“RIO BELLE ÉPOQUE”: UMA JÓIA DE PRESENTE PARA ESTE NATAL!

 

"Rio Belle Époque", da Editora Bem-Te-Vi: Luxo só!

“Rio Belle Époque”, da Editora Bem-Te-Vi: Luxo só!

 

Estamos há 2 dias do Natal e pros que ainda procuram AQUELE PRESENTE, tenho um milagre em forma de livro e que é também, das mais bonitas e cuidadas publicações do ano: “RIO BELLE ÉPOQUE”, da Editora Bem-Te-Vi… Luxo só!

 

Final das obras na praça Floriano, com o teatro Municipal ao fundo: um marco na modernização do centro da cidade!

Final das obras na praça Floriano, com o teatro Municipal ao fundo: um marco na modernização do centro da cidade! (Foto do livro)

 

Programado para fechar, com chave de ouro, o ano em que o Rio de Janeiro comemora seus 450 anos, ele é um legado à altura da data e também uma preciosa fonte de pesquisa fotográfica de uma época tão importante da formação da cidade.

 

 Belezas cariocas...

Belezas cariocas… (Foto do livro)

 

Concebido em formato de “Album de Imagens” e composto por 230 fotografias inéditas, tiradas por anônimos entre 1902 e 1930, seu texto é de Alexei Bueno, dos maiores conhecedores da história carioca que, logo na introdução, nos surpreende com a inusitada história da gênesis do lindo livro.

 

Obras do "arrasamento" do morro do Castelo...

Obras do “arrasamento” do morro do Castelo… (Foto do livro)

 

Que nasceu de um presente que o editor Sebastião Lacerda ganhou do pai, Carlos Lacerda: uma mala que continha algumas fotos, em positivo, misturadas a vários negativos de vidro, frágeis e misteriosos que, quando revelados, transformaram-se em imagens deslumbrantes das 3 primeiras décadas do século XX do Rio de Janeiro, então capital do Brasil.

 

O concurso de Miss Brasil parava o país...

O concurso de Miss Brasil parava o país… (Foto do livro)

 

Cobrindo os 28 anos da chamada “Belle Époque” carioca, que vai de 1902 com início do inovador governo do Presidente Rodrigues Alves até 1930, término da República Velha, as fotos estão agrupadas por assuntos como “O Rio Civiliza-se”, “O homem da rua, discreto figurante”, “O fim de uma era”…

 

O grande Santos Dumont, o herói francês René Fonck, Lineu de Paula Machado e um avião ao fundo, logicamente,,,

O grande Santos Dumont, o herói francês René Fonck, Lineu de Paula Machado e um avião ao fundo, logicamente,,, (Foto do livro)

 

No mais, só agradecer à visionária editora Vivi Nabuco e sua maravilhosa “Bem-Te-Vi”, que mais uma vez acreditou na preservação da memória brasileira ao restaurar e publicar o precioso presente de Lacerda, com todo esmero! BN

CLIQUE AQUI PARA O SITE DA BEM-TE-VI!

 

O perfil da cabeça da estátua do Cristo Redentor que junto com as 2 mãos vieram de Paris, em tamanho natural, esculpidas pelo grande Paul Landowiski... O resto da estátua do maior signo carioca veio em maquete. Informações preciosas que aprendi neste belo livro!

O perfil da cabeça da estátua do Cristo Redentor que junto com as 2 mãos vieram de Paris, em tamanho natural, esculpidas pelo grande Paul Landowiski… O resto da estátua do maior signo carioca veio em maquete. Informações preciosas que aprendi neste belo livro!

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *