PHILIP TREACY E OS CHAPÉUS NO SÉCULO XXI!

 

O chapeleiro das "celebs", Philip Treacy, e a cliente lady Gaga e seu chapéu...

O chapeleiro das “celebs”, Philip Treacy, a cliente Lady Gaga e seu chapéu surreal…

 

O primeiro chapéu-escultura que conheci foi o usado pelo maravilhoso Chapeleiro Maluco, no livro “Alice no País das Maravilhas”, onde Lewis Carroll imortalizou a exótica profissão com seu personagem impagável, hoje magistralmente “re-encarnado” na figura do igualmente inglês, Philip Treacy.

 

O traço do mestre em um dos "croquis" expostos em Moscou!

O traço do mestre em um dos “croquis” expostos em Moscou!

 

Fornecedor de verdadeiras “obras surrealistas” em forma de adereços, faço uma pausa para dizer que é quase sacrilégio chamar suas peças de chapéu. Assim o mundo “fashion” resolveu impasse semântico como este ao estabelecer, nos anos 90, que chamaria de “FASCINATOR” este primo irmão do dito chapéu, mais leve e mais formal que o parente mais velho.

 

Como podem ver neste exemplar, "fascinator" é um nome mais adequado, repleto de sonoridade, glamor e sofisticação...

Como podem ver neste exemplar, “fascinator” é um nome mais adequado, repleto de sonoridade, glamor e sofisticação…

 

Mas voltando a nosso herói, Treacy adorna as cabeças coroadas britânicas, tendo como clientes membros da família real, pop stars, atrizes e excênticos cidadãos, todos querendo dar um toque de humor aos “looks” formais do dia de festa.

 

A

A Chertkov House, um dos espaços mais bacanas de Moscou para exposições e que no passado foi a maior biblioteca sobre história russa do país.

 

Por isso, aplaudi de pé quando soube que Treacy ganhou, finalmente, seu lugar ao sol no mundo das artes ao expor mais de cem de suas inesquecíveis criações, na emblemática Chertkov House, um espaço super prestigiado em Moscou.

 

Mais de perto...

Vejam parte do display das peças e sua dramática iluminação: Maior clima…

 

Falo da “Philip Treacy: Hats In The 21 Century”, exposição que aconteceu de novembro a janeiro último, na capital russa e, inxalá, ganhará novos endereços de exibição pois é imperdível para quem curte o “reino fashion”.
Fiquem com os chapéus! BN

 

Este podia homenagear Oscar Niemeyer...

Este podia homenagear Oscar Niemeyer…

 

Amei este chapéu orquídea...

Amei este chapéu orquídea…

 

Este também merece o nome de esplendor, só não dá pra Avenida...

Este também merece o nome de esplendor, só não dá pra Avenida…

 

... E por falar em carnaval, com este eu iria fácil ao baile do Copacabana Palace!

… E por falar em carnaval, com este eu iria fácil ao baile do Copacabana Palace!

 

Voltando às flores e pra quem gosta de rosas, como eu!

Voltando às flores e pra quem gosta de rosas, como eu!

 

Tufão...

Tufão…

 

Salvador Dali aplaudiria, não acham?!

Salvador Dalí aplaudiria, não acham?!

 

E este combinaria com a excêntrica Gala Dalí!

E este combinaria com a excêntrica Gala Dalí!

 

Sensacional este vaso tipo ikebana!

Sensacional este vaso tipo ikebana!

 

Muito cool...

Muito cool…

 

"Butterfly power"!!!

“Butterfly power”!!!

 

Estranhamente bonito...

Estranhamente bonito…

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 ideias sobre “PHILIP TREACY E OS CHAPÉUS NO SÉCULO XXI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *