Nosso leitor, Aloisio Sirimarco, nos mandou umas fotos da mesa que fez para crianças com um lanche junino que adorei! Reparem bem na mini fogueira de palitos de chocolate que ele fez, que coisa mais criativa!!!

Com um menu delicioso e muita cor na decoração, ele arrasou! Até mini chapeuzinhos de palha ele encontrou!!! E o menu do lanche, que ele nos mandou, está bom para nos inspirarmos, só coisas deliciosas!!

 

Mini fogueira de palitos de chocolate! Espantalho, chapéu de palha, pé de moleque… Adorei!

 

AC

 

As comidinhas:

Mini pães franceses

Molho para cachorro quente

Sopinha de lentilha

Pé de moleque

Amendoim torrado

Doce de leite com queijo minas em cubinhos

Paçoca

Biscoitos de canela e granola

Bolo de chocolate

Palitos de chocolate formando a fogueira

Sucos

 

 

 

 

FICHA TÉCNICA:

Jogo americano de folhas da CRATE & BARREL

Panelinha laranja e mini COCOTTES da SPICY

Míni chapeuzinhos, balões e espantalhos da SAARA

Copos da DASLU

Mini potes descartáveis da TOK & STOK

guardanapos BAMBOO da ETNA

Talheres de plástico da CRATE & BARREL

 

AC

 

Entrada para a linda exposição Um outro Olhar…

 

Fui à abertura da imperdível exposição Um Outro Olhar, último segmento de uma trilogia que sucede duas outras mostras panorâmicas, do maravilhoso acervo do jornalista Roberto Marinho, reunido ao longo de quase sete décadas.

 

Stella Marinho, linda,  num óleo de Portinari, abre a exposição: tema Figuras e Retratos!

 

“Lagoa de Abaeté” , de Pancetti, 1957, tema “Paisagens e Naturezas mortas”: amei!

 

“Santa Cecília”, pintado em 1954, é o Portinari mais colorido que já vi! Em “Religião”.

 

Amei este clima de “Piscina”, de Milton da Costa, 1942, encaixa-se no espaço “Trabalho, Infância e Esporte”.

 

Linda composição: “Garrafas”, de Iberê Camargo, 1957, que é mais um representante do tema “Naturezas Mortas”.

 

Instalada no lindo Paço Imperial, seu primeiro andar abriga obras primas do modernismo brasileiro que foram divididas por assuntos como figuras e retratos, paisagens e naturezas mortas, flores, fauna, religião, etc, cada um com seu espaço, formando conjuntos belíssimos, resultado do somatório de unidades preciosas, cuja cadência está no extremo bom gosto e qualidade das obras. “A coté”, um espaço com santos e talhas barrocas sacras deslumbrantes, reforçam a brasilidade do que está exposto.

 

Mestre Athayde está na sala de santos e entalhes do barroco brasileiro e português.

 

No segundo andar, o impacto do conjunto das obras do “abstracionismo informal”, da coleção Roberto Marinho, enchem nossos olhos e indicam que o futuro sempre esteve presente e norteou sua formação.

 

Tríptico deslumbrante de Bandeira: “Panorama”, 1964.

 

Um Outro Olhar almeja promover o reencontro com os excelentes artistas que integram a coleção, alguns deles ausentes das nossas galerias há tempos, e encorajar a formação de novos olhares sobre um período tão rico da arte brasileira”, explica seu curador, Lauro Cavalcanti.

 

Tomie Ohtake poderosa e divinamente bem conservada, aliás como toda a coleção.

 

Fotografei a sala que mais me encantou, FLORES, para vocês irem entrando no clima… Programa mais que legal para este fim de semana! BN

 

Sala das flores, onde pontificava um bouquet capotante… Seu “recheio” vem a seguir!

 

A SALA DAS FLORES: ME ARREBATOU!

 

Bouquet de Vitório Gobbis, 1932.

 

Bouquet translumbrante de Guignard, 1957.

 

Outro Guignard mara!

 

“Flores com fundo azul”, de Portinari, 1950.

 

A vez do grande Di Cavalcanti e seu bouquet de 1938.

 

Outro bouquet e do mesmo Di, dez anos depois: 1948.

 

Super lindo este Roberto Burle Marx, de 1940.

 

PAÇO IMPERIAL:
Praça XV de Novembro, 48
Centro
Rio de Janeiro

De 14 de junho a 11 de agosto 2013
Terça a domingo
12h às 18h

A querida Adriana Lacerda está dando a volta ao mundo e visitando os hotéis mais incríveis deste planeta. Ai vai uma das dicas de Adriana de um glorioso hotel em Cape Town vejam sua descrição do hotel…

 

Adriana Lacerda.

 

“Tido como o hotel mais glamoroso da Cidade do Cabo, na África do Sul, o One & Only Cape Town fica no centro de um dos pontos mais visitados da cidade: o Waterfront.

 

 

 

 

A vista dos quartos é para a marina ou Table Mountain, então não tem muito erro. As vilas tem vista pra piscina que parece um refúgio isolado.

Quando inaugurou em 2009, os restaurantes eram Nobu e Gordon Ramsay, onde o jet set do mundo inteiro aterrissava. Uns anos atrás Ramsay teve de fechar, dando lugar a Reuben Riffel, chef do Reuben’s, um dos restaurantes mais famosos de Franschoek, na região vinícola da África do Sul. Reuben pode não ser tão famoso internacionalmente como Ramsay, mas é premiado e não deixa nada a desejar. Melhor ainda, dá um toque local, com a essência sul Africana.

 

Restaurante Reubens

 

 

Este hotel de luxo oferece serviços de marina, academia, SPA e um kid’s club completo.

A piscina com bar e restaurante adjacentes é o escape perfeito da cidade.

 

A sensacional piscina!

 

O pomposo lobby tem um bar que no final da tarde já começa a ficar agitado, mas também café e chá pra relaxar enquanto você checa seu email com wifi gratuito.

 

Bar do Lobby

 

Bar do Lobby

Pra organizar passeios e reserva de restaurantes, o concierge tem uma equipe poliglota que te ajuda com tudo.

Comparado com outros hotéis em Cape Town, este é um dos mais caros, mas oferece uma decoração com design de ponta, quartos de luxo e gastronomia de alto padrão.

O hotel é ideal pra casais, principalmente em lua de mel, mas também é family friendly com várias atividades para crianças.

São 131 quartos e suítes no estilo mais urban chic com detalhes africanos na decoração apesar de ter um ar clean e moderno.

Nos quartos sempre tem TV de plasma com surround sound da Bose, DVD, alto falante para MP3, máquina Nespresso e cofre.

Tanto o quarto quanto o banheiro são espaçosos. A suíte tem um pequeno lounge em frente à cama pra ver TV e uma mesinha agradável na varanda. Do lado da cama tem um escritório pra quem precisa trabalhar.

 

 

 

O banheiro tem uma decoração linda. Como não amar esta banheira? Mas pra quem só curte chuveiro, tem uma ducha gostosa também.

Os amenities são Charlotte Rhys, uma marca maravilhosa sul africana – um toque especial e local.

 

 

Sobre os quartos: se quiser sentir-se em um resort com mais privacidade, opte pelas suítes ilha, que são mais afastadas da piscina e dos restaurantes. A partir do quinto andar, os quartos têm vista pra Table Mountain.”

Não conheço Cape Town mas dizem que é um pais lindo e depois desta dica da Adriana dá vontade de conhecer e se hospedar neste hotel super charmoso! MP

 

Hotel One & Only Cape Town

Dock Road,

V&A Waterfront
Cidade do Cabo, África do Sul
+27 21 431 5888

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...