Um Stradivarius no telhado

Fui ver “Um violinista no telhado”.

Desculpem-me o atraso em recomendá-la, a peça já está nas suas últimas semanas, mas é praticamente impossível comprar entrada pela internet! Ao comentar esta dificuldade com um dos produtores, achei a explicação interessante mas “debatível”. Ele argumentou que os ingressos são postos à venda a cada 15 dias porque aumenta, consideravelmente, a lotação diária. No meu caso, quase desisti…

Voltando ao que interessa, que peça maravilhosa! Por mais que eu estivesse preparada por amigos entusiasmado, nenhum elogio se comparou ao que vi! A dupla Botelho e Möeller chegou a beira da perfeição!

Em quase 3 horas de espetáculo (que passam num minuto), você tem a experiência única de ver um quadro de Chagall em movimento! É surreal de tão bonito e bem feito!

Gente, e o que é ver nosso velho conhecido José Mayer transformar- se num ator elizabethano, do nada? Além do mais, o galã e ex mega-canastrão canta exímiamente, dança com muito charme e atua com um prazer contagiante! Ele, decididamente, rouba a cena mais difícil de se roubar já que o elenco é composto de atores de primeiríssima grandeza!

Não deixe de ir, é imperdível! Se você encontrar a mesma dificuldades que eu na compra do ingresso, vá no que achar! Nossos lugares eram no terceiro andar do teatro (e último!) e não fizeram feio!

“Um violinista no telhado”
Teatro Oi Casa Grande

Pros amantes de Chagall,  cliquem abaixo:
Chagall animado (Russo)

BN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 ideias sobre “Um Stradivarius no telhado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *