UM CHEF E DOIS RESTAURANTES PARTE 2: “DIN.NER”, BY BLUMENTHAL

 

O Din.ner fica no requintado hotel Mandarin Oriental, em Londres!

O Din.ner fica no suntuoso Hotel Mandarin Oriental, em Londres!

 

Chegou a vez do restaurante sensação de Londres, que além da comida divina, tem das localizações mais incríveis da cidade, pois fica de cara pro gol e pros jardins do Hyde Park. A gente não sabe se come, se vê, se suspira ou se faz tudo ao mesmo tempo…

 

O visual despojado do Din.ner... À direita. o lindo Hyde Park!

O visual despojado do Din.ner… À direita. o lindo Hyde Park!

 

Din.ner, com é chamado, é uma outra face do mago Heston Blumenthal, o mesmo maestro do “The Fat Duck”. Com visual mais urbano, em comum eles têm cozinhas prá lá de elaboradas, totalmente diferentes uma da outra, com cardápios bem distintos e experiências gastronômicas também.

Com serviço super atencioso e funcionários amabilíssimos, estive no Din.ner e me senti em casa, tipo nunca te vi, sempre te amei. Logo que sentamos fomos avisadas que nossa “Festa de Babette” giraria, ao estilo clássico, em torno de três pratos, a serem escolhidos entre oito opções, para cada “categoria”: entrada, prato principal e sobremesa.

 

Blumenthal amparou seu cardápio em receitas antigas inglesas: um must!

Blumenthal amparou seu cardápio em receitas tiradas de antigos livros de culinária inglesa: um luxo!

 

E aí vem o grande barato:  Blumenthal e seu sócio, Ashley Palmer-Watts, montaram um erudito cardápio para o Din.ner, depois de minucioso estudo sobre o passado gastronômico da Ilha.  Para tanto, instalaram-se na maravilhosa Biblioteca Britânica, pesquisando os livros ancestrais da culinária inglesa, contando inclusive com a ajuda preciosa de historiadores, encantados com a iniciativa. Como a maior parte da bibliografia sobre o assunto é escrita à mão, o trabalho da dupla foi de monge medieval, recuperando receitas esquecidas e modernizando-as, para compor um menu “de museu”.

 

Um dos carros chefes do menu, o Meat Fruit, que arranca suspiros quando chega à mesa...

Um dos carros chefes do menu, a entrada “Meat Fruit”, arranca suspiros quando chega à mesa e é baseado numa receita do século XIII. Sem comentários …

 

Um dos carros chefes do cardápio: Meat Fruit, uma prima da tangerina recheada do

Revelando o Meat Fruit: uma prima da tangerina recheada de um patê surreal e acompanhados pela torrada mais crocante da face da terra!

 

A decoração é contemporânea e tem a cozinha envidraçada como a grande vedete do ambiente.

 

O centro das atenções do salão do Din.ner ,e sua majestade a cozinha!

O centro das atenções do salão do Din.ner ,e sua majestade a cozinha!

 

No mais, é sentar no “Din.ner”, pedir e rezar para agradecer a primorosa refeição. As pernas de rãs e a “Tipsy Cake”são inenarráveis e inesquecíveis…

 

"Savoury Porridge", este nome esconde a melhor rã que já comi... Receita de 1660, tirada do guia culinário "The Whole Body of Cookery Dissected" (meio móbido), de William Rabisha.

“Savoury Porridge”, este nome esconde a melhor rã que já comi… Receita de 1660, tirada do guia culinário “The Whole Body of Cookery Dissected” (meio móbido), de William Rabisha.

 

Eis a indescritível de tão boa, "Tipsy Cake", receita de 1810 do "The English Cookery Book", very chic!

Eis a indescritível de tão boa, “Tipsy Cake”, receita de 1810 do “The English Cookery Book”, very chic. Comi e repeti!

 

Termino, com uma sequência de fotos do show que é o sorvete “home made” do Din.ner”, feito em pleno salão: os “finalmentes” de Blumenthal são sempre lúdicos! BN

 

foto 1

Fase 1: química pura. Só entendí que entra Nitrogênio líquido, que está na garrafa prata… Pra quem nunca conseguiu entender o que é a famosa “Tabela Periódica dos Elementos”, consegui dar uma precisa informação!

 

foto 3-1

Eis a sorveteria ambulante, em pleno processo de alquimia … A coté, as casquinhas e coberturas que poderemos escolher!

 

foto 4-3

Pasta do sorvete pronta…

 

foto 5-2

Fazendo a bolinha…

 

foto 4-4

Caindo de boca…

 

foto 5-3

Quem quer????

 

CONTATO:
HOTEL MANDARIN ORIENTAL
66, KNIGHTSBRIDGE, LONDRES.
TEL: +44 (0) 2072352000

SITE 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

13 ideias sobre “UM CHEF E DOIS RESTAURANTES PARTE 2: “DIN.NER”, BY BLUMENTHAL

  1. Adoooorrooooooo o blog de vcs!
    Adoooorrroooo viajar e curtir coisas maravilhosas!
    Mas vamos dar um tempo e cair na real um pouquinho?
    Vai ser um grande gesto!
    Divulguem neste meio tão diferenciado e de uma ínfima minoria um pouco da realidade de tantos brasileiros como nós.

    Obrigada!
    Vania

    • Querida Vania, muito obrigada pela visita, muito bom te conhecer. Que bom que vc gosta do nosso Blog, ficamos radiantes… Aqui vc vai sempre achar assuntos que vão da feira ao baile, postamos sobre todos os mundos e, sobretudo, contamos de nosso Brasil com todas as maravilhas que nossa gente faz e produz. É que vc pegou um dia de baile, sorry. Considerei peculiar a história do chef inglês, autodidata e vitorioso. Além de curioso, achei que podia interessar outros leitores. Mas pode deixar que muitos assuntos como vc sugeriu, estão a caminho. Obrigada pelo comentário. Volte sempre, ficaremos super felizes. Bjs carinhosos da BN

      • Bebel, parabéns pelo maravilhoso relato. Leio o blog todos os dias e amo. Vania, acho que o grande gesto ela já fez. Viveu uma experiência e compartilhou conosco em detalhes. O preço da aventura não importa, pois é uma estória contada de um jeito muito pessoal, único. Se alguém for a Londres, a este restaurante e pedir os mesmos pratos jamais viverá a mesma emoção.

  2. B N ,
    gosto de tds os POST !!!
    Mas dia de Baile , é muito bOM !!!! preciso ver coisas bonitas , lugares , as festas do Antônio , ( AMO ) KKKK
    Vc sabe disto , KKK a minha realidade é super brasileira , KKKKK
    Querida eu me apaixonei pela Máq. Ambulante de Sorvete , que maravilha , sou louca por Sorvete , KKKKK e esta sob . Tripy Cake , ( 1810 ) que chic , KKKK me xplica mais não sei o que é , KKKK só sei que me deu água na boca , e bem que eu i queriap/ o ” nosso ” caderninho , KKKK
    Olha eu estou amando essas gostosuras , eu desconfio que a minha Nutricionista esta viajando , KKK estou podendo comentar a vontade e ela na´esta dando PITACO , KKKKK
    BJ , amei o pOST !!!!!

  3. Acho que tudo é uma questão de interpretação, assim segue essa pequena estória:-dois pedreiros conversam sobre seu trabalho, o primeiro queixa-se”é tão monótono empilhar tijolos!.- o segundo diz:-“amigo, eu construo catedrais!”.Conhecimento nunca é demais, só assim empilhamos os tijolos para a construção de catedrais.Bjss carinhosos, Helena.

  4. Bebel,

    Voltei de Londres depois de duas semanas com meus filhos. Levei-os ao DIN.NER, ao outro que recomendaste em Nothing Hill e queria agradecer ao incentivo em levá-los. Realmente, as dicas valeram a pena! No DIN.NER, a recepção das crianças foi impecável, com garçons esmerando-se em trazer livros infantis, crayons e desenhos. obrigadíssimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *