Enfrentei, neste domingo, “A árvore da Vida” e, confesso, ela me venceu! Pelo menos por enquanto!
Meu primeiro percalço diante do filme, foi transposto depois de 10 minutos de iniciada a sessão, por conta de uma gigantesca e irrequieta cabeça à minha frente e o cinema lotado. Sei, por adivinhação, que teses preciosas para a trama foram propostas durante este período, já que só consegui ler o final de cada legenda, o que a torna ainda mais enigmática.
Resolvido o problema, pude me concentrar como gostaria e deveria diante da tela, porque o filme de Terrence Malick não aceita nenhum desvio de atenção e até o barulho dos sacos de pipoca, normalmente imperceptíveis, tornam-se irritantes. E aí, diante de mim, surgiram dois filmes: Um que amei, rústico e lúdico, violento e terno,” natureza x graça”! Quanta coisa linda foi dita neste plano narrativo, o da história de uma família do interior do Texas. E à medida que a trama evolui, entendemos que de alguma maneira, aqueles ali somos todos nós, resumidos no arquétipo “O’Briens”. Tá, falei a palavra proibida no vocabulário de Malick: Compreender! Mas é tão dificel, depois de Decartes, não se cometer este pecado!
Já o segundo filme é visual, literalmente. Imagens lindas e viscerais entremeiam o plano narrativo que descrevi acima. E aí foi que eu dancei! Ok, aquele fogo todo era o Big Bang, li nas resenhas, porque “Árvore” só com bula. Daí vem a evolução da vida, os micro organismos mutantes, a vida saindo da água e conquistando a terra, dinossauros, etc, etc! E os O’Brien, são os últimos desta cadeia alimentar? Onde ou quando as duas tramas se encontram?
Ta, já ouvi! É pra eu sentir!!!! Vou tentar no próximo fim de semana, quando pretendo revê-lo para treinar meus neurônios ou realizar que eles não passam de Tico e Teco.
Só mais um detalhe: Palmas de Ouro pra Brad Pitt, que como Leonardo di Caprio, deixou pra traz a imagem de “louro burro” e está fazendo uma carreira corajosa, aceitando papéis polêmicos e dando sua linda carinha à tapa! Ele, a linda Jessica Chastain e o menino Mac Cracker estão divines! Curti!
BN
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...