FullSizeRender-2

Restaurante La Saulire em Courchevel.

 

La Saulire faz parte da minha lista dos melhores restaurantes de Courchevel, ele é situado bem no centro da cidade. O ambiente é divino, o decor típico é muito agradável, o dono Jacques é o maior amor do mundo  e o mais importante, a comida é excepcional!

A grande especialidade é a trufa negra e a carta de vinho um primor total. Foi uma das melhores fondues de queijo com trufas que já comi na vida, e é sem duvida a comida que temos vontade de comer na montanha e tudo feito com muito requinte!

La Saulire: + 33 0479 080752

MP

FullSizeRender-4

Adorei o “trompe L’ oeil”

 

 

FullSizeRender-1

Reparem o tamanho da trufa!

 

FullSizeRender-3

Eu o simpático dono e o Embaixador Paulo Uchoa curtindo o “La Saulire”.

 

Que tal esta divina feijoada? Além do mais é vegetariana... Onde? by Naturalie bistrô: saudável e deliciosa!

Que tal esta divina feijoada? Além do mais é vegetariana… Onde? by Naturalie Bistrô”: saudável e deliciosa!

 

Hoje é dia de post delicioso pelo “conteúdo e continente”.
Escrito por nossa querida Cintia Parcias, desta vez ela foi pesquisar restaurantes vegetarianos bacanas, dica ideal para os adeptos à esta preferência e também opção maravilhosa pra os que amam comida saudável. Sigamos com ela! BN

 

E que tal este nhoque da sorte de baroa? receita sofisticada e vegetariana...

E que tal este nhoque da sorte de baroa? receita sofisticada e vegetariana… Do “Pomar Org6anico”

 

RESTAURANTES VEGETARIANOS DIVINOS, por CINTIA PARCIAS
“Até um tempo atrás, quando se falava em restaurante vegetariano ou de “comida saudável”, imaginava um lugar sem graça (muitas vezes em fundos de galerias escuras), com pratos pouco atrativos, cheios de broto de alfafa, carne de soja e só. Esse cenário vem mudando e, felizmente, estamos ganhando cada vez mais restaurantes bacanas dedicados à culinária vegetariana, em sintonia com o movimento de priorizar o consumo consciente, os ingredientes orgânicos e frescos, sem perder de vista o prazer da boa gastronomia oferecida em ambientes charmosos. São restaurantes pra carnívoro nenhum botar defeito.
Listei alguns que valem ser visitados e, no fim, ainda deixei um pouquinho de água na boca, adiantando uma novidade que em breve vai dar o que falar – e comer!

 

Delícia super original do Qintal Zen: bobó de shitake! Amei a idéia! BN

Delícia super original do Qintal Zen: bobó de shitake! Amei a idéia! BN

 

Uma boa nova que vale a visita é o Quintal Zen, recém-inaugurado no Jardim Botânico. Dedicado exclusivamente à culinária vegana (que não usa nadinha de origem animal), oferece receitas ótimas em um ambiente clean e confortável, com o verde permeando todo o restaurante. Logo na entrada, já fiquei encantada com a hortinha de onde são tirados alguns dos temperos usados na cozinha. Em lindos filtros, águas aromatizadas e chás nos recebem com frescor, para nos servirmos à vontade enquanto aguardamos os pedidos. Outro mimo de boas vindas é o delicioso crocante de girassol ao curry. Nessa atmosfera super agradável (impossível não ficar zen), vale começar provando o bolinho de arroz com molho pico de gallo. De prato principal, os carros-chefes da casa são Strogonoff de shitake, arroz integral e salada verde, o Dal de lentilhas com arroz integral e salada verde, e o Bobó de shitake, arroz integral, farofinha de girassol e salada verde. Aos sábados tem brunch e, para o clima ser completo, no segundo andar funciona um espaço para meditação.
CONTATO:
Rua Lopes Quintas, 37 – Jardim Botânico
Tel: +55 21 2294-988
www.oquintalzen.com

 

Cevice mara, do "Pomar Orgânico"

Cevice mara, do “Pomar Orgânico” BN

 

O restaurante Pomar Orgânico, da chef Andrea Henrique, prova que alimentação saudável e boa gastronomia podem, sim, andar de mãos dadas.
Num ambiente super agradável e amplo, com mesas de madeira, um varandão arborizado, e decoração alegre (com almofadas coloridas e painel pintado a giz), a casa oferece cardápio com base na culinária vegana e na raw food (comida crua), usando ingredientes orgânicos, em receitas sem glúten e sem lactose.
Vivenciar novos sabores e conceitos gastronômicos é a proposta da chef, também conhecida por seu trabalho no serviço “Detox In Box” e pelos livros “Detox – Programa Para Desintoxicar” E “Detox 8”. Andrea é craque na arte de servir receitas saudáveis variadas, criativas, lindamente apresentadas e com ares de alta gastronomia.
Ela consegue surpreender a todos com pratos como o tartar de cogumelos (shimeji, paris e porcini) acompanhado de torradas sem glúten (é viciante de tão bom). Outros destaque são o nhoque de baroa com queijo feta, que ganha uma crocância deliciosa com as amêndoas que finalizam o prato, e o ravióli com recheio de Boursin (queijo ovelha) e alho poró, com azeite aromático (sem glúten, pois é feito de massa de arroz).
Para acompanhar, sem sair do clima, a carta de vinhos é 100% composta de rótulos orgânicos, e os drinques são feitos com cachaça orgânica. Quem preferir bebidas sem álcool pode se jogar nos sucos naturais, todos bem criativos (meus preferidos são Aipo com maçã verde & Maracujá com melão e capim limão).
Ah, reserve um espacinho para a sobremesa – todas à base de sementes e frutas. Na dúvida, peça a panacota de creme de leite de amêndoas com coco e calda de frutas vermelhas, ou o brigadeiro de colher de cacau orgânico com morangos, feito com creme de leite de castanha de caju (se você não falar nada, ninguém acredita que são receitas totalmente veganas).
Para uma experiência completa, vale dar uma olhada na pequena mercearia que funciona no fundo do amplo salão, onde é possível comprar os pães, granolas e produtinhos sem glúten feitos por Andrea e sua equipe.
CONTATO:
Estrada da Barra da Tijuca, 1636 Itanhangá (Shopping Itanhangá Center) – Barra da Tijuca.
Tel: +55 21 2494 6745
Clique aqui para o site!

 

Divindade do "Org": bolinhos de quinoa com damasco!

Divindade do “Org”: bolinhos de quinoa com damasco! BN

 

Burritos... Também do Org: Ai que fome!!!!

Burritos… Também do Org: Ai que fome!!!! BN

 

O Org Bistrô é daqueles lugares que você se sente em casa, pois tudo é bem acolhedor e com toque pessoal da chef Tati Lund, que garimpou os objetos de decoração e escreveu o cardápio à mão. Tudo uma graça. Nesse ambiente, a chef prepara pratos que trazem combinações de cores lindas e pequenas delicadezas, como flores comestíveis, servidos em louças lindinhas. De encantar os olhos e o paladar.
O clima é lúdico, mas o trabalho na cozinha é coisa séria. Tati é formada pelo “Natural Gourmet Institute for Health and Culinary Arts”, de Nova York e, de quebra, ainda usa sua formação em Nutrição, pela UFRJ, para criar suas receitas. Adepta de uma culinária feita apenas com ingredientes orgânicos e vindos de produtores locais, ela trabalha sempre com duas sugestões do dia, feitas com o que há de mais fresco no mercado. Assim, além de comer bem, quem frequenta a casa não cai na monotonia de ter que pedir sempre a mesma coisa.
Contudo, alguns Ítens do cardápio fixo merecem ser provados e repetidos sempre, como a entradinha Bolinho de quinoa, com dip de damasco e gengibre (divina). Outras boas pedidas são os Burritos (um de berinjela com milho e tomate e, outro de cogumelos picantes, acompanhado de sour cream de tofu e guacamole, saladinha de feijão com limão e salada verde), e o Arroz thai (com arroz negro, quinoa, cogumelos, maçã, creme de castanhas com capim limão e gengibre, mais sementes tostadas e salada verde).
CONTATO:
Avenida Olegário Maciel, 175 – Lj. G – Barra da Tijuca
Tel: +55 21 2493 1791
Clique aqui para o site!

 

Que tal esta panacota ou brigadeiro de pote com carimbo de saúde? Lá do Pomar Orgânico!

Que tal esta panacota ou brigadeiro de pote com carimbo de saúde? Lá do Pomar Orgânico! BN

 

Este bolinho saborosíssimo de tomate seco é do Naturalis! Podia estar no cardápio de todos os restaurantes chics da cidade!

Este bolinho saborosíssimo de tomate seco é do Naturalie Bistrô! Podia estar no cardápio de todos os restaurantes chics da cidade! BN

 

Numa charmosa casa tombada em Botafogo, a jovem chef Nathalie Passos tem como proposta aliar boa gastronomia à alimentação saudável, no seu Naturalie Bistrô. Com a experiência de ter cursado gastronomia no “Natural Gourmet Institute for Health & Culinary Arts”, em Nova York, ela cria receitas saborosas e inventivas, que agradam aos mais diferentes paladares, tanto que sua clientela não se resume a vegetarianos (conheço vários carnívoros fãs do trabalho da moça). Como dá prioridade a ingredientes orgânicos, vindos de pequenos produtores com estoque do dia, para tudo ser sempre fresquinho, Nathalie muda o cardápio com bastante frequencia. Entre as novidades recém-lançadas está o ‘tomate cake’, uma entrada feita com ricota de búfala defumada e geleia de tomate. Algumas receitas, porém, fazem tanto sucesso que não podem sair de cartaz, como a lasanha de abobrinha e a feijoada veggie (feijão com abóbora, tofu defumado, arroz integral com linhaça, couve e farofa de cenoura). Uma gentileza bem charmosa do lugar são as águas aromatizadas que ficam sobre um balcão, em jarras de vidro, para os clientes se servirem à vontade.
CONTATO:
Rua Visconde de Caravelas, 11 – Botafogo
Tel: +55 21 2537-7443
Clique aqui para o FaceBook

 

Pasta fresca de palmito de comer rezando... Em breve no Rã!

Pasta fresca de palmito de comer rezando… Em breve no Ró! BN

 

Muito em breve, vamos ganhar um restaurante 100% dedicado à raw food (comida crua), com receitas seguem a gastronomia contemporânea e onde não há fogão. Isso, mesmo. No restaurante Ró, que vai abrir em maio, no Jardim Botânico, na Rua Pacheco Leão. Os pratos serão feitos apenas com vegetais crus orgânicos, em preparos extremamente sofisticados. No comando da cozinha está a chef Inês Braconnot, que se dedica à raw food há 15 anos, é graduada pelo “Matthew Kenney Culinary”, EUA, e autora do livro “Cozinha sem fogão”. O fogão é dispensado porque nenhuma das preparações ultrapassa a temperatura de 42 graus Celsius, para manter o máximo de integridade dos ingredientes, e, por isso, as receitas demandam técnicas e processos super específicos. Além de criar pratos deliciosos (Inês faz jantares personalizados, nos quais tive oportunidade de conhecer sua gastronomia), a chef tem um senso estético aprimoradíssimo, graças à sua formação em Artes Plásticas, o que resulta em formas lindas de apresentar a comida. Em suas mãos, ingredientes corriqueiros ganham um novo status e sabores incríveis. Com certeza vai ser um porto seguro para os amantes da boa gastronomia e uma alegria para os adeptos da alimentação saudável. A casa terá, ainda, uma carta de vinhos com foco em rótulos naturais do Velho Mundo, e carta de drinques”. CP

 

Fecho com esta crepe de cogumelos suculentos também do Ró!

Fecho com esta crepe de cogumelos suculentos também do Ró! BN

 

 

 

 

Gricco Gelato Ricco

Gricco Gelato Ricco

 

Premium, gostoso e sem frescura. Essa é a descrição perfeita do gelato da Gricco, mais nova gelateria artesanal do Rio. Com receitas exclusivas e ingredientes frescos e naturais, é o autêntico gelato italiano.

Aqui no Rio, com altas temperaturas, nada melhor do que um “sorvetinho” todos os dias!

A Gricco é a segunda marca da Passione per Gelato, empresa que, em 2014, lançou a Momo Gelateria. “Na Momo, o melhor gelato fresco é produzido diariamente em cada loja, no seu próprio laboratório, que é como chamamos a nossa fábrica. Mas queríamos levar o melhor gelato a muito mais gente. Então, nos lembramos das melhores trattorias italianas – pratos deliciosos, ingredientes de primeira, ambiente acolhedor e preços acessíveis – e transportamos o modelo para o mundo das gelaterias. Esta é a inspiração para a criação da Gricco”, afirma Walter Mattos Jr, um dos sócios.

 

Gricco Gelato Ricco

 
A nova gelateria foi pensada como uma marca com um produto premium, com a alta qualidade da Passione per Gelato, em um modelo de loja moderno, descolado e divertido que poderá, no futuro, virar um sistema de franquias. O projeto de arquitetura da casa, assinado pelo arquiteto Vicente Giffoni, é clean e alegre, com materiais leves que dão um ar de refrescância. Mesas com ombrelones estarão disponíveis na calçada para os clientes aproveitarem a linda vista da Praia de Copacabana.
Na Gricco, a produção é centralizada nos laboratórios da empresa e a prioridade absoluta é a qualidade do gelato a partir de cada receita exclusiva e da seleção dos melhores ingredientes: a fruta mais fresca, no ponto certo, o melhor leite, açúcar orgânico e a busca por cacaus e amêndoas da mais alta qualidade.
No cardápio, elaborado pela Mestre Gelateira Kátia Mattos, a linha Sapori di Giorno traz sabores fixos, como Bianco di Latte, Nutelino e Iogurte com Frutas Vermelhas, e deliciosas surpresas apresentadas diariamente, divididos em gelatos de fruta, cremosos e achocolatados. Já a Linea Oro, a top da casa, traz sabores especialíssimos, como Pistacchio Mediterrâneo, Gricco Mio (Gelato bianco di latte, com brigadeiro caseiro e cubinhos de um delicioso brownie artesanal) e Cioccolato Diet, entre outros variáveis, como Paçoca Diet e Nocciola Piemonte.

 

Gricco Gelato Ricco

 

 

É possível pedir os gelatos nos tamanhos Piccolo (até dois sabores – R$9/ Oro R$11), Gricco (até três sabores – R$ 12/ Oro R$ 15), e Grande Gricco (até três sabores – R$15/Oro R$18), além da casquinha de biscoito nos tamanhos Cono (R$10/Oro R$12) e Cono Dopio (R$13/ Oro R$15).
Para completar o cardápio, a marca traz, ainda, o Grioche, versão do brioche típico do sul da Itália, região da Catânia, recheado com gelato (R$15/Oro R$18); e o Café com Fé, café orgânico com os melhores grãos produzidos no país nas versões espresso (R$ 5,90), duplo e gourmet (ambos R$ 7,50). Para saborear em casa, estarão disponíveis embalagens Viaggio de 700ml e 1.300ml.

Gricco
Av. Atlântica 4.240, lj D – Posto Seis – Praia de Copacabana
Telefone: (21) 2522-3922
Horário de Funcionamento: Domingo a Quinta – das 11h às 23h/ Sexta e Sábado – das 11h a meia-noite
@griccogelato

AC

 

Vejam que charme é o Zaza, "bistrô tropical"!

Vejam que charme é o Zaza, “bistrô tropical”!

 

Adoro uma modernidade… E quando ela é potencializada, aí é “heaven”: foi o que pensei quando outro dia, papeando com nossas queridíssimas Zaza Pierek e Preta Moyses, que comandam com toda competência o divino Zaza Bistrô, restaurante charmosérrimo em Ipanema e dos meus preferidos, a qualquer hora.

 

Divino este carpaccio de palmito: saudável comendo na rua!

Divino este carpaccio de palmito: saudável comendo na rua!

 

Acabavam as férias e comentávamos como é difícil retornar à rotina alimentar saudável quando trabalha-se fora. Foi aí que nossas as duas, antenadérrimas, vieram com a novidade pra lá de contemporânea: RESTAURANTE & ALMOÇO DETOX (no Zazá, é claro) pra salvar a lavoura de quem está tentando se cuidar e não pode almoçar em casa. E pra completar, esta grande idéia mudou pra mim a máxima de que restaurante é templo de “perdição gastronômica”, onde o prazer é muito calórico!

 

Que tal este couscous marroquino ao cury, com legumes ao dente, frutas tropicais e castanhas? Vou tentar fazer um genérico em casa... Pirei com a receita!

Que tal este couscous marroquino ao cury, com legumes ao dente, frutas tropicais e castanhas? Vou tentar fazer um genérico em casa… Pirei com a receita!

 

Sigamos com a Zaza, que nos conta tudinho sobre esta maravilha! BN
PS: Almocei lá ontem o menu detox e ameiiiiiii!!!!!

MENU DETOX DO ZAZA BISTRÔ, por ZAZA PIEREK!
“A idéia surgiu logo depois do Carnaval, quando eu me senti um poço de toxinas e resolvi pedir ao Lucio, nosso chef, para começar a fazer almoço Detox, acompanhado de alguns chás na mesma linha. Ficou tão delicioso que resolvemos incorporar à rotina do restaurante.

 

Vivendo e aprendendo... Moqueca de palmito: deve ser dos deuses!

Vivendo e aprendendo… Moqueca de palmito: deve ser dos deuses!

 

O menu detox, como te falei, vale nos almoços de quartas, quintas e sextas e é composto por uma entrada, prato principal e sobremesa, que mudam todos os dia baseado nos produtos frescos que encontramos disponíveis.

 

Sobremesa sem culpa e deliciosa: salada de frutas com calda de capim santo e sorbet de graviola!

Sobremesa sem culpa e deliciosa: salada de frutas com calda de capim santo e sorbet de graviola!

 

Vou ilustrar, contando alguns pratos que fizemos:
Entradas:
– Gazpacho de abóbora tostada, gengibre e capim santo com pepinos crus,
– Carpaccio de palmito e maça verde com alho assado,
– Brócolis grelhado e emulsão de ghee, limão, alecrim e capim santo,
– Sopa fria de iogurte, amêndoas, alho e ervas.
Pratos Principais:
– Moqueca de palmito e banana da terragrelhada, coco fresco e arroz integral com nirá,
– Raviole de beterraba com agrião tostado, creme de couve flor e amêndoas torradas,
– Peixe do dia em seu próprio pirão de castanhas do pará, saladinha de aipo e coentro servido com arroz integral com coco fresco.
Sobremesa:
– Salada de frutas com calda de capim santo, com sorbet de graviola e gengibre cristalizado.
Chás Detox:
-Hibiscus, amora e limão siciliano,
– Capim santo, gengibre, limão siciliano e mel de agave.

 

Opções de chá detox: capim santo, gengibre, limão siciliano, mel de agave ou hibiscus, amora, limão siciliano: tanto faz, são igualmente divinos!

Opções de chá detox: capim santo, gengibre, limão siciliano, mel de agave ou hibiscus, amora, limão siciliano: tanto faz, são igualmente divinos!

 

Foi um tal sucesso que estamos pensando em ampliar a saudável temporada da desintoxicação” ZP

ZAZA BISTRÔ:
Rua Joana Angélica, 40- Ipanema RJ
+55 21 2247 9101

CLIQUE AQUI PARA O SITE!

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...