UM SONHO DE QUINTAL!

 

Meu queridíssimo amigo Nelson Ramos Filho, o Nelsinho, que abalou BSB nos “nighties” com seu fabuloso Quintal!

 

Ouvi falar do Quintal, pela primeira vez, cantado a prosa e verso por minha queridíssima amiga, Cristina Garcia, embaixatriz brasileira famosa por seu gosto arrojado e sempre “up to date”: dos choques estéticos que tive na vida, e olha que já vi coisa bonita, foi seu inesquecível apartamento amarelo, na SQS 213. Quem conheceu não esquecerá jamais…

Voltando ao Quintal que nos norteia, neste post, quando Cris me propagou a sua existência, ele era apenas um restaurante que engatinhava, na Brasília dos anos 90, com um cardápio de comida totalmente diferente dos seus pares. Ingredientes brasileiros misturados a temperos e receitas trazidas de suas viagens ao oriente, com uma especial parada na sua “Paixão Índia”, Nelson Ramos Filho, o chef, foi o primeiro a chegar perto da então proposta “fusion”, trazendo novos ventos à gastronomia brasiliense ultra tradicional, daquela época. Não deu outra: arrebentou a boca do balão.

 

Esta delícia é um dos pratos que fizeram o filme oscarizado do grande chef Nelsinho Ramos: nhoque do presidente, o preferido do então Collor e dizem que de FHC também.

 

Com apenas 32 lugares e pousado numa espécie de estufa, o restaurante era virado para o quintal da casa onde pontificava um lindo pomar, com mais de cento e vinte árvores frutíferas, que enfeitavam e perfumavam o ambiente adorável.

Conjugada ao salão e formando com ele um só ambiente, a cozinha era uma espécie de atração a parte: volta e meia lenvantávamos para bisbilhotar a confecção dos nossos pratos e falar com os eventuais amigos/cliente. Nada impessoal, parecia que estávamos num jantar “privé”e sempre divertido. Nunca mais encontrei astral igual…

 

Look do restaurante Quintal de Nelsinho Ramos, em Búzios: fervendo!

 

Fama feita, já deu pra imaginar que era uma Odisséia conseguir sentar neste lugar abençoado. E não tinha essa de furar fila, fosse quem fosse: vi o Collor, presidente e no auge da fama, voltar pra casa por falta de reserva.

 

A mesa que me deu alforria no maravilhoso Quintal era igualzinha a esta! Muitas saudades…

 

E mais ou menos por isso começou a  minha amizade, com o saudoso e querido Nelsinho. Depois de constatar que a agenda do Quintal estava fechada até o mês seguinte, fiz uma proposta indecente que ele acatou: como o problema era a falta de mesa, despachei pra lá a minha de jogo, mais quatro cadeiras e resolvi o problema para sempre; ou quase.

 

Pororoca de chefs estrelados: Nelson Ramos Filho e Claude Troisgros, no Quintal de Búzios!

 

Um belo dia, vou embora de Brasília e tempos depois, pra minha grata surpresa, me deparo com Nelsinho na adorável Búzios, lindamente instalado numa outra casa/restaurante, agora na praia de Manguinhos, com seu “atelier culinário”(era o nome que ele usava) funcionado de vento em popa. Pensei: equivale à uma Sena acumulada e continuei a curtir as maravilhas “nelsonianas” como o nhoque de batata doce com camarão, o picadinho dos deuses e de carne seca, o camarão balinês, o bacalhau divino e muitas outras delícias que suas mão sofisticadérrimas preparavam, num piscar de olhos.

 

Um dos meus pratos favoritos da era Búzios, “Bacalhau a Ramos Filhos”: di-vi-no!

 

Como o paraíso não é terreno, meu amigo Nelsinho se foi, deixando-nos órfãos de sua imensa gentileza e educação, da fidalguia com que nos acolhia e o maravilhoso papo, em volta da mesa, depois das refeições: era de lei jantarmos com ele todo dia 30 de dezembro, fechando o ano com chave e amigos de ouro.

 

Eis o “Farinatta”, ou alimento pra alma, mais um empreendimento gastronômico da família Ramos, agora co Elô bombando!

 

Boa nova: a competente e queridíssima Elô Ramos, comanda seu quatro bocas turbinado, à frente do Farinatta: pra nosso deleite!

 

Por tudo isso fiquei radiante ao receber, na semana passada, um carinhoso telefonema de Elô, sua irmã, sócia e também chef prendadíssima, contando que abriu, em Geribá, um aconchegante restaurante, pra podermos matar as saudades da família e seus quitutes deliciosos. Em “regime”de “soft opening” até 2013, o Farinatta recebe seus clientes às sextas, sábados e feriados, sempre a partir das 21:00 horas. Reservas são muito bem vindas.

Elozinha, “pode ir armando o coreto e preparando aquele feijão preto que eu tô chegando”… BN 

CONTATO ELO:
+55 22 999097208
+ 55 22 2623 1934
+55 22 2623 0485

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

22 ideias sobre “UM SONHO DE QUINTAL!

    • Oi Fernando, aqui é a Bebel, muito obrigada por nos visitar. Depois que o Nelsinho morreu a Elô fez um restaurante muito bom, naqule complexo gastrô da peixaria. Este agora é mais ambicioso e vai ter também galeria de arte e uma quase deli. Bjs carinhosos e obrigada por nos visitar BN

  1. Bel adoro o seu esmero ao escrever e descrever as suas andancas mundo afora…com paixao e Muita sensibilidade…grande e delicioso post!
    Thank you for sharing.
    Saudades,
    A

  2. Bebel, me fez entrar no tunel do tempo… bons momentos no saudoso Quintal, Brasilia e Buzios… não sabia da “partida”do Nelson, sempre gentil e sensível! Bom saber que a Elô está de casa nova, a conferir assim que tiver oportunidade… Obrigado por compartilhar…

  3. Parabéns pela linda homenagem ao saudoso Nelsinho do Quintal. Ficamos órfãos em todos os sentidos, o amigo, infelizmente, não podemos mais recuperar, mas o restaurante, sim. Os queridos Helô e Alexandre, ouviram nossos apêlos e inauguraram o restaurante Farinatta, em Geribá, seguindo a tragetória do irmão da Helô. Conferi, está realmente maravilhoso!

  4. Adorei a homenagem ao querido Nelsinho, que realmente deixa mtas saudades. Mas também para dizer que estive 2 vezes no Farinatta e comi divinamente! A Elo é uma querida! bjs

  5. Bom, muito saber do sucesso da Elô! Ela merece!
    As saudades do querido Nelson vão continuar mas é sempre bem-vinda a estréia de uma proposta tão boa como essa em nossa querida Búzios! Vou lá conferir…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *