EDWARD LINLEY SAMBOURNE: O MARIO TESTINO DA BELLE ÉPOQUE!

Nosso BLOG recebe a visita de uma “sobrinha do dia” especialíssima, Cleuci de Oliveira e sua cultura renascentista, que vocês já conhecem de outros carnavais.

Hoje o assunto dela é moda, mais especificamente fotografia fashion, e acho que vocês vão adorar pois, como sempre, seu ponto de vista é particular… eu curti muito! BN

O TATARAVÔ DOS STREET FASHION PHOTOGRAPHERS, por Cleuci de Oliveira.

“Quem acha que o “street style photography”, evidenciado em sites como The Sartorialist, é um fenômeno recente terá uma surpresa deliciosa ao conhecer as fotografias de Edward Linley Sambourne.

Jovem “fashionista” , de passagem pela Cromwell Road, em Londres: julho de 1906.

Londrino, nascido em 1844, Sambourne é mais conceituado por seu trabalho como illustrador e chargista do que pelo seu hobby fotográfico. Trabalhou para Sir John Tenniel, criador das ilustrações famosíssimas de Alice no País das Maravilhas, antes de virar illustrador-chefe da revista Punch.

Auto-retrato de Edward Linley Sambourne, 1891: homem de muitos talentos!

Sua coleção de fotografias, por sua vez, servia sobretudo como base para futuras ilustrações. E felizmente, para nós, este acervo está muito bem preservado e atua como verdadeiro testemunho das últimas modas, no começo do século vinte!

Imaginem andar de bike com esta saia e um chapelão destes!

Nos dias de hoje, não se vê pessoas atravessando a rua e lendo livros ao mesmo tempo. Podemos supor que carruagens não eram tão perigosas como os carros contemporâneos…

O que diriam estas leitoras sobre o nosso mal hábito de checar o celular enquanto atravessamos a rua?

As roupas podem ter mudado de cem anos para cá, mas as ruas londrinas continuam as mesmas!

O legal destas fotos é conhecer o look casual, do dia-a-dia das mulheres, ao invés das roupas mais formais que acabam entrando para os livros de história da moda.

Esta não parece estar gostando nada de ser capturada pela lente de Linley Sambourne.

Além das suas fotografias nas ruas de Londres, Linley Sambourne gostava também de recordar os costumes litorâneos dos ingleses – que pouco têm em comum com nossos costumes de hoje.

O chapéu da jovem do meio me faz lembrar aqueles pirulitos e doces, bem emperequetados, da minha infância.

Vejam só, já em 1906 os “Jardins des Tuileries” eram local para as “It-Girls” desfilarem e posarem para dedicados “street photographers!”

Sem dúvida, a minha foto preferida! Termino com ela…

As inglesas não vão gostar de ler isto mas… convenhamos, as parisienses já eram mais chiques até naquela época, não?

Hoje em dia, poucos se lembram de Edward Linley Sambourne, mas pelo jeito ele passou seus genes fotográficos adiante: seu neto não é ninguém menos que o fotógrafo Antony Armstrong Jones, 1st Earl of Snowdon, que já foi casado com a princesa Margaret, irmã caçula da rainha Elizabeth II, da Inglaterra.

As fotos de Edward Linley Sambourne saíram do esquecimento graças ao dedicadíssimo Dave Walker, que mantém o Library Time Machine. Para as leitoras que querem saber mais, vale uma visita à este acervo eletrônico de Kensington & Chelsea, entre os municípios mais chiques da Europa. Beijos e até a próxima”. CO

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 ideias sobre “EDWARD LINLEY SAMBOURNE: O MARIO TESTINO DA BELLE ÉPOQUE!

  1. Lindo demais esse post! Quanta sensibilidade da Cleuci. Fiquei encantada com as fotos, lembram muito os primeiros trabalhos do Jacques Henry Lartigue, por quem sou apaixonada. Como vocês dizem: “um deleite”. Parabéns, parabéns, parabéns. Beijos. Patricia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *