TALK OF THE TOWN

Vivi Rocha, nossa antenada e querida colaboradora do Blog, nos manda uma super dica sobre o curso de ingles TALK OF THE TOWN.

AC

Da esquerda para direita, Ana Maria, Luiza, eu e Alda, nesse dia faltaram as queridas e falantes Angela e Carla! Atenção para a beleza da vista para a Lagoa Rodrigo de Freitas.

 “Tem coisa pior do que quando a gente precisa falar uma língua estrangeira, esquece o vocabulário ou troca os verbos, é uma vergonha!  Depois de procurar muito uma aula que fosse de conversação peguei a dica de duas amigas que sabem das coisas e que falam um inglês bárbaro, Angela Gouvea Viera e Anna Candida Souza, e fui conhecer o Talk of The Town. Desse dia em diante meus problemas acabaram: Uma vez por semana, eu pratico o inglês e me atualizo ao mesmo tempo. As aulas são dadas pela Alda, dona do curso, e têm a duração de 2 horas, com direito a cafezinho e bolinho. Os grupos não ultrapassam o número de 6 alunos e em geral todos tem um nível de ingles parecido, dessa forma a conversa flui muito bem. Os textos lidos em aula são sempre sobre temas interessantes e atuais, gerando sempre muito assunto para debate, e o melhor de tudo, é que não tem dever de casa!

Algumas vezes assistimos filmes ou trechos de filmes para praticarmos a compreensão oral, o que na hora de assistir à um filme sem legenda ajuda muito.  Para quem já sabe falar inglês essa é a melhor maneira de praticar, e se a gente não praticar enferruja não é mesmo?

Abaixo selecionei uns trechos de alguns textos lidos em classe para testar o nível de “ferrugem” de cada um…..

Joseph Kony – The New York Times, article by JEFFREY GETTLEMAN, updated: March 23, 2012

Joseph Kony is one of the most vilified rebel leaders on the planet. He stands accused of kidnapping countless children in northern Uganda and neighboring countries, turning the girls into sex slaves and the boys into prepubescent killers. ……..

Madwomen and Saints

by Martha Medeiros

“I’m at the onset of my desperation/ and see only two paths / either become a madwoman or become a saint.”  These are Adelia Prado’s verses, taken from her poem, “A Serenata”.  It depicts the restlessness of a woman who imagines that sooner or later a man will sweep her up, she who is growing old and is overtaken by indecision – she doesn’t know how to receive a new love, for she lacks youth.  It ends: “And how shall I open the window, if I am not mad?  And how shall I close it, if I am not a saint?” …….

Sundays Need a Holiday

By Nilton Bonder Rabbi, 2008

…In a world where running about 24 hours a day is not enough, where the environment and the Earth are begging for a break, where we ourselves can’t bear to suffer with lack of time any longer, rest has become a planet’s urge. Nowadays, our free time has been taken over by entertainment and alienation.  Leisure is not rest, it is exactly the opposite: keeping busy.  Entertainment implies a desire of not stopping, and the inability to stop is a form of depression…

Nosso último debate foi sobre o jubileu da Rainha Elizabeth II

www.talkofthetown.com.br

Alda Corrêa da Costa
Endereço:  Forum de Ipanema / RJ

Tel.: (21) 2227-4067

VIVI ROCHA para o 40 FOREVER

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 ideias sobre “TALK OF THE TOWN

  1. OMG!!!!! Meu grupo querido aqui na web!!
    Vcs nao sabem o que significa essa aula para mim. É tudo de maravilhoso, temas interessanterrimos, duas horas de ingles direto por semana, amigas queridas, professora outstanding e serve um pouco para desanuviar o stress do cotidiano. Eu nao aguento mais o termo, mas “fica a dica!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *