“ARGENTINA, DECIME QUE SE SIENTE”, POR MARIA TM!

 

Um roteiro delicioso pela linda BsAs...

Um roteiro delicioso pela linda BsAs… 

 

“Obaaa” dirão vocês, tenho certeza, assim que notarem que hoje passo a bola pra uma blogueira que me substitui com muito mais verve e fervor. Principalmente, quando disserta sobre uma de suas especialidades, o inigualável mundo de “Los Hermanos”.
Sigam com Maria TM e divirtam-se muito! BN

“ARGENTINA DECIME QUE SE SIENTE, TENER EN CASA A TU PAPÁ?!” por MARIA TM

“Com o final da Copa, foram-se também os inúmeros feriados, o verde amarelo das ruas decoradas, bandeiras (de vários países) penduradas nas janelas, festas temáticas e, claro, gringos de inúmeras partes do mundo, que vieram participar da maior festa do futebol.

Entre eles, destaque parar os milhares de argentinos que sitiaram Copacabana, transformando o bairro em praticamente uma província improvisada do “Rio de la Plata”. Acamparam na praia, dormiram nos bancos do calçadão, sendo que muitos enfrentaram mais de 40 horas de carro, habitaram trailers, optaram por transportes mais alternativos, vieram até de ambulância… Cheguei a pensar que fosse olhar pro alto e ver alguns descendo de pára-quedas.

E eles se sentiram à vontade, em casa, hablando con “aquecho castechano” chiado, fazendo bagunça, provocando os anfitriões com aquele que foi o hit da Copa, a música-chiclete que querendo ou não, todo brasileiro aprendeu à cantar: “Brasil me diz como você se sente?” Hmmm… Talvez com um pouquinho menos de “muito orgulho e muito amor”.

A verdade é que nossos eternos rivais e hermanos implicantes deixaram, pelo menos em mim, uma certa saudade daquele “mar humano” alvi-celeste, barulhento e convicto de que Maradona é melhor que Pelé. Tanto que eu já penso “retribuir” a visita dos Argentos, com uma rápida viagem à sua capital Portenha.

Buenos Aires é um dos meus destinos preferidos no inverno sul-americano: passagem barata, ótimos hotéis a preços super acessíveis, apenas a 3 horas do Rio, com o agravante de que lá você consegue sentir um friozinho gostoso, com cara de hemisfério norte. Sem contar as inúmeras opções de programas, bares e restaurantes que a cidade oferece e que estão sempre se renovando.

Se você também está curioso pra saber como se sente Argentina em receber em casa “su papá”, vou dar umas dicas de passeios e lugares, em mi Buenos Aires querida: alguns são mais batidos porém “must do” e outros novidades saindo do forno, que talvez você ainda não conheça.

Em todo caso, quem sabe você não se animar à dar uma fugidinha até a terra de Messi.

VISITE:
– MALBA: Museu de Arte Latino-americana de Buenos Aires.
Provavelmente quem esteve em BsAs já conhece, mas eu acho legal sempre dar uma passada por lá, pra ver alguma exposição e até mesmo o acervo bacanérrimo, que conta com mais ou menos 400 obras dos principais artistas modernos e contemporâneos latino-americanos. O edifício, projetado pelos arquitetos cordoveses Atelman-Fourcade-Tapia, é moderníssimo e uma atração a mais, na visita. E se quiser tomar um café ou almoçar por ali mesmo, o restaurante do museu, Café des Arts, além de ser uma delicia, tem uma varanda super charmosa e vive cheio de gente.

 

O lindo prédio do maravilhoso museu MALBA!

O lindo prédio do maravilhoso museu MALBA! BN

 

– CASA ROSADA:
Apesar de um clichê dos passeios turísticos, ela não pode passar em branco. Se você já foi uma vez, viu tá visto; mas pra quem não conhece vale à pena encarar uma visita guiada e conhcer um pouco mais da cultura local.

 

É muito bacana fazer uma visita guiada à famosa Casa Rosada... "Don't cry for me Argentina"...

É muito bacana fazer uma visita guiada à famosa Casa Rosada… “Don’t cry for me Argentina”… BN

 

– MUSEU XUL SOLAR:
A antiga casa de Alejandro Xul Solar foi remodelada em um espaço moderno e transformada num instituto cultural que abriga as obras do artista argentino. O lugar é pequeno, fácil de ver e o acervo super bacana. Recomendo muitíssimo!

 

Uma joinha

Uma jóia a casa/museu do artista plástico Alexandro Xul Solar! BN

 

VÁ:
– LA BOMBONERA:
“La Bombonera no tiembla, late” (a Bombonera não treme, pulsa). Assim é definido o emblemático estádio do time de futebol mais popular do país, o Boca Juniors, e leva este nome porque parece uma caixa de bombom. Pra quem gosta de futebol, vale a pena a visita, nem que seja pra apenas conhecer o lugar ou, se der sorte, assistir uma partida com direito a uma das torcidas mais apaixonadas do mundo.

 

"La Bomboneira" onde o Boca

“La Bomboneira”, templo sagrado do Boca: Imperdível! BN

 

– PARTIDA DE POLO:
Se o argentino é indiscutivelmente fanático por futebol, o segundo esporte deles é o polo. Ano passado, minha irmã e eu demos a sorte de estar em Buenos Aires na época do torneio mais bombado e não pensamos duas vezes na hora de assistir uma partida no campo de Palermo. Embora eu deva entender mais de hockey no gelo que de polo, o programa foi uma diversão.

 

Partida de polo: Elegância no esporte!

Partida de polo: Elegância no esporte! BN

 

– PALERMO SOHO:
Não deixe de passear pelo bairro mais charmoso da capital, se perca por suas ruas, dá uma olhada no comercio local, toma um sorvete no Freddo… Não importa muito o dia ou a hora, tá sempre animado e cheio de gente na rua.

 

Palermo Soho: Deixe o bairro de levar! BN

Palermo Soho: Deixe o bairro de levar! BN

 

– TANGO:
Se você estiver procurando uma apresentação de tango, versão show à la Broadway, num lugar mais sofisticado, com direito à menu degustação e decoração by Philippe Starck, o “Rojo Tango”, do hotel Faena, é o mais indicado (e bem turista) pra ver um espetáculo super “upscale”.
No caso de querer ver uma coisa mais autêntica e portenha, a cidade tem vários bares de dança típica, com certeza seu concierge vai saber sugerir algum bacana.

 

Espetáculos de tango para todos os gostos!

Espetáculos de tango para todos os gostos! BN

 

COMA:
– El SAN JUANINO:
“Birosquinha” na Recoleta, super tradicional, onde você come as melhores empanadas da cidade. Pra quem gosta desse “clássico” argentino, não pode deixar de ir (e até pra quem não é fã, vale a pena, além de ter outras opções no menu, a ida ao lugar é quase cultural). Sugiro a visita num horário mais “alternativo”, pois na hora do almoço a fila na porta costuma dar voltas no quarteirão.

 

As melhores empanadas da cidade...

As mais famosas empanadas da cidade: Vive lotado… BN

 

– OLAYA:
Do mesmo dono/ chef do super famoso Osaka, o Olaya é o novo restaurante peruano da cidade, inaugurado no final do ano passado. Situado num dos bairros mais cool de BsAs, em Palermo Hollywood, o lugar não podia ser mais trendy, um loft super colorido e bem decorado, e a comida peruano/ fusion dispensa comentários.

 

Olaya:

Olaya: O novo peruano “very cool”de BsAs! BN

 

– ASTOR:
Eleito “melhor restaurante novo de 2013”, o bistrô é focado principalmente no produto fresco e sazonal. Delicia pra quem quer almoçar uma culinária portenha contemporânea.

 

Astor

Astor: Culinária portenha mara! BN

 

BADALE:
– FLORERÍA ATLÂNTICO:
Super na moda em Buenos Aires, são os bares secretos. Alguns precisam até de senha pra entrar, outros são apenas “dixavados”, escondidos nos lugares mais improváveis (nada como a hospitalidade portenha). A Florería Atlântico é um desses. Você chega em uma floricultura, desce uma escada e encontra, no subsolo, um bar super cool e animado. Descobrir esses bares é quase como descobrir o Novo Mundo, então não se intimide se, ao entrar, te olharem com cara de “Como que você veio parar aqui?”

 

– BASA:
Um dos novos hotspots da cidade, o BASA é um bar/ lounge com ambiente cool e drinks maras. As tapas também são deliciosas, e o lugar fica super animado no “happy hour” dos  dias de semana ou nas noites do fim de semana.” MARIA TM

 

BASA: Lindo!

BASA: Lindo! BN

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 ideias sobre ““ARGENTINA, DECIME QUE SE SIENTE”, POR MARIA TM!

  1. Enquanto isso, várias griffes indo embora da cidade e do país; povo empobrecido…uma pena que o governo Kirchner esteja empenhado em destruir a Argentina…

  2. Uma pena mesmo o que está acontecendo com a Argentina (e o mesmo com nossa terra tupiniquim), MAS foi Maria quem escreveu, então, não dá p/ pensar em outra coisa que não seja BELEZA, BELEZA E MAIS BELEZA…!

    grande beijo,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *