COMO SER “MY FAIR LADY”!


Elisa Doolittle, a florista que aprendeu a ser princesa do dia para a noite!

Minha sábia mãe, Sonia Bittencourt, passou a vida me dizendo: educação é uma questão de generosidade (TESE 1) e as regras de boas maneiras decorrem do bom senso ( TESE 2). Assim, quando você DOA a sua vez, resulta num gesto de boa educação e esbarra-se na TESE 1. Mas quando põe à mesa, o garfo à esquerda e a faca à direita do prato, para já os pegar na posição confortável e correta de cortar e comer, desemboca na TESE 2.

Só que a generalidade carece de um certo know how. Lembram-se do divertidíssimo filme “My fair Lady” onde a divina Audrey, na pele da vendedora de flores Elisa Doolittle, tinha que aprender a ser princesa em um mês? Ou as tias de Gigi, da maravilhosa Colette, e seus ensinamentos um tanto duvidosos no preparo da sobrinha cortesã? Pois desde que o mundo é mundo este aprendizado é uma preocupação, principalmente no competitivo século XXI em que vivemos, onde o detalhe é que faz a diferença.

Pensei em tudo isso quando li o delicado email da amiga Eliana Teixeira recomendando o abrangente curso de etiqueta de Danielle Melamed. Mas não esqueçam que nada disto funciona se a bondade da alma não estiver a postos! BN

CONTATO DANIELLE:
21 9139 4664
dsmelprotocolo@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário