A “MADELEINE” DAS ROUPAS: VINTAGE HOUSE!

 

A chiquérrima Alexia Wenk com blusa Vince, saia American Retrô e sandália Lanvin. Tudo Vintage House!

Brechó ideal, pra mim, deveria ser:
A- Cheiroso;
B- Produzido, como qualquer outra loja bacana;
C-Ter coisas literalmente do arco da velha, me fazendo suspirar de saudades quando me deparasse com o meu passado fashion ou de raiva por ter dispensado a minha pantalona igualzinha à da vitrine;
D- E ter uma seleção tipo curadoria.

Porque quando entramos num deles funciona como antiquário aonde procuramos sobretudo o passado, ou melhor, o nosso tempo perdido: uma “madeleine” em forma de roupa!

Acho uma verdadeira delícia fazer a grande descoberta, em meio ao amontoado que os caracteriza, daquela peça que só de olhar me remete ao maravilhoso verão de 1979 ou uma festa inesquecível na casa do Júlio e da Bebel Avellar, qualquer coisa que Ali Macgraw usou em “Love Story”, vestígios da Smuggler ou da Anik Bobó e até mesmo o gol do Rondinelli, de cabeça, contra o Atlético mineiro, mesmo que você e eu não sejamos  flamenguista. Nada como embrulhar o bom do passado e levar para casa!

Esta descrição está meio platônica? Não, porque bem ali no Leblon tem um brecho que é uma joinha, preenche quase todos os meus pré-requisitos e ainda tem seção do século XXI, pra quem não é saudosista. Chama-se Vintage House e sua dona, Alexia Schultz-Wenck, é uma das minhas musas da elegância e “sobrinha” queridíssima. Resumindo, não se passa por lá impunemente: vejam nas fotos! BN

OLHEM O VISUAL:

Os sapatos...

Bolsas e suéters...

Seção de calças...

PESCARIA DA BOA…

Cocktail dress de Lyn Devon, lindo!

Matthew Williamson, o mesmo das estampas do Pucci, assina este vestido mara!

Cobra é tudo este ano: esta é do Michael Kors!

Trench coat Grifoni Denin, descoladérrimo!

Bata Tory Burch!

Casaco Balenciaga!

Saia linda Thierry Mugler!

Jeans Balmain!

Sapatilha Chanel!

Louboutin de pitoco, vale dobrado!

Bolsa Alexander McQueen

Bolsa linda de praia... Chanel!

Bota Chloé!

Rasteira hypada Nanette Lepore!

CONTATO:
Rua Aristides Espínola, 121, sala 303, Leblon.
TEL: 21 3496 2177

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

44 ideias sobre “A “MADELEINE” DAS ROUPAS: VINTAGE HOUSE!

  1. Alem da Alexia ser uma simpatia, ela e linda e tem um suuuuuper bom gosto!!!!
    O brecho dela eu recomendo e um dos melhores que ja fui
    bjos
    AP

  2. Bom dia,assistí a entrevista no programa do Jô da Ana Cecília,fiquei curioso com a dica “de como folgar sapatos com gelo”,só que não consigo localizar,gostaria , se possível, o nome da dica pra eu poder encontrar,ficarei muito grato se puderem me ajudar.Parabéns pelo site,muito interessante.Um abraço.

    • Oi Paulo bom dia! Esta dica ainda não foi postada mas funciona assim: Você pega dois sacos com zipper, de congelar alimentos, e enche de água. Coloca-os dentro de cada pé do sapato. Coloca o par dentro de outro saco plástico e os coloca no freezer até que a água congele. Daí você retira e deixa o sapato secar, funciona como aquela antiga moda de mandar o sapato pro sapateiro colocar na forma. Se quiser dar uma esperadinha, em breve este post estará no ar. Senão, basicamente o “processo” é este aí. Obrigada pela visita ao blog e pela audiência no JÔ. Volte sempre! AC BN MP

  3. Boa tarde, conheci o blog ontem no programa do Jo Soares. Adorei!! E vocês falaram de um site que faz réplicas perfeitas de bolsas importadas, se pudesse gostaria do nome do site. Muito obrigada e Parabéns.

  4. Olá
    Conheci o blog de vcs ontem no programa do JO. adorei…. Sou do RS e gostei da bota —Bota Cloé!
    . Que nº ela é qual o valor….

    Abraços
    Gisela

  5. Parabens ao blog, sempre com post inteligentes e interessantes.
    Fui ao sabado conhecer o Vintage House, realmente um brecho chic com cara de loja, tudo organizado e com cara de novo, nunca havia ido a um brecho tao bom!
    sucesso sempre a voces

  6. Acho a loja dela ótima, porém o conceito de vintage é outro.
    Os requisitos para ser “Vintage” são: pelo menos 20 anos de antiguidade, ser testemunha de um estilo próprio ou de um estilista, não haver sofrido nenhuma transformação (releitura) , e ainda representar um instante da moda e estar em perfeito estado. No oposto, Coleções que revisitaram certas décadas buscaram inspiração em algumas peças e que estejam sendo produzidas para consumo, portanto são releituras, e podem ser classificadas como Retro.
    No caso da loja dela, que tem peças quase que atuais não é uma loja vintage e sim uma loja de roupas de segunda mão, não sei um termo mais elegante para designar, mas não é vintage.

    • OI Marcia, tudo bom? Muito obrigada pela visita. A loja dela é uma mistura, vc tem toda razão, mas como eu fiz a seleção e meio marota, priorisei o que achei mais usável. Mas ela tem muita coisa que se enquadra na sua maravilhosa descrição de Vintage, coisas do arco da velha, em perfeito estado e cheirosas. se puder, passa lá pra ver, é muito legal. desculpe-me a péssima curadoria que fizz! Bjs carinhosos da BN

  7. Adorei o post no blog de vcs, e parabens pelo blog que esta cada vez melhor!!!

    Ja fui ao Vintage House e adorei, tive o prazer de ser atendida pela Alexia Wenk que e muito simpatica e sincera nas opinioes!

    Adorei tambem a dica de alrgamento dos sapatos. Fantastico

    Parabens pelo bom gosto de voces!

    um beijo

    Joanna

  8. Gostaria do seu endereço e telefone ,para marcar um dia e hora para levar umas 18 bolsas de grifes novissima,nunca usadas e outras pouco usada.Uma bota de plástico da
    Burberry nunca usada e outras coisas mais .Recomendação da Bebel Niemayer
    Bjs magali

  9. Tenho 42 anos e almoçando com uma amiga essa semana da mesma idade,conversávamos de vários assuntos e ela falou do blog de vcs,então fiquei curiosa e resolvi visitar.Fiquei encantada!!Parabéns e sucesso!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *