas as suas dicas de mala ! Comprei o cabide com divisorias e …..papel de seda …….muitos ! Foi otimo e ri muito !!!!!! Bjssssss

  6. OI Bebel!
    Seu blog está muito bem feito! Parabéns!
    Lembro de suas filhas, pequeninas, em Brasília.
    De Maria Pia também. Passamos uma tarde juntas, quando fui almoçar em sua casa. Como conversamos!
    Momentos do passado, que marcaram. Bjs e sucesso para vcs!

    • Oi minha querida Angela,
      Estivemos muito juntas… Vc sempre linda de morrer, corpo escultural e uma astral contagiante! Gostei muito deste período brasiliense… As amizades eram como parentesco, contávamos umas com as outras já que as famílias raras vezes estavam por lá! Vamos nos rever! Muito obrigada por estar por perto, em nosso BLOG! Marquemos um encontro de verdade! Love da BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *