Manuel Thomaz Carneiro é psicanalista, psicofísico e tem o dom especial de conseguir transmitir em 1 hora o que precisaríamos de alguns meses de estudo, leitura ou análise para entender. Seus cursos conseguem fazer a gente refletir sobre sentimentos, emoções e sensações do nosso cotidiano.

 Há alguns meses, quando me mudei para o Rio, fui convidada por uma amiga para assistir o curso e meio com preguiça fui…que surpresa maravilhosa! Não é que gostei não…AMEI…ele é sensacional! Levei também algumas amigas que viraram totalmente adeptas… Cada aula é melhor que a outra, na de ontem por exemplo ele citou uma frase que gostei muito: “Para se viver bem é necessário ser distraído para algumas coisas, menos com si mesmo” Paul Valery. Que verdade não? Como diz o Manuel :”Estes pensadores existem pra facilitar nossas vidas”.
 Vale muito a pena assistir uma aula pois é imperdivel, prometo que não vão se arrepender…
Horário das aulas :
Terças   de 2h30 as 16h40
Quartas de 2h30 as 16h40
ou        de 19h30 as 21h20
Endereço: Rua Dias ferreira 190

MP

A FRASE CERTA NÃO TEM PREÇO !!

“Acordei com uma forte ressaca e do lado da cama tinha um copo d’água e duas aspirinas.
Olhei em volta e vi minha roupa passada e pendurada. O quarto estava em perfeita ordem. Havia um bilhete de minha mulher:
– Querido, deixei seu café pronto na cozinha. Fui ao supermercado. Bjs.
Desci e encontrei uma mesa cheia, café esperando por mim. Perguntei à minha filha:
– O que aconteceu ontem?
– Bem, Pai, você chegou às 3 da madrugada, completamente bêbado, vomitou no tapete da sala, quebrou móveis, urinou na cristaleira, fez estragos até chegar no quarto.
– E por que está tudo arrumado, café preparado, roupa passada, aspirinas para a ressaca e um bilhete amoroso da sua mãe?
– Bem, é que mamãe o arrastou até a cama e, quando ela estava tirando a sua calça, você gritou:

NÃO FAÇA ISSO MOÇA, EU SOU CASADO E AMO MINHA ESPOSA!!

Encher a cara – R$ 70,00
Móveis destruídos – R$ 1.200,00
Café da manhã – R$ 20,00
Dizer a frase certa no momento certo… NÃO TEM PREÇO!”


AC

A nova marchand carioca!

A queridíssima amiga do Blog Claudia Ferraz conheceu sua partner no acaso da vida, isto é, naquele lugar aonde os melhores encontros acontecem!

Bia Yunes é uma paulista, super antenada, que resolveu criar um “Escritório de Arte” para profissionalizar seu conhecimento no metier, oferecendo assessoria para novos e antigos colecionadores, na hora de comprar ou vender suas obras e organizar suas coleções. Sua atuação vai além da comercialização dos acervos, pois dá também respaldo jurídico!

Para tanto, formou um precioso acervo conectando galeristas, vendedores particulares e colecionadores e convidou Claudia Ferraz para ser sua representante no Rio de Janeiro: Grande escolha!

Vejam uma escultura linda do Sérgio Camaego, “Sem Título” que está no acervos delas: “Price upon request”!
Telefone de contato: (21) 9982-9057
BN

Inicia-se hoje, 29 de Setembro, o NOVO ANO JUDAICO, o 1º dia do mês de Tishrei, do ano 5772.
O ROSH HASHANA, o Novo Ano Judaico, é celebrado no primeiro e segundo dia do mês hebraico de Tishrei, normalmente a meio de Setembro ou início de Outubro. O calendário judaico é regulado pela lua, portanto um ano tem 360 dias, daí a discrepância entre datas.
No judaísmo, o Rosh Hashana é considerado o dia em que Deus foi entronizado sobre a terra e sobre os homens, o dia em que a humanidade se apresenta a julgamento diante de Deus, e o primeiro dia dos Dias Santos – que são os 10 dias de arrependimento que conduzem ao Yom Kippur.
Segundo a tradição, o mês de Tishrei assinala o início do ano agrícola, quando todas as colheitas chegam ao fim e um novo ciclo de sementeira se inicia.
A Torah (a Lei) ordena que os judeus soprem o shofar (corno de carneiro) no Rosh Hashana, uma prática que a tradição revela que era utilizada para assinalar um novo rei ascendendo ao seu trono.

Uma outra interpolação dos costumes diz que se deve recordar o povo judeu da ocasião em que Isaac foi amarrado para o sacrifício (Génesis 22) e da entrega dos Dez Mandamentos no Monte Sinai (Êxodo 19).
Uma das tradições religiosas principais habituais no Rosh Hashana é a prática do Tashlich, ou “lançar fora”. Realizado no primeiro dia da festa, a prática apela a que cada pessoa vá junto de uma corrente natural de água (pode ser um rio, um lago ou o mar), fique junto às suas margens, e simbolicamente lance fora os pecados do ano transacto – normalmente atirando pedaços de pão para a água.
Dentre os costumes destas festas, vários pratos gastronômicos carregam um significado especial, tais como uma maçã com mel – para simbolizar a esperança de um bom e “doce” novo ano, uma romã – para simbolizar a esperança de “tantos privilégios quanto as suas sementes”, e peixe – em especial cabeças de peixe – simbolizando o desejo de ser “cabeça em vez de cauda”, significando liderar em vez de ficar para trás.
Assim seja!
Desejamos um bom Shana Tova para todos!

AC

(Shalom-Israel.blogspot)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...