MALTA, parte 3: AINDA SOBRE VALLETTA…

A entrada do porto vista de Valletta: Visual lindo!

 

Mais uma vez, temos a alegria de receber Mônica Sayão para nos contar, ainda mais, sobre as maravilhas de Malta… Sigamos com ela, sob o título de “Ainda sobre Valletta”… BN

MÔNICA SAYÃO:
“Valletta fica numa península e por este motivo está rodeada pelo Mar Mediterrâneo que avança e recorta de maneira singular a costa desta parte da ilha de Malta. Hoje tanto a península como as porções de terra no entorno são densamente povoadas e tudo parece uma única e grande cidade. Mas não se enganem: Valletta é somente a parte da península, erguida dentro de muralhas, como mostra o mapa abaixo. Hoje temos à direita Sliema e St. Julian’s e à esquerda temos Copiscua, entre outras cidades conectadas onde não se vê limites oficiais. Só mesmo com a ajuda de um mapa é que se pode entender porque essa região foi tão cobiçada como um porto perfeito: no meio do Mediterrâneo, controlando a rota leste-oeste do comércio marítimo, e extremamenteseguro por sua conformação geográfica

 

A primeira construção feita pelos Cavaleiros de Malta foi o Forte de S. Elmo, mostrado na ponta inferior esquerda do mapa… Valetta, é a área laranja quadriculada onde a co-catedral foi construída. Mapa do século XVI.

 

Parte de Conspícua, vista de Valleta.

 

Arquitetura barroca do tempo dos Cavaleiros de Malta.

 

Avenida da República: eixo principal da cidade de Valletta.

 

Muitos detalhes super interessantes nas fachadas.

 

Antes que vocês desistam de ler este post, pelo excesso de arquitetura e histórias, sou obrigada a mostrar as lindas sacadas fechadas, características do lugar: Elas estão por toda parte das ilhas de Malta”. MS

 

 

 

 

 

 

SIGAM MÔNICA SAYÃO NO MARAVILHOSO INSTAGRAM:
@monicasayao

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *