UM ENCONTRO MÁGICO EM PARIS: AI WEIWEI & “LE BON MARCHÉ”!

 

Ai Weiwei na inauguração de sua exposição

O artista plástico chinês, Ai Weiwei, na inauguração de sua exposição “Child’s Play” ou “Brincadeira de Criança”!

 

Graças ao bom Deus, amigas queridas e super generosas “transformaram-se” em “olheiras” chiquérrimas pra nos contar o que viram de divino, em suas andanças carnavalescas. E, por uma dessas incríveis coincidências, todas elas escolheram a França e de lá mandaram notícias maravilhosas.

 

Look das vitrines: lúdicas!

Look de uma das vitrines: Ai Weiwei & Bon Marché, encontro mais que perfeito!

 

Começo com uma exposição bárbara e super diferente que acontece em Paris, pois tem prazo de validade. Com conteúdo e continente peculiares que a diferenciam das demais, foi vista pela muito querida Elza Pereira e seus olhos de lince, que a classificou como espetacular.

 

Outro detalhe da vitrine.

Outro detalhe da vitrine: sensação em Paris!

 

Falo do encontro “sui generis” do emblemático artista plástico chinês Ai Weiwei e a loja de departamentos, igualmente especial, “Le Bon Marché”. É a maior exposição dele na França onde “apresentou-se” pela última vez em 2012, numa mostra que bombou no Jeu de Pomme.

 

Efeito pipa!

Efeito pipa!

 

Famoso por expôr suas instalações em espaços não convencionais, Weiwei ocupou as vitrines do “Le Bon Marché” e seu imenso vão central e que atinge todos os andares da loja: “Child’s Play” (ou “Er Xi”) (ou “Brincadeira de Criança) além de encher os olhos encanta pela montangem.

 

Lindo!

Lindo!

 

Para concebe-la, o artista inspirou-se no texto “Shan Hai Jing” ou “Um Clássico de Montanhas e Mares”, deslumbrante coletânea de fábulas infantis chinesas do século IV AC e que foi transmitida para as crianças do seu país, ao longo dos milênios, pela tradição familiar até a revolução de Mao-Tse-Tung no século XX, quando os contos foram proibido: Weiwei quiz relembra-lo então, em grande estilo!

 

O catálogo da exposição.

O catálogo da exposição.

 

Estrelada polos seres mitológicos tirados destes contos antigos, a exposição transforma quimeras, monstros e dragões em deslumbrantes esculturas de tamanhos diversos, feitas de bambu e seda branca, e que ganharam semelhança com as fantásticas pipas chinesas, que deslumbram a todos com sua beleza. Para produzir estas criaturas fantásticas, mais um detalhe mágico: Weiwei contou com a preciosa ajuda de tradicionais especialistas artesãos chineses, da Província de Shandong.

 

Quanta beleza!

Quanta beleza!

 

A mostra encanta pela magia do tema infantil repaginado para agradar a todas as idades, mais referências à história da vida do artista. Dividida em 3 partes, ela começa na vitrine da loja, na Rue de Sèvre, com 10 criaturas fantásticas dispostas e devidamente ilustradas por texto contemporâneo com alusões à vida de Weiwei, cuja família e ele próprio lutam pela democracia plena na China, há quase um século.

 

Criaturas fantásticas sobrevoam o vão central do "Bon Marché"!

Criaturas fantásticas “sobrevoam” o vão central do “Bon Marché”!

 

Dentro do prédio, personagens mitológicos flutuam sobre a seção de cosméticos enquanto um dragão de 20 metros de comprimento descansa sua beleza no andar térreo, ao longo do corredor principal e por aí vai: o impacto visual é monumental!

 

Eis o dragão: 20 metros de comprimento!

Eis parte do dragão: 20 metros de comprimento!

 

Como nada é perfeito, o senão é que toda esta maravilha foi montada para comemorar a “White Sale” da loja, isto é, a “liqui” de inverno, que acaba domingo! Portanto, quem estiver em Paris, venta pra Rive Gauche atrás da “Era da Inocência” chinesa e toda sua magia… E pra nós, que estamos longe da linda Paris, temos o 40 Forever pra nos mostrar… BN

 

 

XVMa4b5fd20-bdf1-11e5-b0ae-5de54f0fc869-805x523

Super!

 

tumblr_o1dmhmD68w1tq4sy2o1_500

Em close!

 

Fantástico!

Flutuam sobre o setor de cosméticos…

 

Instalações esplendorosas!

Instalações esplendorosas!

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

9 ideias sobre “UM ENCONTRO MÁGICO EM PARIS: AI WEIWEI & “LE BON MARCHÉ”!

  1. Que linda exposição, Bebel! Pena que não vou lá para conferir. 😉
    Vai ter que ficar para uma outra ocasião…
    Beijos e saudades da Sandra 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *