RUMO À ALEMANHA… COMME IL FAUT!

Hoje nosso BLOG recebe a ilustríssima visita de nosso consultor de música clássica, Professor Rafael Fonseca, sobre quem não me canso de repetir: foi o ser vivo que me fez perder o pânico desta sublime categoria musical. Adoraria conhecer seu sósia, no setor da aviação!

Por falar em avião e música, ele vem nos contar sobre a maravilhosa viagem que está organizando, para a Alemanha, com o igualmente craque professor de história (sortuda, tenho aulas com ele!), Francisco Vieira! Deixo a palavra com quem a merece, Rafael Fonseca, pra que ele explique este programa imperdível: Vai que alguém está querendo ter um “marvelous time”: é pegar ou pegar! BN

 

“CONHECER A ALEMANHA PELAS ENTRANHAS: POR RAFAEL FONSECA!

Pense em Música Clássica; o que te vêm à cabeça? Bach, Beethoven, Händel e Brahms? Alemães, todos eles. Pense na melhor orquestra do mundo e… Filarmônica de Berlim, à la tête, não é mesmo? A Alemanha é a pátria musical, por excelência. Tudo bem, tem a Itália, mas esta está mais para a Pátria-mãe da Ópera, enquanto que os germânicos, esses sim, foram os responsáveis pelas mais belas Sinfonias, pelos Concertos e Poemas Sinfônicos que formam o pilar maior do repertório das grandes orquestras.

E o povo alemão tem uma história muito rica, contendo um triste capítulo, o Nazismo. Desde a poderosa Prússia, um Estado militar, que foi levado, com mãos de ferro, por um rei inteligentíssimo, gay, grande general de batalhas, leitor de poesias, músico (excelente flautista). Estamos falando de Frederico II ou Frederico, o Grande. Culto e um dos primeiros iluministas, ele importou para seu gracioso Palácio Sanssouci, ninguém menos que Voltaire. Criou uma orquestra de corte, na qual tocavam músicos importantíssimos da época, entre eles Carl Philip, filho do grande Bach.

FREDERICO II TOCANDO UM CONCERTO PARA FLAUTA EM SANSSOUCI - POTSDAM

A Alemanha foi palco das Grandes Guerras do século XX e depois, por anos, da Guerra Fria, permanecendo dividida entre Comunista e Capitalista, até 1989. Berlim, epicentro dessa história toda, atrozmente dividida por um Muro.

E hoje? Você encontra, em Berlim, a capital mais fervilhante da Europa. Lá estão as melhores galerias de arte, o cidadão mais descolado, e um poder de reconstrução que impressiona. E também, uma arquitetura moderna fantástica!

O REICHSTAG - PARLAMENTO ALEMÃO

A MODERNA CÚPULA DO PARLAMENTO, EM CIMA DE UM PRE'DIO HISTÓRICO!.jpe

Para conhecer melhor, isso tudo, propomos o roteiro “A ALEMANHA HISTÓRICA”,
que vai desvendar, para você, esse país e seu povo, pelas entranhas: a sua música e sua história. Para tanto, a ViRa organizou uma viagem na qual você vai acompanhado de dois professores: o pesquisador musical, Rafael Fonseca, e o professor, Francisco Vieira, que também é consultor da GloboNews TV.

A parte histórica vai ficar centrada num triângulo, que é o coração da Alemanha: Leipzig – Dresden – Berlim. Francisco vai te levar ao Palácio de Frederico II, em Potsdam, à Praça da cidade-mercado, de Leipzig, aos prédios da Bauhaus, em Dessau, à fábrica de Porcelanas mais antiga da Europa, em Meissen, ao Palácio Real da Saxônia, em Dresden, ao Palácio de Charlottenburg, em Berlim, ao Reichstag (Parlamento alemão), além de museus como o Pergamon, entre outros programas de arte, história e cultura.

A FAMOSA PORCELANA DE MEISSEN

PALÁCIO SANSSOUCI EM POTSDAM

Na parte musical, o professor Rafael Fonseca escolheu concertos imperdiveis, com maestros dos mais importantes: Claudio Abbado, Colin Davis e Riccardo Chailly. As 3 melhores orquestras da Alemanha estão, também,  no programa: Filarmônica de Berlim, Staatskapelle de Dresden e Gewandhaus de Leipzig! As Salas de Concerto são um espetáculo à parte: da arrojada arquitetura dos 60s da Philharmonie, em Berlim, à tradicionalíssima Ópera Semper, em Dresden, uma das casas de ópera mais bonitas do mundo.

PHILHARMONIE - A SALA DE CONCERTOS DA FILARMÔNICA DE BERLIM

 

SEMPEROPER – A ANTIGA ÓPERA REAL DA SAXÔNIA EM DRESDEN

A proposta é: viajar pelo conhecimento, pela arte, pela história, pela música. O roteiro começa no dia 29 de abril em Berlim e termina no dia 13 de maio, na mesma cidade. Estão incluídos todos os ingressos, as aulas dos professores, transportes (um carro executivo te busca e te leva ao aeroporto, só para você), e hotéis de primeira categoria como o famoso Adlon em Berlim, bem em frente à Porta de Brademburgo!

O HOTEL ADLON!

 

Verifique a disponibilidade de vagas no telefone: 21 2259 1442!
Veja fotos das viagens já realizadas, entrando em nosso site!” RAFAEL FONSECA!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 ideias sobre “RUMO À ALEMANHA… COMME IL FAUT!

  1. Cheguei ontem , fiz este roteiro exceto Leipzig. E ainda vi Lang Lang na Philarmonie de Berlin. Imperdível!!!! Acrescentei Praga.

  2. Adoro Musica Classica . Aprendi a ouvir sem nenhum problema, na minha casa, desde de criança. Aos Domingos, frequentava os Concertos no Teatro Francisco Nunes ,em BH. Meu avô era violinista, e compositor. Adulta já morando no Rio, frequentava o Clube da Boa Música ,na casa do grande amigo, Renato Machado. Adorei e deu muita vontade de participar desta aventura, com o professor Rafael Fonseca. Obrigado, está uma maravilha esta pagina de vcs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *