MARCELLA BACELLAR E SEU PROJETO NA CASA COR: UMA LINDA JOALHERIA!

aWvS8teAvNFQrro3lryGmei0U2ac8YepfyXKoeUrT6o

B3Kvg4LXOi63ivIJ32MTX39WQBm8ClReoVfRbS-9d4g

 

Estreante da 25 edição do Casa Cor Rio, a linda Marcella Bacellar, aceitou o desafio de fazer a Joalheria da casa.

A primavera no Rio de Janeiro e sua natureza exuberante. O estilo fresh e despojado do carioca, elegante e clean ao mesmo tempo. Flores, luz natural, nuvens… Esses foram os elementos que inspiraram a designer a criar a Joalheria Aymoré. O projeto, numa área de 78 m2, foi idealizado como um espaço mixed-use, conceito que norteia todos os ambientes da mostra deste ano e que aborda a união entre moradia e trabalho. Sendo assim, a loja conta também com uma sala de estar aconchegante, com jeito de casa, onde os clientes são recepcionados.

 

_CA_0631-1

_CA_0619-1

 

O hall de entrada da joalheria conta com uma fachada de marcenaria construída com madeira pinus – uma tendência de decoração que conversa também com a sustentabilidade. A estrutura geométrica encobre também parte do teto e dá vida a uma estante com aparador, onde fica o café. Elementos que remetem a natureza estão por toda parte e brincam com os sentidos de quem visita o ambiente. O décor tem fortes referências escandinavas, como a predominância do cinza e dos tons claros, que foram trabalhadas de forma fluida, misturando-se muitas vezes com toques contemporâneos e vintage. Esta manobra traz não somente um equilíbrio visual, como também uma informação única de estilo.

 

_76A2998-1 copy

_76A2976-1 copy

 

A designer apostou no uso de materiais simples e naturais, assim como obras de arte criadas exclusivamente para o espaço e mobiliário sofisticado. Ela assina também, em parceria com a Parquet Nobre, o piso utilizado na área do lounge. Como inspiração, Marcella voltou-se novamente para o mar: reverencia o calçadão de Copacabana e cria uma releitura em linhas retas das ondas que invadem a areia da praia. Da mesma forma, o piso geométrico de madeira, disforme e inusitado, toma parte do cimento queimado que reveste o restante do ambiente.

 

jDOYXYzL06j4onAqSjBhqlrgQ6LxTZBmf3o0ShNz5D0

u6rlJh8_GZVrF-EZuVXhzga_kST7Xdih_tQRFYKxeLU

 

Outro destaque sustentável do projeto é a instalação “Estojos Flutuantes”, de Mana Bernardes, que lembra nuvens feitas de garrafas plásticas. Para valorizar a poesia da proposta, a iluminação, assinada por Carmela Nardiello, ganhou caráter cênico que dá às joias o status de obra de arte.

 

_76A2876-1 copy

87EgIaNuDQvxABwk2Sm09wCl4Bbptt7Sur9w20rRnmE
Formada em Desenho Industrial pela PUC-Rio em 2009, Marcella Bacellar, fez Mestrado em Design de Interiores na Escola Superior de Disseny, em Barcelona, onde acredita ter encontrado o equilibrio fundamental para transformar espaços e criar peças fazendo uso de uma rica paleta de materiais. De volta ao Brasil, em 2011, após adquirir experiencia em respeitados escritórios nacionais e internacionais, fundou seu primeiro escritorio em sociedade com a arquiteta Renata Lemos e, no final de 2014, lançou-se em carreira solo. Em seu Studio, faz projetos para vários segmentos além de desenvolver produtos e mobiliário exclusivo com muita criatividade e um rigoroso cuidado aos detalhes.

AC

 

_76A2745-1 copy _76A2749-1 copy _76A2815-1 copy _76A2840-1 copy    _76A3012-1 copy _76A3032-1 copy _76A3061-1 copy

AC

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *